Fimose: tudo que você precisa saber!

31.03.2014 – Hoje vamos falar sobre a fimose. O prepúcio é uma proteção física e imunológica para a glande (cabeça do pênis) e o orifício externo da uretra (canal por onde sai a urina). Na maioria dos recém-nascidos, o prepúcio é aderido à glande, impedindo sua exposição. Durante o crescimento, com a ação hormonal e ereções intermitentes, essas aderências vão sendo liberadas.

Fimose: tudo que você precisa saber!

O conceito de fimose como condição patológica, que necessita tratamento cirúrgico, surgiu no final do século XVII, possivelmente como resultado de uma epidemia de sífilis, pois nessa doença as feridas causavam aderências do prepúcio à glande.

Atualmente, o tratamento da fimose, na maioria das vezes, é observacional, sem necessidade de intervenção cirúrgica. A retração (exercício ou massagem), frequentemente indicada, deve ser desencorajada já que pode causar cicatrizes e novas aderências que dificultam o tratamento posterior. Caso a postectomia (circuncisão) venha a ser necessária, ela só deve ser realizada após a retirada da fralda.

Mas, muitos urologistas recomendam que se aguarde até a idade de 7-9 anos, caso não haja alguma outra indicação para o procedimento, pois o tratamento clínico por meio do uso de pomadas resolve o problema com sucesso de até 70-80% dos casos.

fimose

 

Dúvidas do consultório e grupo de debate:

1. Quais casos em que a cirurgia é realmente indicada?

A cirurgia é precocemente indicada se a criança apresentar infecções de urina de repetição ou balanopostites (inflamação de glândulas que lubrificam a glânde, que é a cabeça do pênis).

 

2. No caso de a criança não ter apenas a pelinha ”colada” e sim aquele anel da frente fechado, se você fizer massagem, corre o risco de aquele anel estrangular a glande e aí tem que correr para a emergência. Isso é verdade ou mito?

Isso é a pseudo-fimose. No caso, você consegue abaixar o prepúcio, mas a falta de circulação edemacia a glande e a pele não volta. Nesse caso, é preciso ir para o PS (Pronto Socorro). Se o médico não conseguir voltar o prepúcio, configura-se uma urgência em que a criança precisa ser operada. Por isso, não recomendo a massagem. Outra observação é que, se a criança tem pseudo-fimose, tentar puxar a pele pode determinar, como já referi no texto acima, cicatrizes e novas aderências que só pioram o quadro.

 

3. Meu filho tem 1 ano e, por enquanto, o pediatra disse apenas para esticarmos a pele dele toda fez no banho e que está tudo bem, posso fazer isso?

Sim, no banho pode-se tentar abaixar o prepúcio, sem forçar, indo somente ate o ponto possível.

 

4. A pele do pipi do meu pequeno também não abria… Levei ele em dois cirurgiões pediátricos que queriam operar, mas falaram que tiram 70% da pele para que a mesma não volte a grudar. Meu marido ficou horrorizado, porque, sem a pele, pode diminuir a sensibilidade do pipi e ele ter dificuldades mais tarde para a intimidade. Levamos ele ao urologista, que indicou uma pomada, mas na hora da consulta, ao examiná-lo, o próprio médico abriu a pele só com o movimento e depois em casa a gente colocava a pomada… problema resolvido?

A conduta aceita como correta é a acima descrita. Muitas crianças que são operadas precocemente, não o seriam se os pais esperassem. Por isso, hoje a cirurgia só é indicada se, até 7-9 anos (em crianças que não têm infecções de repetição) não houver a exposição da glande. Na cirurgia da fimose, a pele que recobre a glande é removida, deixando-a exposta. Não há problema de perda de sensibilidade.

 

5. O pediatra dos meninos fala que já foi comprovado que fazer esses exercícios não modifica nada e traz desconforto para criança. Qual sua opinião sobre isso?

Está correto.

 

6. Eu estava passando pomada no meu filho e estava quase tudo descolado, faltava a pele ainda descer e ficar abaixo da parte mais gordinha, digamos assim, para finalizar. Então, resolvi ler a bula e estava escrito para passar por um período de tempo de 7 dias e depois parar, é isso mesmo? Como eu teria retorno na pediatra logo, resolvi parar e perguntar a ela se estava ok ou se deveria continuar, mas depois de uma semana, reparei que a pele grudou, voltou à estaca zero, eu não consegui voltar à pediatra na época e só depois falei sobre isso, e ela comentou algo que entendi que a pele voltou e agora não tem mais jeito, é isso mesmo?

A pomada não é para ser usada continuamente. O que ajuda a manter a pele descolada é todo o dia tentar abaixar na hora do banho. Quando isso não é feito, podem se formar aderências. Cabe ao pediatra avaliar. É possível conseguir o descolamento novamente. Uma vez descolado, se todos os dias a pele for abaixada na hora do banho, para limpeza, ela não cola de novo.

 

7. Em que casos a mãe deve levar o filho ao um urologista?

Em geral, o pediatra dá conta disso. O problema é que a conduta vem mudando e os menos informados continuam adotando condutas antigas e não mais aceitas. Nos casos de infecção de urina de repetição ou balanopostites de repetição, o próprio pediatra deve pedir a avaliação do urologista.

 

Quando as mães me perguntam no consultório se ela deve ou não fazer massagem no pênis, eu brinco dizendo que massagem em pênis é masturbação e não acho que a mãe ou o pai devam fazer isso.

 

 

Você pode gostar de ler:

Por que meu filho acorda a noite toda?

Posso oferecer frituras ao meu filho?

Meu filho não escuta bem, pode ser otite

Quando deixar a chupeta e a mamadeira?

 

 

Silvia Castilho

Escrito por: Silvia Castilho

Confira os 54 posts publicados pela Silvia Castilho

Veja Tambm