Qual a idade ideal para tratar os dentes tortos das crianças?

26.03.2014 – Tem uma pergunta que costumo ouvir muito: “Qual a idade ideal para tratar os dentes tortos das crianças?”. E a resposta é: depende do tipo de má oclusão. Há certos tipos de mordidas, como mordida aberta, sobremordida profunda, mordida cruzada, falta ou excesso de crescimento mandibular, que devem ser tratadas o mais cedo possível. Em outros casos, devemos acompanhar o desenvolvimento da criança para atuar na hora certa. Já escrevi aqui uma matéria sobre como identificar se o seu filho tem maloclusão. Relembrem na matéria o que significa cada tipo de mordida.

Qual a idade ideal para tratar os dentes tortos das crianças?

Uma boa idade, para a avaliação da dentição, é aos seis anos de idade. Nesta idade, o Ortodontista pode planejar a melhor época de intervir nos pacientes que precisarem de tratamento. A maioria das más oclusões são mais facilmente e mais rapidamente tratadas durante a fase de crescimento. A partir de 6 anos, a maioria das crianças consegue usar corretamente os aparelhos removíveis, pois elas deverão fazer uso frequente dos mesmos e não, apenas, colocar na boca de vez em quando.

blog materno maes amigas foto 364

É bom a criança, a partir do nascimento do primeiro dente de leite, passar por consulta com o Odontopediatra e,  se algum problema for notado antes desta idade, ele encaminhará a criança ao Ortodontista. Vocês se lembram do que comentei na matéria sobre as crianças que mostram apenas os dentes inferiores? Os dentes de leite de minha filha nasceram cruzados, e tratei dela com 3 anos de idade.

O Mestre e Doutor em Ortodontia, Profº Dr. Leopoldino Capelozza Filho, diz que o monitoramento do crescimento facial e nascimento dos dentes permanentes deve ser iniciado logo na primeira fase de troca da dentição de leite, por volta dos 6 anos de idade, e que visitas programadas deverão ser agendadas para avaliar a evolução das fases do crescimento da criança, para identificar as necessidades de correção no momento ideal, evitando os tratamentos longos e exaustivos no futuro.

(fonte: http://www.topdentbrasil.com.br/topdent/pt/index.php)

 

Sinais da hora certa para o tratamento:

1-Os dentes permanentes estão nascendo apinhados, ou encavalados.

2-Um ou mais dentes inferiores fecham pela frente dos superiores (mordida cruzada anterior) e, muitas vezes, apresentam queixo mais para frente do que o normal

3-Queixo muito para trás

4-A criança possui face assimétrica.

5-A criança fala projetando a língua entre os dentes.

6-A criança respira pela boca, range os dentes, rói unha, chupa dedo ou chupeta. Vale lembrar que chupar dedo, mamadeira ou chupeta favorece o surgimento de mordida errada. Falamos sobre esse assunto aqui no site: “A chupeta realmente entorta os dentes?” e “Mamadeira X Amamentação”). E se você não sabe a hora certa de tirar a chupeta, a também colunista e pediatra dra. Silvia Castilho, escreveu falando sobre Quando deixar a chupeta e a mamadeira?

 

Existem casos em que a criança precisa usar aparelho porque tem dente faltando na boca. A perda precoce de um dente de leite pode ser um problema, já que o dente de leite, além de direcionar o permanente para o lugar certo, também mantém o espaço ideal para ele nascer. Esse foi o caso da minha paciente Isabela, filha da fotógrafa e Mãe Amiga Tatiane Ferrara. Ela precisou de um aparelho que tem como objetivo manter o espaço do dente de leite perdido e expandir a arcada superior.

 

“A Isabela tem 6 anos e precisou colocar aparelho pois, devido a uma cárie, perdeu um dos dentinhos. Foi preciso tirá-lo e colocar o aparelho com um dentinho mantenedor de espaço e, assim, já fomos abrindo espaço para os dentes permanentes. Conversamos muito com ela, que em um primeiro momento não queria colocar o aparelho. Depois, quando foi chegando a hora de colocar, ela ficou super ansiosa e contente, até os dois primeiros dias… Depois, passamos uma semana de adaptação, muitas aftas, dor, incomodo, mas passou, hoje ela está super acostumada, adora, cuida direitinho… só não usa de manhã, na escola, para evitar perder”. Tatiane Ferrara.

A revista Crescer fez uma matéria bem bacana também, vale a pena ler!

 

Você pode gostar de ler:

O risco dos aparelhos ortodônticos da moda

Dicas para quem usa aparelho móvel

Dentes separados. Isso é bom ou ruim?

Meu filho não escuta bem, pode ser otite

Pesquisa revela impacto da tecnologia nas crianças

 

placa-tripicchio

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1851 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm