Tudo sobre o coronavírus: pandemia que se alastra

13.03.2020 – O Coronavírus chegou no Brasil em que suspeitas estão sendo analisadas e nesta manhã o primeiro caso foi confirmado na cidade de Campinas. Vem entender mais dessa pandemia que está se alastrando de maneira muito rápida.

Conversamos com o Prof. Dr. Alfonso Eduardo Alvarez (PhD), pneumologista Pediátrico, Mestre e Doutor em Pediatria e Presidente do Comitê de Pneumologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo, que esclarece as principais dúvidas quanto ao vírus.

  • Qual tem sido a gravidade em crianças?

Felizmente a doença tem sido extremamente leve nas crianças!!! A maioria fica assintomática ou apresenta sintomas leves, semelhantes a um resfriado. Não houve nenhum óbito em crianças menores de 9 anos e nenhuma internação em UTI em crianças menores de 1 ano.

Também não ocorre transmissão materno fetal, ou seja, da mãe para o filho na gestação.

  • Doenças respiratórias

A Asma é considerada um fator de risco se não estiver controlada, ou seja, aquela criança/adulto que possui crises asmáticas e só usa medicação para sair da crise e, não como preventivo, existe sim um fator de risco. A pessoa que está sem crise há anos, assim como aquelas que usam a medicação preventiva, estão fora do fator risco.

  • Existe uma vacina para o novo coronavírus?

Não existe há vacina até o momento, mas há diversos laboratórios trabalhando na descoberta da vacina.

  • Tomei a vacina contra a gripe. Estou protegido contra o novo coronavírus?

Não. A vacina da gripe protege somente contra o vírus influenza.

  • Qual é a importância no momento de receber a vacina contra a Gripe?

Com a pandemia de Coronavírus é esperado que os serviços de saúde, tanto público como particular, fiquem extremamente sobrecarregados. É fundamental se vacinar contra a gripe para não correr o risco de ter gripe e sobrecarregar ainda mais o sistema de saúde, mesmo porque não é possível diferenciar, clinicamente, uma infecção por Influenza de uma infecção por Coronavírus.

  • Como ocorre a transmissão do coronavírus entre humanos?

A transmissão ocorre de pessoa a pessoa pelo ar (secreções aéreas do paciente infectado) ou por contato com as mãos em superfícies com secreções contaminadas e levando a mão a boca, nariz ou olhos

  • Qual é o período de incubação desta nova variante do coronavírus?

Ainda não há uma informação exata. Presume-se que o tempo de exposição ao vírus e o início dos sintomas seja de até duas semanas.

 

  • Os coronavírus podem ser transmitidos de animais para humanos?

Sim. Investigações detalhadas descobriram que o SARS-CoV foi transmitido de civetas (gatos selvagens) para humanos na China, em 2002, e o MERS-CoV de dromedários para humanos na Arábia Saudita, em 2012. Porém, existem vários coronavírus que causam infecção animal. Na maioria, infectam apenas uma espécie ou algumas espécies intimamente relacionadas, como morcegos, aves, porcos, macacos, gatos, cães e roedores, entre outros.

  • Quais são os sintomas de uma pessoa infectada por um coronavírus?

Pode variar desde casos assintomáticos, casos de infecções de vias aéreas superiores semelhante ao resfriado, até casos graves com pneumonia e insuficiência respiratória aguda.

  • Como é feita a confirmação do diagnóstico do novo coronavírus?

Exames laboratoriais realizados por biologia molecular identificam o material genético do vírus em secreções respiratórias colhidas da nasofaringe e orofaringe do paciente.

  • Existe um tratamento para o novo coronavírus?

Não há um medicamento específico. Indica-se repouso e ingestão de líquidos, além de medidas para aliviar os sintomas, como analgésicos e antitérmicos. Nos casos de maior gravidade com pneumonia e insuficiência respiratória, podem ser necessários suplementação de oxigênio e mesmo ventilação mecânica.

  • Como reduzir o risco de infecção pelo novo coronavírus?

Evitar contato próximo com pessoas com infecções respiratórias agudas

Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes

Lavar as mãos antes de se alimentar

Se estiver fora de casa e não puder lavar as mãos usar Álcool Gel

Usar lenço descartável para higiene nasal

Cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir

Evitar tocar nas mucosas dos olhos

Higienizar as mãos após tossir ou espirrar

Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas

Manter os ambientes bem ventilados

  • Quantos casos e óbitos ocorreram até agora no Brasil e no mundo?

Como os dados mudam a todo momento vou colocar aqui os links para acompanhamento das atualizações dos dados.

Link para acompanhamento, em tempo real, da evolução da doença no mundo: clique aqui

Link para acompanhamento dos últimos números atualizados da evolução da doença no Brasil: veja mais

 

Texto escrito por Prof. Dr. Alfonso Eduardo Alvarez (PhD).

Revisado por Madame Conteúdo.

 

Confira também:

Coronavírus no Brasil: o que fazer?

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1922 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm