Surto de sarampo no estado de São Paulo

Sarampo em crianças

01.08.2019 – Na última semana, o número de casos de sarampo confirmados no estado de São Paulo subiu para 633, segundo novo balanço da Secretaria de Estado de Saúde divulgado nesta terça-feira, 30, por isso fique alerta com esse surto de sarampo. Veja a carteirinha de vacinação de toda a família. 

O crescimento foi de 30% em relação ao último levantamento, divulgado no dia 19 deste mês. A capital concentra 76% dos registros e uma campanha de vacinação, com foco em jovens de 15 a 29 anos, está em andamento em 15 cidades. A meta é vacinar 4,4 milhões de jovens até 16 de agosto.

Desde 10 de junho, uma campanha de vacinação está em andamento e tem como público-alvo os jovens de 15 a 29 anos, faixa que é considerada a mais vulnerável a infecções por causa da menor procura pela segunda dose da vacina. Desde 10 de junho, 799,9 mil pessoas desse público foram vacinadas, segundo a pasta.

Na capital, além dos jovens, crianças entre 6 meses e 1 ano devem ser imunizadas contra a doença. A medida foi adotada após registros de casos nessa faixa etária.

 


Vacinação

O sarampo pode ser evitado com a vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Ela integra o Programa Nacional de Imunizações (PNI) e é aplicada aos 12 meses, com reforço aos 15 meses com a tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela).

Até os 29 anos, a recomendação é tomar duas doses do imunizante. Entre 30 e 59 anos, a pessoa deve ser vacinada uma vez. Para quem não sabe se já tomou o número adequado de doses da vacina, a orientação é se vacinar.

Quem já teve sarampo não precisa se vacinar, pois já possui os anticorpos para que a doença seja evitada. 


Calendário de vacinação

Criança com 1 ano: deve tomar a 1ª dose regular (se tiver vacinado em bloqueio ou campanha deve observar intervalo de um mês);

Criança de 15 meses: deve tomar a 2ª dose regular;

Criança de 1 a 4 anos: atualizar a caderneta de vacinação;

População de 1 ano a 14 anos deve ter tomado duas doses de vacina;

Adulto de 30 a 59 anos: deve ter tomado uma dose.

Onde Vacinar

A vacina está disponível nos centros de saúde públicos e também em clínicas particulares.

Se tiver qualquer dúvida, você pode procurar os centros com a carteirinha de vacinação em mãos, ou consultar um médico para analisar as vacinas que você e seus filhos já tomaram.

Com saúde não se brinca!

 


Fonte: Estadão, Metro Jornal, Gazeta do Povo. 

Alessandra Assumpção

Escrito por: Alessandra Assumpção

Confira os 56 posts publicados pela Alessandra Assumpção

Veja Tambm