“Nós estamos sim, morrendo de medo de você!”

25.03.2020 – Sabemos que essa situação de confinamento é algo atípico para todos nós e o medo tomou conta de muitas pessoas. Viemos compartilhar o relato de uma mãe que falou sobre seu momento neste período de quarentena e faz muito sentido para todas nós.

Mãe amiga Adiane Rissatti. Veterinária, mãe, esposa, dona de casa entre outras mil funções. Em meio ao caos descobriu uma terapia: escrever!

Ao vírus COVID-19

Estamos a 10 dias em um apartamento De 66m² com telas. Sim, 10 dias porque durante a última semana já precisamos nos isolar devido a uma gripe que pegou nos 4 e foi pior na minha filha menor. Pense como é ficar gripado com essas informações atuais na cabeça. Com mais essa: meu marido trabalhando em São Paulo (maior número de casos). Desespero total! Ah sim, pois é, somos em 4 no apto, na verdade 5: eu, meu marido, duas filhas e também um cachorro! Como nos sentimos? Feitos passarinhos em uma gaiola.

Vim aqui contar um pouco disso a quem se interessar em ler. Mas além do contar, vim escrever. Escrever alivia minha mente.
Passei por alguns anos muito complicados lidando com a depressão e tudo mais que ela carrega no pacote (precisaria escrever um livro pra detalhar).

Além de me sentir um passarinho, também tem o medo, desespero, angústia, choro (muito choro), me sentindo incapaz, atormentada e estressada… foram dias muito difíceis! Com as meninas brigando, a que estava doente 24 horas no colo chorando, tossindo, sem comer, sem beber nada, eu eu meu marido tentando trabalhar home (impossível) e com o plus: ela (a filha mais nova, q estava doente) com crise de terror noturno todas as noites. Conhece Terror Noturno em crianças? A criança parece acordar no meio da noite, coisa de 2 horas depois de dormir. Digo parece porque na verdade ela está dormindo.

Ela grita muito, se bate, bate em quem tentar chegar perto, não reconhece a gente, fica com os olhos arregalados de pavor e chora muito! Sim… terror é a melhor descrição desse momento. Os médicos dizem que é um processo de maturidade cerebral e acarreta 6% das crianças. Não tem o que fazer, dizem que vai passar até os 5 ou 6 anos. O que ajuda é criar rotinas que mantém a calma horas antes dela dormir.

Calma? Que calma? Como fazer isso sendo q a pessoal mais grudada a ela (eu) está em estado total de pânico?! Que loucura.

E foi no meio do olho do furacão que algo aconteceu. Foi no domingo, nem camisola eu tinha tirado e pra variar, estava chorando. Naquela noite ela tinha tido 2 episódios de terror. Foram tão fortes que ela chegou a se urinar. Na manhã de domingo éramos só o a “carcaça do grilo”. Exaustos, deprimidos, perdidos, sem saber mais o q fazer. E uma ligação de vídeo da minha mãe (q saudade do abraço dela) me pegou bem aí nesse momento. As mães sentem né?! Foi aí que algo aconteceu, ela me disse palavras mágicas. Disse: “Ore minha filha! Peça a Deus com todas as forças q tiver! Acredite que isso tudo vai passar! Reze junto com sua família! Suas filhas precisam sentir sua paz! Em todos os momentos q o desespero te tomar, pare o q tiver fazendo e fale com Deus! Peça luz aos anjos! Confie! Te amo!”

Aquilo mexeu comigo. Chorei mais um tanto no banheiro pra ninguém ouvir. Segui o Conselho dela. Não vim falar de religião, mas vim falar do q nos faz bem. Deus faz bem! E como em um abraço, a oração foi me acalmando. Entrei no banho de cabeça! Escovei os dentes, me troquei, passei base, lápis e batom! Passei perfume! Que doidera né?! Mas fez tanta diferença… Assim q estava pronta, desliguei a televisão! Não ia permitir q os noticiários me diminuísse. Liguei a musica, rimos, fizemos churrasco, rimos, brincamos de pega-pega, esconde-esconde, rimos! E oramos! Naquela noite de domingo pra segunda, a pequena teve a crise, mas em menos tempo. E na noite de segunda pra terça, ela finalmente dormiu a noite toda em paz!

Sabe, covid-19 (estou “falando” com um vírus… agora pirei de vez…. bom, que seja!), pois bem seu vírus de uma figa! Nós estamos sim morrendo de medo de você! Nós não suportamos a ideia de perder alguém q amamos! Ainda mais quando a chance maior é desse alguém ser os que nos foram base de vida! Os que nos criaram com suas experiências e vivências. Os que estão a mais anos lutando por nós. Isso é cruel e triste! E vamos SIM lutar com a maior força que temos- Deus!
Mas (sendo ainda mais maluca), quero te agradecer, covid-19. Graças a você, estou vivendo momentos mágicos. Vou me explicar melhor antes que queiram me internar.

Depois de domingo, comecei a olhar as coisas aqui de um outro modo.

Estamos sendo obrigados a ficar juntos em um lugar pequeno. Estamos sendo forçados a nos olhar. A nos sentir. A nos conhecer melhor. Não temos pra onde “fugir”… (como antes que usávamos o trabalho, hora da escola, hora de dormir pra não encarar certas situações). Estamos aqui. Temos q errar e pedir desculpas, porque não tem como ficar muito tempo de cara virada aqui. Temos q conviver e nos ajudar. Temos q viver!

Olhando ainda mais de perto, tem tanto amor aqui!!!

Temos feito coisas que não imaginei antes, ou q quando imaginava, não tinha tempo pra fazer. Montamos uma rotina e estamos penando pra colocar ela em prática.

Ontem, pela primeira vez, colocamos em ação o horário de mexer o Esqueleto… fazemos ginástica (logo eu q não sou fã de exercícios), zumba, dançamos, pulamos corda e cantamos… depois, com uma música super relaxante, deitamos no chão, todos juntos, um meio q em cima do outro e, de olhos fechados, só sabíamos agradecer por aquilo. Até q o cachorro veio lamber nossa cara, quebrou o clima e virou risada.

Tenho visto um pai trabalhando com uma mão no notebook e a outra balançando a criança pra fazê-la dormir. Um pai tentando corrigir coisas do trabalho e pensando no arroz q está no fogo. Que pede pro cliente esperar um minuto na linha enquanto tira a dúvida de uma lição. Pai que durante uma reunião do trabalho por vídeo, vem uma pequena e pula no colo dele chamando pra brincar… Um pai que está sentindo e entendendo como é ser Mãe. Isso não é incrível?!
E vou além… uma menina que termina de comer e lava as louças pra ajudar!

Temos tido tempo!!! Sabe aquele tempo q nunca tínhamos pra nada? Agora temos tempo pra cuidar de nós, da nossa família, do nosso lar, de dentro… tempo pra ouvir, aconselhar, entender, pensar e repensar. E que magico é ter sua filha desabafando com você coisas q a aflige faz tempo.

Temos tido que ensinar coisas q já não lembrávamos mais!!! Não é só ajudar na lição, é tentar ter a didática para ensinar o conteúdo no lugar dos professores, e isso tem nos feito valorizar ainda mais esses profissionais!

Valor…. Cara (vírus), você tem nos mostrado TANTO sobre valor!!!! O valor q tem sentir o vento no rosto e estar ao ar livre, o valor que tem em ir até a padaria, em ir no parquinho com as meninas, o valor q tem de abraçar as pessoas q a gente ama… o valor q tem nosso lar, nossa saúde, nossa paz, nosso trabalho…

Eu sempre gostei muito do meu emprego e da empresa pra qual trabalho, mas nossa… minha empresa tem sido tão especial pra gente. E não tô falando de grana, meu querido vírus, porque eu sou vendedora, recebo por comissão, não tenho vendido nada por sua causa! Nem faço ideia de como vamos pagar as contas… mas tô falando de carinho, de preocupação e solidariedade. É isso q minha empresa tem nos oferecido!!! E como isso acalma o coração. Saber q sua empresa te respeita como ser humano e não como um número. Veja a ironia, uma população inteira lascada financeiramente e não sendo esse o topo das suas preocupações. Dinheiro ficou pro segundo plano. Queremos é saúde! Física e mental. É mágico!!!

Ah e não podia esquecer, temos o horário de orar todos os dias!!! Nos reunimos na cama, lemos o evangelho, conversamos sobre ele, cantamos… quanto gostoso é esse momento! E dá forças… dá paz!

Estamos aqui, por sua causa vírus, vivendo como parceiros, como amigos, com desafios, com intensidade, com amor, É… estamos aqui vivendo como família! E sim, preciso mesmo te agradecer por isso!

Porque quando tudo passar, (vai passar e vamos vencer) a certeza q agora tenho é: Vou sentir uma saudade danada desse confinamento!!!!

 

Confira também:

Notícias boas sobre o coronavírus

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1922 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm