E, assim, conheci meu amor…

12.06.2013

 

Dia dos Namorados, clima de romance no ar… me deu vontade de contar histórias de amor… e as meninas me ajudaram a buscar dentro do grupo de debates casos lindos (alguns engraçados… rs). Vamos conhecer alguns?

Tricia Abrahao maes amigas“Vamos lá… conheci meu marido numa tarde de carnaval, na casa de um amigo em comum. Ele tinha ido pular carnaval em Santo Antonio de Posse, arrumaram briga com os caras de lá e estava cheio de galos na cabeça. Pra ajudar, tinha acabado de entrar na facul e estava careca… confesso: não foi amor à primeira vista, não… kkkk. Desse dia em diante, fomos ficando muito próximos, a nossa turminha se encontrava quase todos os dias… fui me apaixonando aos poucos. Até que um dia, fui com ele levar a irmã dele ao pronto socorro e, dentro do carro, na porta do Samaritano, rolou o primeiro beijo. Ficamos por 2 meses e eu quis terminar o rolinho, quando ele me pediu em namoro (fui a primeira namorada dele). Namoramos 7 anos, quando estava noiva, casamento marcado e pago, resolvi terminar tudo (louca eu?!). Ficamos 13 meses separados e então pudemos perceber o quanto éramos essenciais um para o outro. Voltamos em junho, em julho (re)marcamos o casamento (para abril), em setembro ficamos oficialmente noivos (pela segunda vez… rs) e, em novembro, 2 dias depois de mandar o convite do casamento pra gráfica, peguei meu Beta HCG positivo! Conclusão: casamos em fevereiro de 2006, com a nossa princesa a caminho. Estamos juntos há 15 anos e tenho certeza que ele é o amor da minha vida, com quem viverei até ficar bem velhinha, se Deus quiser!!”

(Trícia Abrahão, casada com Paulo, mãe da Jullia e do Davi)

 

 

Leila Faria maes amigas“Conheci meu marido na internet, no bate-papo do UOL, mas ele nega até a morte! rsrsrs… Quando perguntam para ele, responde que nos conhecemos na faculdade… rsss… Depois dessa matéria não vai ter mais jeito de esconder! Somos a prova de que os opostos se atraem!!! kkk”

(Leila Faria, casada com Leonardo, mãe do Guilherme e do Miguel)

 

 

Melina Favarin maes amigas“Meu pai tinha dois amigos de faculdade, e eles casaram com três amigas, todos no mesmo ano, todos tiveram três filhos, todos com a mesma idade! Então, eu e o Matheus nos conhecemos quando éramos bebês… mas daí cada um foi para um canto e nos separamos. Quando meus pais fizeram 25 anos de casados, convidamos eles para irem à festa, mas só foram os pais… e a mãe dele se encantou comigo… Depois de um mês, eram os pais deles que iam fazer 25 anos, eu fui… mas ele estava com uma menina!!! No dia seguinte, ele ligou em casa e me convidou para um churras… e eu e meus irmãos fomos. Ele estava com outra menina… poxa, pensei, que galinha… rsrs… Aí, na véspera do Natal, eu e meu pai passamos na casa dele para desejar feliz Natal…. ele estava me falando da terceira menina…??? affff… bom, daí ficamos amigos e passado um tempo fiquei com ele… 2001… namoramos 4 anos e meio, nunca ficamos um dia separado… mas em 2005, brigamos e terminamos… Sofri, mas bola pra frente… Em 2006, no meu aniversário, ele pediu para voltar… me mostrou o projeto da casa, falou se eu quisesse mudar alguma coisa, a hora era essa, porque era lá que a gente ia morar… fiquei pasma… como gostava dele… voltei e em 2008 casamos!!!”

(Melina Favarin, casada com Matheus, mãe do Miguel)

 

 

Thaty Matano maes amigas“Conheci meu marido em 2002, no colégio, nós estudávamos juntos no 2º colegial, éramos muito amigos, mas ele diz que gostava de mim desde essa época… Quando acabou o colégio, foi cada um para um canto e eu namorava. No final de 2005, nos reencontramos, eu já não estava mais namorando e nem ele, começamos a sair, mas só como amigos… em 2006, acabamos ficando uma vez e eu não quis mais, tinha medo de estragar a amizade. Aí, ele arrumou uma namorada em Minas Gerais e se distanciou. Foi quando eu percebi que o amava… bom, fui atrás, né… rss… ele largou dela e começamos a namorar. Isso foi em 2007, em 2008 noivamos e em 2011 casamos. Hoje, Dia dos Namorados, completamos 6 anos juntos!”

(Thaty Matano, casada com Jason, mãe da Manuella)

 

 

Roberta Barbi maes amigas“Minha história parece um filme, rs. Eu tinha 15 anos, Renato 18. Éramos vizinhos desde pequenos, mas apenas nos cumprimentávamos. Uma vez, eu estava saindo de casa com minha mãe e vi ele passando. Me escondi atrás do pilar, soltei o cabelo, falei “oi” pra ele e entrei no carro. Minha mãe falou: “Não sei porque, mas tenho certeza que um dia você vai namorar com esse menino”… Bom, um dia estava conversando com uma vizinha, e ela comentou que ele tinha ido para os EUA fazer um intercâmbio de 6 meses. Se passou 1 mês, mais ou menos. A Tania (minha amiga) começou a namorar com o Luiz (amigo dele), eles também moravam na nossa rua. O Luiz comentou com a Tania que o Renato sempre falava de mim. Foi aí que eu deixei a Tania passar meu e-mail pro Luiz, que passou pra ele. Ficamos 5 meses conversando por e-mail, todos os dias… trocávamos em média 4 emails por dia. Era engraçado conversar tanto com uma pessoa que nunca tinha conversado pessoalmente, rs. Também trocávamos cartas e presentes. Cheguei a mandar um pingente de ouro pra ele, com o rosto de Cristo, que ele usa até hoje. No dia em que ele voltou, nos encontramos. Conversamos pouco, mas lembro como se fosse hoje do primeiro olhar, do primeiro beijo no rosto (ai, ai… suspiros, rs). Mesmo ele estando no Brasil, continuávamos conversando por e-mail, rs. Ele me avisou que ficaria uns dias no sítio da família. Pensei: “Poxa, tá demorando demais esse encontro”, rs. Um dia, estava na casa da Tania e ele passou lá com o Luiz. O casal entrou e nós dois ficamos lá fora, sozinhos. Foi aí que rolou o primeiro beijo e tudo começou! Namoramos 10 anos, de julho de 1999 a outubro de 2009. Aprendemos e construímos muitas coisas juntos. Entrada na faculdade; primeiro, segundo, terceiro emprego; formatura; compra do nosso carro e terreno onde construímos nossa casa e moramos hoje… Depois de 9 meses de casados, soubemos que a família ia aumentar e, em março de 2011, a Renatinha chegou. São quase 14 anos de muito amor, cumplicidade, amizade, parceria. Saudade de relembrar como tudo começou…”

(Roberta Barbi, casada com Renato e mãe da Renata)

 

 

Vivian Araujo maes amigas

 
“Eu conhecia meu marido há mais de dez anos porque ele jogava bola às vezes no mesmo time do meu ex-noivo. Ele também namorava. Ficamos um bom tempo sem nos vermos e aí comecei a treinar na academia em que ele trabalhava. Estávamos solteiros e o convidei para uma comemoração do meu aniversário. Ficamos e depois de 3 anos, casamos.”

(Vivian Araujo, casada com Flávio, mãe do Gustavo)

 

 

Debora Favoreto maes amigas“O meu marido me viu na feira hippie e conhecia um amigo meu que descobriu que, no final de semana seguinte, eu ia ao Flor de Lis. Ele foi lá por minha causa, quando o vi vindo em minha direção, já me apaixonei e tinha a certeza de que seria eterno, sem conhecê-lo… digo que, para ambos, foi amor à primeira vista. E estamos há 10 anos juntos… E a cada beijo que trocamos, ainda sinto o mesmo frio na barriga que senti no nosso primeiro beijo…”

(Débora Favoreto, casada com Rafael, mãe do Guilherme)

 

 

Adriana Cardoso maes amigas“Conheci meu marido no Banco do Brasil, mudou de gerente e ele foi visitar minha loja, eu era noiva de casamento marcado… acreditam??? E me apaixonei… perdi a cabeça. Fazia terapia na época e meu terapeuta me disse a seguinte frase: você está nessa dúvida, a única certeza é que essa pessoa que você está hoje não é a pessoa da sua vida, se viver o que tem para viver com o Renato, pode durar uma noite e pode durar uma eternidade, você só vai saber se viver! Agora, se continuar nesse relacionamento, amanha aparecerão “outros Renatos”… Ahhhhhhhh… larguei tudo, inclusive a casa dos meus pais… em um mês fomos morar juntos!!! Três anos depois veio a minha princesa… Aiii, que frio na barriga só de lembrar!!! Sou cada vez mais apaixonada pelo meu marido!”

(Adriana Cardoso, casada com Renato, mãe da Isabella)

 

 

Adriana Chaves Yansen maes amigas“Eu conheci meu marido na aula de física da faculdade… a primeira vez que eu o vi pensei: nossa, achei! vou casar com ele e ter filhos! (ok, eu tinha 19 anos…rs). No começo ele não me dava bola e, para “puxar papo”, eu montava os exercícios todos errados e acabava pedindo ajuda. Passado alguns meses, começamos a ficar e eu achei que não tinha nada a ver, que não era ele. Aí, quando eu não quis mais, ele começou a me dar moral e ficar atrás (e eu achei grude demais!). Entre idas e vindas, havíamos decidido que não dava certo e que ficava por isso mesmo, cada um na sua. Ficamos de 2004 a 2008 sem nos falar, e nos encontramos num barzinho novamente (mais velhos e mais maduros). Daí engatamos o namoro, casamos e hoje temos uma filhota!”

(Adriana Chaves Yansen, casada com Gustavo, mãe da Paola)

 

 

Juliane Faria maes amigas“Conheci meu marido no trabalho, mas éramos ambos casados com outras pessoas. Me separei, continuamos amigos, ele se separou um tempo depois (diz ele que era porque estava apaixonado por mim! rs). Isso foi em 2008. Em 2010 fomos morar juntos, casamos em 2011 e nosso filhote chegou em 2012. Ele é o grande amor da minha vida, um príncipe mesmo!!”

(Juliane Faria, casada com Eduardo, mãe do João Pedro)

 

 

Maira Sterque Vicentin maes amigas“Eu sou casada há 7 anos e conheço meu marido há mais de 12. Eu era amiga da irmã dele e ele me dava carona na volta da facul. Ficamos muito amigos, mas sempre rolou um clima… acabei mudando de Santos para Campinas e continuamos nos falando, até que um dia, rolou uma oportunidade  e combinarmos de sair… ficamos, namoramos e terminamos depois de 6 meses, não deu certo: eu queria muita balada ainda e ele queria noivar, eu tinha 21 e ele 25 na época. Quase perdemos o contato, a não ser pela minha irmã, que sempre falava com ele pelo MSN. Comecei a namorar depois de 1 ano que terminamos e ele depois de 2 meses, ele ficou noivo e eu também. O meu terminou logo depois que começou e, de novo, eu estava solteira… um dia eu estava no micro da minha irmã e vi ele chamando e perguntando se estava tudo bem… me passei por ela e disse que estava tudo sim e falei que estava com a minha irmã (ou seja eu mesma! rs) em casa e, de repente, ele pergunta, mas ela mudou de SP? Está solteira? eu/minha irmã (rs) respondo que sim e digo que preciso sair… antes, ele me conta que está para marcar a data do casamento. Não parei de pensar nisso… Era um domingo e, na quarta seguinte, ele me liga e pergunta se está tudo bem… eu levo o maior susto, respondo que sim e ele fala: “Você está para vir para a praia?”. Eu já tinha combinado de ir no fim de semana, respondo que sim e ele me fala que tinha acabado de ficar solteiro e que me esperava para a gente sair na sexta… Não acreditei?! Fiquei espantada e sem dormir direito até a bendita sexta, nos reencontramos… foi demais perceber que eu ainda sentia muito amor por ele e que não era a toa que eu sempre pensava nele… No dia 18 de junho desse mesmo ano, resolvemos nos “juntar” e dividir o mesmo teto, “importei” ele para Campinas e hoje com 2 lindos filhos somos o acaso que deu certo!”

(Maíra Sterque Vicentin, casada com Alberto, mãe do Gustavo e do Felipe)

 

 

Manuela Chequer Monteiro maes amigas“Conheci meu marido no serviço. Em um ano e meio, namorei, noivei e casei! OBS: com 5 meses de namoro, mudei para cidade que ele morava e arrumei um serviço. AMO MUITO!!!”

(Manuela Chequer Monteiro, casada com Sergio, mãe do Raul)

 

 

Gislaine Cristina Zachi“Conheci o Reinaldo na Passarela do Chope, um bar onde meus primos e amigos tocavam pagode. Um dia, estava dançando com um amigo e vi o Reinaldo e meu melhor amigo o conhecia. Falei que ele podia me apresentar. Meu amigo falou que tinha uma pessoa para lhe apresentar, mas na semana seguinte eu não saí e minha amiga ficou de olho nele. Uma semana depois, estávamos na Yes Brasil, e ele me viu conversando com meu amigo e falou que não queria conhecer a tal Gislaine e sim a loira que ele estava conversando… Ainda bem que era a mesma pessoa! Ele me chamou para dançar e ficamos. Estamos juntos há 13 anos e 4 meses, moramos juntos há 2 anos e meio e temos nossa Helena há 2 anos e 1 mês…”

(Gislaine Cristina Zacchi, casada com Reinaldo, mãe da Helena)

 

 

Ana Paula Fadigas maes amigas“Conheci meu marido na net também, no UOL Campinas… kkkkk, eu sou de Santos, e quando vim pra Campinas, não conhecia ninguém, aí entrei um dia e marquei com ele no Giovanetti! depois desse dia, a gente se vê todos os dias! kkk”

(Ana Paula Fadigas, casada com Rodrigo, mãe da Marina)

 

 

Mariane Maceno maes amigas“Eu conheci o meu marido no trabalho, em 2008. Fizemos 10 dias de treinamento juntos, exame médico e, no dia de começar a trabalhar, ele desistiu!!! Nós não trocávamos uma palavra. No dia seguinte que ele saiu do serviço, pediu pra uma colega em comum meu telefone! Enrolei ele mais ou menos uma semana, marcando e desmarcando encontros; ele não fazia meu tipo, rs!!! Quando saímos a primeira vez, ficamos e não largamos mais! Em 2009 noivamos e, logo depois, fomos morar juntos, por 6 meses! Em fevereiro de 2010 me casei… em maio de 2012 nasceu o Pedro! Já são quase 5 anos… Somos muito amigos, companheiros… Amo meu marido!!!”

(Mariane Maceno, casada com Anderson, mãe do Pedro)

 

 

Roberta e familia maes amigas“Eu e meu marido estamos juntos há 7 anos e meio e casados há 4 anos e meio. Diego namorava uma prima de uma grande amiga minha e da minha irmã. Assim que eles terminaram, ela começou a sair com a gente e era bem cansativa porque só falava mal dele! rs… Minha irmã e nossa amiga acabaram ficando amigas dele e saímos em grupo algumas vezes. Ele dava algumas investidas, mas demorei para me render… rs. Acho que a diferença de idade me assustava no início (13 anos), mas hoje essa diferença passa tão despercebida e tenho certeza que foi Deus que nos uniu e nos enviou dois de seus anjinhos, abençoando a nossa relação!”

(Roberta Cardoso De Melo Stellino, casada com Diego, mãe da Catarina e do João Gabriel)

 

 

Arinha Melo maes amigas“Conheci meu marido em dezembro de 2003… ele era meu aluno… hehe! Eu tinha 23 anos, prestes a fazer 24 (em janeiro) e ele tinha 19 (faria 20 em março)… ele estava no segundo ano de engenharia agronômica na USP, em Piracicaba, e eu, imagina, já formada e era coordenadora da escola (Wizard Piracicaba)… No último dia de aula, rolou festa na república… e daí e já era! kkkk! Dia 04/12 próximo faremos 10 anos de muito amor, companheirismo, respeito, tudo que um casal que se preze tem!! amo muito!”

(Arinha Melo, casada com Andre, mãe do Murilo)

 

 

Regina Prado maes amigas“Conheci o Léo em 2005 no Cartoon em Souzas. Eu era divorciada, com 43 anos e ele solteirão convicto, com 38 anos. Depois de 5 meses, estávamos morando juntos. Nós não tínhamos filhos e, pelo meu histórico, resolvemos adotar. Veio a Sofia e estamos super felizes. PS: eu fui a primeira namorada que ele levou pra conhecer a mãe dele!”

(Regina Prado Zanes Furlani, casada com Leoni, mãe da Sofia)

 

 

Patricia Fontainha maes amigas“A minha história é engraçada… conheci meu marido no ano 2000 na antiga Cervejaria Continental, em cima era um bar normal e, na parte baixa, funcionava o Porão… uma discoteca. Na época, eu tinha 3 graus de miopia, não conseguia usar lentes e, sair de óculos era algo fora de cogitação. Portanto, podem imaginar o quanto eu enxergava à noite, no porão de um bar e com luzes piscando… kkk… Estava em pé, na direção do bar, e percebi um moço olhando pra mim. Perguntei pra minha amiga “aquele moço tá olhando pra mim?”. Ela disse que sim. Perguntei de novo “mas ele é bonito?”… e ela disse que sim também… kkkk… um gato! Então resolvi investir, sem ter ideia de como ele era, exceto pelo vulto branco da camisa….kkkk. Só que ele era tão tímido, que uma ostra conseguia se comunicar melhor que ele… rss. Até que um amigo dele, que estava de paquera com a minha amiga da turma, resolveu nos apresentar. Mas, para piorar o rolo, o amigo me apresentou como Joyce (nome da minha amiga) e ele ficou comigo jurando que eu chamava Joyce… kkk… Ficamos um de frente pro outro e o homem não falava nada, gente! Eu pensei “xi, não gostou de mim e não sabe como sair da situação”… rss… mas não! Era timidez. E não é que ele tentou me beijar sem mal falar comigo!!? Daí eu empurrei… mas depois de umas 3 frases não resisti… rss. Pois é, hoje ele ainda é do tipo reservado, mas em vista de quando o conheci é outra pessoa. No início do namoro, pensei que nem fosse dar certo porque eu sou estabanada demais pra ele. Só que, hoje é isso que equilibra nossa relação muito feliz, que já dura quase 13 anos. Namoramos 6 anos e meio, moramos juntos por 1 ano e nos casamos em 2008! Ah, eu fiz cirurgia de miopia em 2003, para a sorte de todos… kkkkk”

(Patricia Fontainha, casada com Marcos, mãe da Laura)

 

Conte pra gente como você conheceu o seu grande amor, é só deixar um comentário abaixo!

 

placa-elis

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1953 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também