Contei para minhas filhas sobre o irmão no céu

selo materia mae amiga

 

Marina Vasconcellos

Mãe da Sofia, Henrique, Laura e Vitória

♥ “Resolvi contar uma (história) linda e verdadeira… a história delas!.”

 

18.11.2015 – Essa noite, como quase todas as outras, fui colocar as pequenas na cama e elas pediram “conta uma história, mamãe?”

Como é impossível resistir aos 4 olhinhos “piscantes” e aos 2 dos sorrisos mais charmosos do (meu) mundo, perguntei: “História de livro (que já existe) ou da cabeça (da mamãe)?”
As duas responderam juntas: “Da cabeça!” – elas tem preferido essas atualmente, meu teste de imaginação de cada dia…

 “Contei para minhas filhas uma (história) linda e verdadeira… a história delas!”

Com a criatividade em baixa para inventar uma história, contei para minhas filhas uma linda e verdadeira… a história delas! Duas carinhas surpresas me olhavam e comecei…

Conta uma história, mamãe?

contei para minhas filhas“Era uma vez uma mamãe e um papai que tinham uma filha, a Sofia, que eles amavam muito… Formavam uma família muito feliz!

A Sofia já tinha quase 4 aninhos, era um pouquinho menor que vocês, e a mamãe achou que já estava na hora dela ganhar um irmãozinho ou irmãzinha.

“A Sofia já tinha quase 4 aninhos, e a mamãe achou que já estava na hora dela ganhar um irmãozinho ou irmãzinha.”

Mamãe e papai pediram ao Papai do Céu para dar a eles mais um bebezinho, para deixar a família maior e mais completa. Logo depois, mamãe percebeu que sua barriga começou a crescer! Ela e papai foram ao médico e, ao colocar um aparelhinho na barriga da mamãe, descobriram que já tinha um bebê lá dentro, com um coraçãozinho batendo e tudo! Todos ficaram muito felizes e deram a notícia à Sofia. Ela ficou muito alegre e contou a todos os amigos da escola no dia seguinte…

Depois de um tempo, mamãe e papai descobriram que esse bebê era um menino! Mamãe ficou muito surpresa, pois só sabia cuidar de princesa, mas se apaixonou pela ideia e decidiram dar a ele um nome de príncipe: Henrique.

“Decidiram dar a ele um nome de príncipe: Henrique.”

A barriga continuou crescendo e mamãe foi cuidando de todos os detalhes… Com ajuda da Sofia, papai pintou o quarto de verde, mamãe fez com as próprias mãos os quadrinhos, enfeites e tudo que era necessário para fazer um quarto tão bonito e aconchegante como tinha preparado alguns anos antes para a Sofia.
Finalmente chegou o dia de ir para o hospital, Henrique estava chegando!!! Estavam todos muito felizes e alegres, a mais nova “irmãzona” não falava em outra coisa…

Henrique nasceu grandão, chorou forte e foi para o colo da mamãe. Mamãe sentiu seu cheiro, lhe deu um beijo e disse que o amava. E então o levaram para tomar banho e descansar… Ele era lindo, bochechudo e rosado. Mas, no dia seguinte, aconteceu uma coisa que deixou todo mundo muito triste. Papai do Céu ficou com muita saudade do príncipe Henrique e o levou de volta para o Céu. Mamãe chorou, papai chorou, vovôs e vovós choraram… Todo mundo que tinha esperado pelo Henrique, e já o amavam muito, estavam tristes com a notícia. Mamãe e papai foram buscar a Sofia na escola e ver ela entrar no carro toda feliz procurando pelo irmãozinho partiu o coração da mamãe.

“Papai do Céu ficou com muita saudade do príncipe Henrique e o levou de volta para o Céu.”

contei para minhas filhasMamãe precisou de uma ajudinha do Espírito Santo para escolher as palavras e explicar para a Sofia que seu irmãozinho tinha nascido com um dodói no coração, que os médicos não poderiam consertar. Mamãe também pediu à Sofia que não ficasse brava e nem triste com o Papai do Céu, e disse que Ele nos daria forças para aguentar a saudade… Além disso teríamos, para sempre, um Anjinho da Guarda pra cuidar especialmente da gente…

Durante algum tempo nossa família ficou triste, muito triste… Parecia que nossos dias tinham perdido a cor… Mamãe e papai tiveram que fazer muitas coisas difíceis como desmontar o berço, guardar as roupinhas, tirar os quadrinhos das paredes. Algumas vezes, a Sofia encontrou a mamãe chorando sozinha, mas sempre dava um jeitinho de fazê-la sorrir.

“Depois de um bom tempo, mamãe achou que o coração dela já estava pronto pra tentar de novo.”

Mas, depois de um bom tempo, mamãe achou que o coração dela já estava pronto pra tentar de novo. Ela e papai rezavam todas as noites, pedindo que Papai do Céu mandasse DOIS bebês de uma vez, já que seria a última chance da mamãe ter mais neném e aumentar a família como tanto sonharam.

contei para minhas filhasA barriga da mamãe começou a crescer de novo! Como o papai estava viajando, a mamãe foi ao médico com a dindinha da Sofia. Quando o médico passou o aparelhinho na barriga da mamãe ele mostrou uma linha e dois pontinhos… um de cada lado da linha! Nessa hora a mamãe já soube: Papai do Céu tinha realizado o seu desejo!!! Os pontinhos eram vocês! Dois lindos bebês, com dois coraçõezinhos pulsantes… ERAM VOCÊS, meus amores!! Todo mundo chorou de novo, mas agora era de pura alegria!

“O médico passou o aparelhinho na barriga da mamãe ele mostrou uma linha e dois pontinhos… Os pontinhos ERAM VOCÊS, meus amores!!”

Algum tempo depois soubemos que eram duas meninas e mamãe escolheu os nomes Laura e Vitória, dois nomes diferentes mas com o mesmo significado: vitoriosas!!

Mamãe novamente fez um lindo quartinho… Desta vez era tudo em dobro, tudo mesmo, inclusive os medos e as alegrias…

Então, chegou o grande dia… primeiro nasceu a Laurinha e, dois minutos depois, a Vivi, que assim que nasceu fez xixi na barriga da mamãe (claro que elas acharam a maior graça nessa parte!)!!

contei para minhas filhasMamãe rezou muito pra não sair do hospital de braços vazios de novo, e Papai do Céu novamente nos abençoou… Vocês nasceram no tempo certo, grandinhas e fortes, e em apenas dois dias fomos todos juntos para casa: vocês duas, mamãe, papai, a Sofia e o nosso príncipe anjinho lá do Céu nos acompanhando!

“Mamãe rezou muito pra não sair do hospital de braços vazios de novo”

A cada dia vocês crescem mais um pouquinho e nos deixam orgulhosos e alegres por serem meninas tão espertas, lindas e boazinhas…

Essa história não acabou, ainda tem muita coisa pra acontecer… Vamos ver como será o amanhã!”

Muito amor e gratidão pelos meus filhos, cada um com seu papel na minha vida e na minha história…

Contei para minhas filhas sobre o irmão no céu

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1791 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Tambm