Como cortar as unhas do bebê?

17.05.2013

 

As unhas dos bebês, principalmente dos recém-nascidos, são molinhas (como se fossem de couro). Elas, entretanto, cortam ou arranham o bebê. Com o passar das semanas elas se tornam mais duras. Cortá-las pode parecer uma tarefa fácil mas, exige alguns cuidados para evitar o corte da pele dos dedos.

A primeira regra é que o procedimento seja feito por duas pessoas – uma segura o bebê e outra corta as unhas.

“O melhor momento é quando o bebê está mamando ou dormindo.”

Existem nas lojas especializadas tesouras de ponta redonda ou cortadores retos. O principal é que se preste bastante atenção e se separe bem a unha da ponta do dedo. Um jeito bom de segurar a mão do bebê é deixar que ele agarre o dedo polegar da pessoa que está segurando. Quem vai cortar segura um a um o dedo da unha a ser cortada.

Deve-se sempre cortar em linha reta pois, isto evita o encravamento da unha, principalmente, as dos dedos do pé. Alguns bebês já nascem com as unhas encravadas. Mesmo com pequena inflamação dos cantinhos deve-se ter paciência e deixar a unha crescer. Pode-se, nesses casos, usar uma pomada com Neomicina, mas que será prescrita somente pelo pediatra.

Algumas pessoas costumam tentar retirar as pelinhas com os dentes. Este não é um bom procedimento e pode causar inflamações locais.

Para as mamães de primeira viagem, vale levar na bolsa da maternidade luvas para colocar nas mãozinhas dos recém-nascidos para protegê-los dos arranhões até que se adquira confiança para cortar as unhas do bebê.

Silvia Castilho

Escrito por: Silvia Castilho

Confira os 54 posts publicados pela Silvia Castilho

Veja Tambm