Equilíbrio e respiração

Vida de mãe, esposa, profissional… CORRERIA!!!

Corremos para levar o filho à escola, para deixar a casa em ordem, para gerarmos resultados positivos no nosso trabalho e ainda temos que estar bonitas e saudáveis.

Em alguns momentos, conseguimos lidar com essa situação, em outros temos crises, com ataques de irritação que afetam todos que estão ao nosso redor. Sem contar ataques devorando toneladas de chocolate, litros de refrigerantes etc.

Por que não apostar em uma válvula de escape mais saudável???

Respiração

O simples ato de respirar conscientemente pode nos fazer voltar ao equilíbrio. Fácil, barato e prático, pode ser feito em qualquer lugar…

Como fazer?

Sente com a coluna ereta no lugar que estiver mais disponível para você (com certeza um lindo jardim ou uma praia seriam os lugares perfeitos, mas como isso nem sempre é possível não podemos deixar que a falta de um lugar ideal nos limite).

Após sentar, comece a perceber como está:

– O ritmo da sua respiração: lento ou rápido?

– O fluxo do ar: fluido, pausado ou sem ritmo?

– A parte do tronco que a respiração está mais predominante: peito, costelas ou barriga?

A respiração curta, pausada ou sem ritmo e com predominância no peito, indica que você está fora do seu equilíbrio. A respiração lenta, fluida e baixa (diafragmática) indica que você está no controle das suas emoções.

No momento que começa a prestar atenção na respiração, ela se torna voluntária e você pode manipulá-la. Então comece a deixar a respiração mais lenta, coloque a mão na sua barriga e a sinta inflar dando espaço para entrada do ar, depois sinta a barriga murchar empurrando o ar para fora do seu corpo.

Uma alternativa para deixar a respiração cada vez mais lenta é contar o tempo que você demora para desprender o ar: comece contando até 4 para expirar e vá aumentando gradativamente esse tempo até atingir o seu limite. O limite máximo não pode interferir na inspiração seguinte, ou seja, você deve soltar o ar o mais devagar possível, desde que não atrapalhe a respiração seguinte.

Faça esta respiração algumas vezes por dia (cerca de 2 minutos por vez), para ajudar a prevenir um possível descontrole, ou durante o momento de tensão e nervosismo para conseguir se acalmar. Você e todas as pessoas ao seu redor vão perceber a diferença em seu equilíbrio!

 

Escrito por: Michelle Julio Barreto

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1893 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm