DIÁRIO DE BORDO: Orlando / Magic Kingdom

14.09.2013 – Hoje eu tenho uma missão muito difícil… escrever, em poucas palavras, o que significa um dia com uma filha de 2 anos e 8 meses no principal parque do Walt Disney World, o Magic Kingdom.

O parque por si só já encanta qualquer adulto, agora imagine uma criança… uma criança que adora as Princesas, o Mickey, a Minnie e todos aqueles personagens que estão na nossa memória desde a infância…

DIÁRIO DE BORDO: Orlando / Magic KingdomEra difícil escolher o que fazer. Até pegarmos o jeito foi um tempo. Tem tanta coisa pra fazer que não sabíamos por onde começar, mas logo que chegamos fomos ao castelo da Cinderela, como todo mundo faz, e demos sorte, porque aí já começou o show do Mickey bem em frente ao castelo, com vários convidados e a primeira visão da Branca de Neve, da Cinderela e da Bela Adormecida, todas dançando com seus príncipes… a Yasmin ficou paralisada! Não tirava o olho do palco. E eu, claro, comecei a chorar, emocionada de vê-la presenciando uma cena que ela só via nos filmes, que assistimos juntas dezenas de vezes em casa…

Logo em seguida, teve a parada da tarde e lá estavam todos os eles de novo: Pateta, Pato Donald, Mickey, Peter Pan, Alice, Branca de Neve e os sete anões, Woody, Cinderela e a turma toda: a fada madrinha, irmãs, madrasta e ratinhos… Não tem como não sorrir na Disney!

Decidimos dar uma “voltinha” pelo parque. Aí começou a chover… chuva fraca, mas o suficiente pra ter que colocar capa de chuva na pequena, que ficou se achando correndo com a capa amarela do Mickey!

Comemos na taverna do Pinóquio e aí fomos passear. Subimos no tapete voador do Alladin. Brinquedinho de criança, mas já havíamos nos programado para fazer apenas atrações voltadas para a idade dela, então foi perfeito.

A essa altura, eu já estava mais acostumada com o mapa e a programação do dia, e fomos atrás dos autógrafos e fotos com personagens. Primeira opção? Princesas, claro… rsss

DIÁRIO DE BORDO: Orlando / Magic KingdomUma fila enooorme, uns 45 minutos depois, lá estava a Yasmin tirando fotos, dando beijos e abraços e pegando autógrafos da Cinderela, Aurora (Bela Adormecida) e Rapunzel. Até a gente tirou foto com a Cinderela rss

Mas… e a Branca de Neve?? Não conseguimos encontrá-la e ainda tenho este desafio na viagem…

Bem, depois, conseguimos fazer o mesmo com a princesa Jasmine e o Alladin, a Ariel em sua gruta (outra fila gigantesca) e o Mickey.

A energia já estava quase no fim, mas era hora da parada noturna, a Electrical Parade. Parque lotaaado, caramba, o mundo veio ao Magic Kingdom nessa hora! É bonitinha pelas luzes e tal, mas curti mais a animação que é projetada no castelo da Cinderela depois. Na verdade, não sabemos como é feita, porque não vimos projetor, mas é impressionante! As imagens, a música, os efeitos… tudo deixa o clima muito mais mágico e você realmente acredita que qualquer sonho pode se tornar realidade, basta acreditar!

Bem, tudo isso e muitos fogos de artifício depois, a Yasmin dormindo no carrinho, vamos embora? Nãooo, tem uma multidão querendo sair do parque! Affee, não dá! Paramos pra comer e só depois fomos embora, pegando o último monorail até o estacionamento (sim, monorail, porque tudo é muito grande e muito longe).

Chegamos ao hotel quase meia-noite, absolutamente exaustos… curtir o Magic Kingdom até o final não é pra qualquer um, não, mas vale a pena. Fico só imaginando como é em julho, com muito mais calor e muito mais gente… melhor nem pensar, ainda bem que estamos em setembro!

DIÁRIO DE BORDO: Orlando / Magic Kingdom DIÁRIO DE BORDO: Orlando / Magic Kingdom

Dicas de mãe amiga

Como uma das principais atrações do Magic Kingdom é a parada noturna e os fogos, às 21h e 22h, respectivamente, decidimos chegar depois do almoço, ou não conseguiríamos ficar até o final. E quase não aguentamos! O parque é enorme e, com o calor, tudo fica ainda mais cansativo. Então, com criança, tem que escolher mesmo, ou chega cedo e sai cedo ou chega tarde e sai tarde.

Tente descobrir logo onde ficam os personagens que você quer ver ou o dia acaba muito rápido e você não consegue ver todos.

O parque não tem muita sombra, então tem mesmo que levar boné, passar protetor solar e se proteger do sol, beber muito líquido, essas coisas que a gente já sabe, mas de férias acaba esquecendo de se cuidar.

Lembre de anotar (ou fotografar) o local onde estacionou o carro, ainda mais se for carro alugado (vale fotografar a placa também) pois você pode não se lembrar onde parou ao final de um dia tão cansativo. A Disney oferece transporte de monorail (trens monotrilho), balsas , lanchas e serviço de ônibus entre todas as áreas do complexo.

Walt Disney World Resort

O Walt Disney World Resort é um complexo com mais de 100 quilômetros quadrados, entretenimento e recreação com quatro parques temáticos (Parque Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios da Disney e Animal Kingdom Park da Disney); dois parques aquáticos de aventura (Blizzard Beach and Typhoon Lagoon); 34 hotéis resort; 81 buracos de golfe em cinco campos, dois spas com serviços completos; Pavilhão Disney’s Wedding; Complexo ESPN Wide World of Sports; e a Área de Downtown Disney.

O Walt Disney World Resort emprega mais de 66.000 somente na Flórida Central  efoi inaugurado em 1º de outubro de 1971, com a abertura do primeiro parque, o Magic Kingdom.

 

Caderninho de autógrafos:

 

Agradecimento especial a Manuela Joly Ribas D’Avila, Relações Públicas Internacional do Walt Disney World.

 

Leia todo o DIÁRIO DE BORDO em Orlando, clique aqui.

Selo Conteudo Apoiado

 

 

placa-elis

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1280 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também