Meu filho está gaguejando: o que fazer?

12.07.2013

 

A gagueira é uma alteração na fala, que se caracteriza como um problema no ritmo, com o aparecimento de repetições de sons, prolongamentos, bloqueios na fala. Ou seja, é uma dificuldade que a pessoa apresenta de falar algumas palavras, pois elas não saem na mesma velocidade.

A gagueira pode ter diversas causas, mas ainda não se sabe exatamente porque algumas pessoas gaguejam e outras não. Existem várias formas de explicá-la, porém nada que comprove a relação causa-efeito. Alguns estudiosos explicam que a gagueira é um problema no funcionamento do corpo; outros acham que pode vir de um problema psicológico ou emocional e outros acham que a gagueira aparece devido a um comportamento aprendido, ou seja, a pessoa apresenta certa disfluência, e que por ser reforçada negativamente, acaba se tornando uma pessoa gaga.

Toda criança, no início do processo de iniciar a fala, entre os três e cinco anos, pode apresentar alteração no ritmo da fala, que é chamada de disfluência fisiológica ou de desenvolvimento.

Isso acontece porque as crianças ainda não possuem um vocabulário suficiente para falar todos os seus pensamentos. Com o tempo, ela aumenta o vocabulário, acaba conseguindo produzir todas as palavras da frase que quer transmitir e deixa de gaguejar.

De modo geral, as crianças passam por essa fase que demora pouco tempo. Entretanto, é importante que os adultos, quando a criança estiver gaguejando, não exijam a fala correta dela, não chamem sua atenção para isso, nem critiquem ou façam brincadeiras sobre seu modo de se expressar. Isso ocasiona muita tensão emocional e a criança acaba tendo medo de falar.

Portanto, caros pais, tenham paciência, não demonstrem preocupação, deixem a criança se expressar e mostrem-se interessados por aquilo que ela quer dizer, não em como está dizendo. Procurem não terminar a frase pela criança, nem interrompê-la enquanto estiver falando.

Se a criança apresentar essa disfluência após os cinco anos ou se a família estiver muito apreensiva com isso, procure levá-la para uma avaliação com um especialista.

 

Você pode gostar de ler: Como se inicia a fala do bebê e Saiba se seu filho está se desenvolvendo corretamente

Cecília Lima

Escrito por: Cecília Lima

Confira os 23 posts publicados pela Cecília Lima

Veja Tambm