Dentes separados. Isso é bom ou ruim?

11.06.2013

 

O ideal é a criança ter os dentes um pouco separados na primeira dentição (dentes de leite). Se, nessa época, os dentes estiverem muito juntos, os dentes permanentes (definitivos) poderão não encontrar o espaço de que necessitam para se desenvolverem corretamente.

Primeira dentição

Os espaços entre os dentes na primeira dentição, além de serem bons para garantir que os dentes permanentes tenham espaço suficiente para crescerem (já que são mais largos) também facilitam a higienização, já que é mais difícil parar alimentos entre os dentes, e a criança, ou os pais, conseguem fazer a escovação e passar fio dental mais facilmente.

Dentição mista

Na fase da troca de dentição, chamada de dentição mista, ocorre um espaçamento entre os dentes permanentes anteriores superiores, o qual será naturalmente fechado na época do nascimento dos caninos permanentes. Essa fase dura em média 3 ou 4 anos (dos 8 aos 11 anos de idade) e é chamada de fase do “patinho feio”.

Dentição permanente

A dentição permanente não deverá ter espaços entre os dentes, eles deveram estar alinhados, um ao lado do outro. Se, nessa fase, tiver espaços entre os dentes, será necessário verificar qual é o motivo e escolher o melhor tratamento:

– Dentes pequenos em arcada óssea grande poderão ter os espaços fechados com ortodontia e/ou preenchimento com material estético.

– Dentes ausentes podem ser reabilitados com coroas e implantes, ou com tratamento ortodôntico.

– Doença gengivais, no adulto, precisam ser tratadas com o periodontista (especialista em gengiva), já que resultam na perda do osso de suporte dos dentes, e com isso podem aparecer espaços entre os dentes, na região próxima à gengiva.


Blog materno maes amigas espaco entre os dentesEm torno de 6 anos de idade, está indicado fazer uma avaliação com um ortodontista para detectar
algumas anomalias, que se forem corrigidas precocemente, poderão evitar tratamentos mais demorados e complexos no futuro, tais como:

Anormalidade do freio labial: O freio labial (que é o pedaço de tecido que se estende desde o interior do lábio superior até a gengiva e que está acima dos dois dentes superiores da frente) poderá, em alguns casos crescer demais e causar maior espaçamento entre esses dois dentes. Se isso ocorrer, deverá ser feito a remoção desse tecido.

-Projeção dos dentes para frente por hábitos como chupar o dedo, mamadeira ou chupeta, ou por deglutição atípica (onde a língua pressiona os dentes empurrando os para frente). Os dentes ao se projetarem para frente, poderão criar espaços entre eles.

 

 

 

 

 

placa-tripicchio

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1923 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm