O retorno à boa forma: exercícios no pós-parto

21.05.2013 – Após nove meses de espera, a chegada do bebê dá início a uma nova fase da vida. Desse momento em diante, dentre as alegrias que o nascimento de um filho proporciona, uma nova preocupação começa a aparecer na vida da mãe: entrar em forma. Para a rotina diária, o retorno a uma atividade física irá ajudar a melhorar o humor, a controlar o stress da nova função de ser mãe e também ajudar na qualidade do sono, devido às endorfinas liberadas durante o exercício.

Para emagrecer com saúde, sem cirurgia, é preciso paciência, perseverança e prevenção. Pensando nisso, seguem algumas dicas:

1 – Quando retornar à atividade física?

Para o retorno ao exercício físico, é essencial que haja a liberação médica. A rotina de exercícios pode ser retomada gradualmente e deve ser individualizada. Geralmente, o especialista recomenda que se reinicie a prática de exercícios após 45 dias do parto, desde que tudo tenha corrido bem na recuperação do processo cirúrgico.

2 – Quais os benefícios do exercício físico pós-parto?

Os principais benefícios do exercício são a manutenção da aptidão física e da saúde, controle do peso e recuperação pós-parto mais rápida. As recomendações do American College of Sports Medicine é que a atividade física seja feita antes e depois do parto, desde que haja liberação médica.

3 – Como iniciar ou reiniciar as atividades?

O recomeço deve acontecer de maneira leve e com progressão gradual. O ideal é que a atividade seja de leve a moderada e, se a pessoa já praticava atividades durante a gestação, que seja de mesmo tipo ou grau de intensidade, ao menos nas primeiras semanas. Caso as condições físicas e médicas permitam, a mulher pode, após um período de adaptação, realizar exercícios vigorosos para reduzir o acúmulo de gordura e a flacidez muscular que ocorre de forma natural durante o período de gestação.

4 – Quais as atividades mais indicadas para recomeçar?

As atividades que trabalhem na sustentação do assoalho pélvico e da musculatura abdominal, na redução do peso, na prevenção de lesões, na melhora de postura e no alívio de dores. Os exercícios no pós-parto terão influência positiva mesmo para mulheres que nunca o realizaram. Deve ser direcionado conforme as necessidades individuais e, para isso, o programa deve ter uma avaliação realizada por um profissional que entenda o que ocorreu no período gestacional e qual a necessidade atual da mulher.

 

placa-colunista-graziella-barreto

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1675 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm