7 praias tranquilas para quem quer fugir da muvuca do Carnaval

19.02.2019 – Carnaval é sinônimo de multidão, agitação e badalação para a maioria das pessoas – mas não para todas. Em levantamento feito em 2016 pelo MeSeems, site de pesquisas online e em tempo real, 28% dos entrevistados disseram não gostar da folia. Nós consultamos o site Guia Viagens Brasil e reunimos 7 praias tranquilas para quem quer fugir da muvuca do Carnaval. Espia!

 

Bonete, Ilhabela – São Paulo

É considerado um dos lugares mais bonitos de Ilhabela. Com areia bem branquinha, mar um pouco revolto e aspecto de praia selvagem e pouco explorada, ela só tem acesso via mar (de lancha ou canoa) ou trilha de 12 km, que pode durar até 6 horas. Ao chegar, é possível curtir a beleza do cenário formado por águas cristalinas e árvores ao redor dos 600 metros de faixa de areia. Também dá para fazer outras trilhas até cachoeiras ou parar em um dos quiosques para comer frutos do mar e tomar um drink!

 

 

Icaraí, Amontada – Ceará

Fica a menos de três horas da capital do estado. Conhecida como Icaraizinho pelos moradores da pequena vila rústica, a praia conta com piscinas naturais de mar cristalino, trilhas pela mata nativa da região e um pôr-do-sol de tirar o fôlego. Tudo com aquele ambiente devagar, quase parando, de interior.

 

 

Ilha de Boipeba, Cairu – Bahia

A cerca de 200 km de Salvador, o local é um oásis de sossego no litoral baiano, com praias paradisíacos e cenários deslumbrantes por toda a região. A ilha tem piscinas naturais de águas cristalinas, coqueiros a perder de conta e muita natureza. Nela, não entram carros e todo o ambiente é dos mais rústicos. Suas praias principais, como Ponta dos Castelhanos, Moreré, Bainema e Tassimirim esbanjam beleza sem fim.

 

 

Praia de Galinhos, Galinhos – Rio Grande do Norte

Galinhos é um pequeno município a aproximadamente 160 km da capital. Com praias desertas e natureza preservada, a vila de pescadores já vem chamando atenção no turismo nacional, mas ainda é tranquila o suficiente para curtir o Carnaval em paz.

A principal praia é a do Farol, com suas piscinas naturais de tirar o fôlego. Toda a região é cercada de dunas. O acesso é feito de barco e o povoado tem ruas de areia para manter o charme.

 

 

Brava da Almada, Ubatuba – São Paulo

Nela, não há quase ninguém. As estruturas também são raras – nada além de duas casinhas de pescadores locais. O acesso é por uma trilha curta e a praia é completamente selvagem. O ambiente tem muitas árvores perto do mar e pedras em que as ondas batem.

 

 

Riacho Doce, Conceição da Barra – Espírito Santo

Com muita natureza ao redor e o encontro do rio com o mar, o cenário é realmente paradisíaco. A dificuldade de acesso ajuda a manter o local intocado: são 10 km à pé ou 17 km de carro, em estradinhas de terra.

 

 

Lagoinha do Leste, Florianópolis – Santa Catarina

Nela, só se chega de trilha ou de barco – o que garante o ambiente mais reservado.  Enquanto o mar tem ondas revoltas e aparência cristalina, o riacho e a lagoa, que dá nome à praia, são perfeitos para um mergulho refrescante. O lugar é praticamente todo dos poucos aventureiros que encaram a trilha de quase 3 horas para chegar.

 

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1675 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também