Dance com o seu bebê

29.04.2013 – Quem precisa ficar em casa após o nascimento do bebê e esperar que ele cresça ou que a vida acalme para retomar as suas atividades físicas e sociais? Será que existe algo a se fazer?

Quem tem problema com seu bebê para dormir e quer ajuda?

Quem gostaria de fortalecer o vínculo com seu bebê?

Perguntas como essas provavelmente devem ser comuns e instigantes para muitas mamães e podem ser respondidas através de uma novidade que está se difundindo pelo mundo: Dança com seu bebê!

Tudo começou de uma maneira informal quando uma professora de dança de salão estava apreciando seu marido dançar com seu bebê num sling (popularmente chamado de canguru) e percebeu que, ao som da música e o aconchego de estar no peito, o bebê se tranquilizava curtindo o balanço da dança. Desde então, a professora de Tokyo desenvolveu a aula de baby dance e fundou a “Baby Dance Association”, no Japão.

Há mais de três anos essa modalidade criada na Ásia vem tomando espaço em vários países como Estados Unidos e Reino Unido. A nova modalidade está chegando ao Brasil despertando o interesse de diversas mulheres devido aos benefícios encontrados tanto para a mamãe quanto para o bebê.

 

Dentre os benefícios para a mamãe podemos relatar:

– Retorno à vida social;

– Reeducação postural após uma mudança de eixo gerada pelo aumento de peso e deslocamento do centro de gravidade durante a gravidez;

– Diminuição do peso;

– Melhora da ansiedade e do estress gerados pela nova rotina;

– Fortalecimento do vínculo com o bebê.

 

Já para o bebê os benefícios também são significativos:

– Proporciona a proximidade com a mãe, que o carregará em seu peito todo o tempo, fazendo com que o bebê sinta e escute o coração da mamãe;

– O balanço da dança relaxa e acalma o bebê, que sai da aula tranquilo e feliz;

– Pode reduzir a incidência de cólicas;

– Melhora a qualidade do sono;

– Aguça os sentidos;

– Fortalece o vínculo com a mamãe.

 

Que tal pegar seu bebê e dançar?

Proporcione esse prazer para vocês!

:: Quando fazer: A partir da 8ª semana após o parto ou antes, com a liberação do médico/obstetra.

 

placa-colunista-graziella-barreto

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1828 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm