Atividades domésticas: 5 motivos para envolver as crianças

04.11.2019 – Você sabe quando pode deixar seus filhos fazerem atividades domésticas? Incentivar que as elas participem dessas tarefas auxilia no desenvolvimento e reflete na vida adulta.

Clara Freitas
Mãe do Gabriel, coach e consultora em educação não-violenta. No site Mães Amigas, escreve sobre Disciplina Positiva, área na qual possui especialização.

Instagram: @educacaoempatica

Importância da participação da criança nas atividades domésticas

Quando crianças a primeira grande batalha que enfrentamos é a de sermos autônomos fisicamente, começando pelo controle do próprio corpo – através das conquistas como rolar, sentar e andar – até o controle do ambiente que nos cerca.

Especialmente dos 0 aos 6 anos, é através das atividades do cotidiano que a criança começa a exercitar e aprimorar essa autonomia. Atividades como lavar louça, guardar a compra do supermercado e até mesmo descascar a própria banana possuem um enorme significado para a criança.

Infelizmente vivemos numa sociedade que entende que ao fazer as coisas pela criança estamos demonstrando amor e que ao mesmo tempo duvida da capacidade da criança. Sendo assim, permitir que esse processo aconteça é um grande desafio de auto-observação e autoeducação por parte dos adultos.

Crianças e atividades domésticas

Por esse motivo, decidi listar 5 benefícios que colhemos quando permitimos que as crianças participem das atividades diárias da casa:

1. Autoconhecimento

A conquista pela autonomia está intimamente ligada com o processo de autoconhecimento. Quando a criança tem a oportunidade de fazer diferentes atividades, ela começa a identificar aquilo que ela gosta e o que não gosta, além de identificar suas capacidades e dificuldades.

2. Noção de responsabilidade

É na primeira infância que semeamos os principais valores que nossos filhos levarão consigo ao longo da vida, e a responsabilidade é um deles.
Quando permitimos que nossos filhos cuidem de suas coisas e participem das atividades da casa, estamos incentivando que eles sejam adolescentes e adultos responsáveis.

3. Aumento do sentimento de capacidade

As crianças nos observam o tempo todo e acham verdadeiramente fascinante cada coisa que fazemos, para elas somos como super-heróis.
Quando você permite que seu filho faça algo que você também faz ele passa a acreditar na sua própria capacidade, uma característica fundamental para que ele tenha vontade de ir além e conquistar seus objetivos.

4. Preparação para autonomia interna

No processo de qualquer aprendizado, as crianças primeiro aprendem no mundo concreto para então aprenderem no mundo abstrato.
Por isso, a conquista da autonomia física é o primeiro passo para que a criança conquiste a si mesma, intelectualmente e emocionalmente, sabendo gerenciar seus desejos e suas emoções.
Ela também é a raiz para que a criança busque entender como o mundo funciona, se interessando por diferentes assuntos e aprimorando seus estudos.

5. Resiliência e força de vontade

Para que a criança aprenda a realizar determinada tarefa, ela irá errar muitas e muitas vezes.
Se encorajada nesse processo, a criança irá adquirir resiliência e força de vontade, ambas habilidades fundamentais para quando ela for adulta.

Cabe também destacar que incentivar a autonomia da criança não é um processo simples.
Precisamos estar atentos ao ambiente, de modo que ele seja preparado para que a criança perceba que consegue fazer as atividades. Por exemplo, observe se o cabide em que a criança precisa pendurar a mochila da escola está na altura dela ou se ela tem um banquinho em que ela possa subir e lavar as próprias mãos.

Além disso, é importante entendermos que o tempo e o ritmo da criança é diferente do nosso. Respeite esse tempo. Se for preciso, comece a atividade um pouco antes para que a criança consiga fazê-la no seu ritmo.

Crianças e atividades domésticas

Sei que é desafiador, mas não se esqueça o que semeamos na infância, colheremos na vida adulta.

Texto escrito por Clara Freitas.

Revisado por Madame Conteúdo.

Confira também:

Alessandra Assumpção

Escrito por: Alessandra Assumpção

Confira os 56 posts publicados pela Alessandra Assumpção

Veja Tambm