Viagem a Orlando com duas crianças

03.07.2013

selo materia mae amiga

Mariana Botazini

Mãe da Ana Júlia (4 anos) e Ana Lara (1 ano e meio)

♥ Pesquisou muuuito antes de viajar a Orlando, curtiu de montão com a família e agora conta tudo pra gente

 

Olá, Mães Amigas! Fiquei uns dias pensando por onde começar essa matéria e resolvi contar, resumidamente (lógico!), passo a passo, como foi minha experiência em Orlando com duas crianças, desde a organização da viagem até a ida aos parques.

Assim que decidi o período da viagem, a primeira coisa que fiz foi um cronograma com a programação dia a dia. Mesmo que você mude alguma coisa por lá (e sempre muda) é bom você analisar, antes de ir, os horários de abertura e fechamento dos parques para que possa aproveitar ao máximo. E toda a emoção já começa aí… Mostrar as passagens pra minha filha mais velha e dizer que ela iria conhecer as princesas foi simplesmente demais!

Feito isso, estudei todos os mapas e sabia direitinho em quais brinquedos queria ir e o trajeto que iria fazer dentro de cada parque. Claro que não saiu tudo como planejado, mas tinha noção de onde estava cada atração… Ou não! Confesso que mapa nunca foi o meu forte, rsrsrsrsrs… Pra isso servem os maridos!

Não posso deixar de citar, aqui, um blog que me ajudou muito em toda a pesquisa pré-viagem: Andreza dica e indica a Disney. Recomendo!

dicas para viagem orlando disney

Bom, com um super guia na mão, embarquei para o destino dos sonhos, levando duas princesinhas, Ana Júlia (4 anos) e Ana Lara (1 ano e meio). E o marido, pra olhar os mapas! (Brincadeirinha, amo o meu e ele se divertiu como criança também!) 

A viagem de avião foi tranquila! Pegamos um voo noturno direto pra Orlando, achamos que assim seria mais fácil por estarmos com duas crianças, e de fato foi. Elas dormiram o voo todo!

Chegando lá, elas estavam ligadíssimas e nós um caco, porque para elas dormirem bem, alguém tinha que ficar acordado, né?! No caso, papai e mamãe… Tudo bem, descansaríamos na volta, afinal estávamos na “Disney”! Como disse a Juju, o primeiro dia nem contou porque não teve parque, começamos, então, nossa maratona no segundo dia… Animal Kingdom!

dicas para viagem orlando disney

Pela primeira vez na Disney, não imaginei que minha filha de 4 anos ligaria para autógrafos, e sim, ela ligava! Quando fomos tirar a primeira foto com personagens ela perguntou onde estava o seu caderninho e eu tinha mesmo esquecido de comprar, embora tivesse anotado no meu guia… Mas, ainda bem que eu tinha o guia, já que não serviu pra eu ler antes, pelo menos serviu de “folha” para os primeiros autógrafos. Depois, corremos até a lojinha do parque pra comprar um lindo, das princesas, e então começar a peregrinação atrás de todos os personagens em todos os parques visitados! Por isso, mamães que estão com viagem marcada, não se esqueçam desse item!

Segundo dia, Magic Kingdom. Brinquedos? Não… Fila do Mickey, da Cinderela, Rapunzel, Aurora… E por aí vai… Inclusive tivemos que repetir esse parque (já estava programado) porque não tínhamos visto todas as princesas e nem o show noturno. Juju e Larinha amaram a parada da tarde “Celebrate A Dream Come True Parade” e, desde que voltamos, elas ouvem a música todos os dias. Na minha próxima visita poderei cantá-la porque já sei de cor! E acreditem, minha pequena com 1 ano e meio tinha um sorriso no rosto que fez valer qualquer sacrifício para estar ali.

Pausa no fim de semana para compras e passeios fora dos parques. E, na definição da Juju, esses dias foram bem sem-graça! A não ser pela chegada de uma prima muito animada e disposta a encarar os parques restantes com duas meninas lindas a “tiracolo” e um pai e uma mãe, digamos assim, um pouco cansados… Mas muito empolgados! Afinal ainda tínhamos uma semana toda pela frente, uhuuulll!!!

Nova semana e “bora” pro Hollywood Studios… Atrás da turma do ToyStory, Os Incríveis, Montros SA e etc… Porque nem só de princesas vive a Disney! E esse parque tinha várias atrações para adultos também, então o jeito foi se dividir. E aqui entra uma boa dica pra quem vai com duas crianças. Comprei pelo Amazon uma trava, que une dois carrinhos como de gêmeos. O nome é Munchkin Stroller Links. Foi fundamental para que pudéssemos nos revezar nas filas.

dicas para viagem orlando disney

Ana Lara, Cinderela e Ana Júlia

Indico também o uso de walktalk, porque às vezes ficava com as crianças em algum lugar de interesse delas (leia-se: fila dos personagens), enquanto meu marido ia numa montanha-russa. E assim não ficava presa, era só avisá-lo caso mudasse de lugar. Compramos pelo site da Amazon também.

Aproveitando, já que entrei no assunto de produtos, preciso indicar um pote térmico que é ótimo e mantém mesmo a temperatura da comida por algumas horinhas. É da marca Foogo. Uma mãe amiga antenadíssima nos produtos americanos que me deu essa dica, valeu Arinha! Fazia comidinha à noite no hotel e levava pro almoço do dia seguinte, tudo bem que elas preferiam comer batatinha, mas pelo menos eu tentei! E outra dica valiosa é: adiante tudo o que puder em compras pela internet porque lá o tempo voa e é precioso demais.

capa chuva carrinho_dicas para viagem orlando disney

Nem tudo no guia foi seguido à risca… Eu tinha uma listinha do que comprar no primeiro dia mas, como o tempo estava bom, abandonei as capas de chuva que constavam nela e… Eis que chove nesse terceiro dia de parque, deixando os carrinhos encharcados, pois estavam estacionados enquanto fomos a uma atração. A solução foi comprar capas pra nós e as crianças ali no parque mesmo. E ainda bem que tinha levado toalha (dica valiosa 2: sempre levar toalha e troca de roupa na mochila!), assim as crianças puderam deitar em cima delas. Óbvio que no outro dia passamos logo cedo na babyRus pra comprar duas capas de carrinho, porque secá-los com o secador do hotel não foi, assim, tão divertido! Mas o dia compensou, porque mesmo com uma chuvinha leve que durou umas 2 horinhas apenas, a gente conseguiu ficar até à noite pra assistir ao espetáculo Fantasmic. Muito lindo! Vale a pena!

E no decorrer da semana teve Magic Kingdom de novo, Sea world e Island of Adventure.

Mais uma dica boa de parque para os pais que vão com crianças pequenas: abusem das filas Single Rider. Enquanto um espera do lado de fora o outro vai numa fila curtinha e bem rápida. Depois é só trocar! Eu me lembrei dessa dica porque usamos muito em todos os parques, mas em especial no último, Island of Adventure da Universal, na atração “Harry Potter and the Forbidden Journey”, pois é a maior fila e a única que não aceita o Express. Não fiquei nela por mais de 15 minutos e a atração é imperdível! Esse parque não tem tanta coisa pra criança nem a Magia Disney, mas vale a pena para os adultos e fãs de super-herois. Já minhas filhas se divertiram à beça com uns esguichos que têm em determinada área do parque, como estava calor, foi uma delícia! Todos paravam pra olhar… Simplesmente lindas e felizes!!!

dicas para viagem orlando disney

Ah, em tempo, só mais uma dica… Fui escolher fotos pra colocar nessa matéria e, na foto escolhida, vi a pulseira da Juju e lembrei que mandei fazer no site www.grudadoemvc.com.br, pulseiras de identificação, com nome do pai, telefone e o nextel. Segurança nunca é demais, né?!!! Rosa pra uma e lilás pra outra! 

Bom, é isso! Espero que tenham gostado, estou à disposição pra qualquer dúvida ou pra mais dicas. Amei Orlando e pretendo voltar em breve… Demos uma passadinha por Miami na volta, mas não tem nem comparação… E o vôo da volta foi bem tranquilo também, olhinhos cansados mas com um brilho mais do que especial!

Celebrate A Dream Come True, and you might just find a wish for you. When you close your eyes, then you realize, any dream is possible!”

É isso aí, feche os olhos e verá que qualquer sonho é possível!

 

Dicas de Mãe Amiga

No avião

– Levar um travesseiro, caso tenha bebê, para ele dormir em cima, como se fosse um colchãozinho. Travesseiro fino, nada muito fofo ou grosso (dica da Mãe Amiga Arinha Melo). Levar também o DVD portátil ou tablet com os vídeos carregados.

– Bebês até 2 anos tem direito a 1 volume de 32Kg + bagagem de mão + carrinho ou qualquer outro acessório de auxílio (não precisa despachar).

– Viajando com crianças é permitido que você leve, dentro do avião, líquidos ou alimentos pastosos, desde que a quantidade seja compatível com o itinerário. Nós não tivemos problema pra embarcar com leite nem na ida nem na volta. Levei uma lata de leite em pó e 1 garrafa de 1 litro de leite fechada. E, de lá pra cá, também consegui embarcar com garrafinha de água e caixinhas de leite de 200ml, é mais burocrático, a inspeção é maior na sua bolsa, mas tranquilo.

– Lembre de despachar na mala o restante das latas de leite e achocolatado. Levar também fralda e fralda de piscina. São coisas que ocupam a mala somente na ida e vale a pena não ter que se preocupar com isso lá.

Aluguel de carro

– Reserve o carro antes de ir, pela internet! Nós alugamos pela locadora Álamo. Foi a melhor em custo/benefício, mas também era a maior fila no aeroporto. Tudo tem seu preço, né?!!!

– Não saia da locadora sem o Sun Pass, um chip de pedágio que é obrigatório para uso das auto-estradas — e, em Miami, ele permite que você use vias expressas.

– Vale a pena pagar pelo E-pass, onde você não precisa parar nos pedágios, pois só pagará depois, em seu cartão de crédito. Todos os carros da Alamo já tem esse serviço, mas é bom confirmar.

– Você pega o carro num prédio anexo ao aeroporto que, por sinal, é bem sinalizado.

O que levar na mala

– Remédios diversos para crianças e adultos. Antes de viajar, pegue as receitas necessárias e as doses e leve tudo com você.

– Cópias plastificadas de todos os passaportes.

– Cupons de desconto já impressos.

– Mapas dos outlets e shoppings a serem visitados para já assinalar as lojas desejadas!

O que comprar no primeiro dia

– Walk-talk

– Aquele ventiladorzinho que solta água para as crianças porque faz MUITO calor (dica da Mãe Amiga Maria Carolina Sae)

O que colocar nas mochilas em dia de parque

– Ingressos, cópias dos passaportes e Carteira de Habilitação

– Protetor solar e labial, óculos escuros, câmera

– Boné, capas de chuva, roupas extras e sempre um casaquinho!

– Toalha e chinelos

– Analgésicos, garrafa de água, petiscos

Links dos parques

https://disneyworld.disney.go.com

www.seaworld.com

www.universalorlando.com

Dicas gerais para os Parques

– Pegar mapas em português e inglês (gratuitos) nas entradas de todos os parques

– Não pare logo na entrada: durante a manhã, procure visitar as atrações mais distantes, pois normalmente ficam mais vazias.

– A tendência natural das pessoas é começar a caminhar pelo parque em sentido horário, logo, faça-o em sentido anti-horário ou cruzando para a parte de trás do parque.

– Estacionamento: todos os parques possuem seu próprio estacionamento. Eles são sempre gigantes, portanto, tome nota do local onde está estacionado o seu carro, que será sempre composto por um tema (ex: personagem), identificando a área, e um número da fila. É sempre bom também anotar a placa do carro, pois tem muitos iguais. Se você não tem boa memória, a dica é sempre fotografar a identificação no chão para ajudar a lembrar na saída.

– Photo Pass na Disney: em diversos locais do parque e, principalmente, junto a todos os personagens, existem fotógrafos profissionais, que podem tirar a sua foto e fornecer um bilhete com um código. Toda vez que você tirar uma foto, basta fornecer esse passe para o fotógrafo e depois você poderá ver e comprar todas as fotos na saída do parque ou pela internet.

– Datas Especiais: caso seja a sua primeira visita à Disney, informe isso no Guest Relations para ganhar um broche comemorativo e ainda receber algumas regalias no parque (esqueci de fazer isso!)

Itens perdidos: caso você perca qualquer pertence no parque, tente sempre perguntar primeiro para os funcionários no local onde você acha que perdeu, mas caso não encontre vá até o Guest Relations, que é a central de achados e perdidos do parque. Na Disney, eles costumam encaminhar todos itens encontrados em até 2 horas para essa central, mas pode demorar mais, portanto não desista rápido! Caso você só sinta falta do pertence no dia seguinte, na Disney basta entrar em contato com a central de achados e perdidos (407-824-4245), que fica ao lado do Transportation e Ticket Center (TTC) no estacionamento para o Magic Kingdom. Funciona! Minha filha perdeu o boné dela no Sea World, logo na entrada, mas só percebemos mais tarde. Como o “Achados e Perdidos” era na entrada/saída, deixamos pra fazer isso na hora em que estávamos indo embora, e não é que estava lá!

– Ingressos perdidos: é sempre bom fotografar sua parte traseira, onde se localiza o código de barras, pois com esse número eles conseguem emitir uma segunda via do seu ingresso sem custo e na hora no Guest Relations, ou seja, você não perde nada. 

– Nos parques da Disney existe o Baby Care Center, equipado pra trocar e dar papinha aos pequenos. Logo que chegar ao parque, localize-os no mapa, estão com o símbolo de uma chupeta. No mapa do Sea World procure pelo símbolo de uma mãe com bebê no colo.

– Evite os parques nos dias em que oferecem Extra Magic Hours, a não ser que você esteja hospedado em um dos hotéis do complexo.

– Evite os parques em dias de eventos, como Star Wars Weekend, Gay Day, Dia das Mães, Dia dos Pais etc.

– Evite os parques em feriados americanos e nos finais de semana que os antecedem.

– Aprenda a usar o Fastpass nos parques da Disney. É um esquema legal para “furar” filas. Você retira seu ticket e volta na atração num determinado intervalo de hora. Só use se o tempo de espera for maior que 30 minutos, caso contrário não compensa, pois ficará impossibilitado de pegar outro Fastpass até que o tempo do primeiro vença. O sistema é gratuito, basta estar com seu ingresso em mãos.

Child Swap: Para as atrações radicais onde as crianças não podem ir, existe o Child Swap, ou seja, troca de criança. Tanto nos parques da Disney, quanto nos da Universal existe solução para o problema, mas os métodos são um pouco diferentes. Na Disney funciona da seguinte maneira: pai, mãe e criança(s) devem se dirigir até a entrada da fila e um funcionário estará por ali. Mostre a criança e ele dará uma espécie de Fastpass. Um dos dois vai para a fila normalmente, enquanto o outro fica com a criança (e o passe) do lado de fora fazendo outra coisa (comendo, visitando outra atração, vendo as lojinhas…). Quando o primeiro sair, o segundo não precisará ficar na fila. Basta se dirigir à entrada destinada ao Fastpass e entregar o passe e “furar a fila”. Se você já tem um Fastpass normal para aquela atração, melhor ainda, pois nenhum dos dois precisará ficar na fila. Nesse caso somente um precisará de Fastpass, pois o outro entrará com o Child Swap. Procure já avisar logo no início da fila que se trata de Child Swap.

EXPRESS- Island e Universal: Aqui você paga pelo seu fura fila. E, ao comprar o seu, vai furar fila na maioria das atrações, sem precisar priorizar, reduzindo o tempo de visita ao parque e deixando mais tempo livre no fim do dia para outras atividades. O preço é único, independente se você usará somente 2 atrações ou em todas. Os passes podem ser comprados pela internet (já com data marcada), no guichê fora do parque ou num balcão logo após as catracas. Não aconselho comprar antes, pois você pode ter algum problema e precisar alterar a data ou cancelar o passeio e ter gasto num fura fila que nem vai usar.  

Aplicativos para Celular

Vale a pena baixar os aplicativos que monitoram e informam o tempo das filas de cada atração em tempo real dos parques. Existem aplicativos gratuitos, é só procurar… E nos parques tem wi-fi. E criem também uma conta no My Disney Experience.

Onde baixar/ fazer o download:

1) Iphone: Pelo Itunes     2) Android: Pelo Google Play   3) Blackberry: Pelo Blackberry App World

Certifique-se de que você está baixando o aplicativo para o destino certo: Walt Disney World Wait TimesUniversal Orlando Wait TimesSea World Orlando Wait Times e Busch Gardens Tampa Wait Times.

 

Agradecimentos

A maioria dessas dicas foi tirada da internet, mas já não me lembro de onde especificamente, então deixo registrado aqui os blogs que me ajudaram na organização da viagem e na construção do meu super guia: Andreza dica e indica a Disney, Wazari-Orlando, Viajando para Orlando e Viajando com Pimpolhos, além das Mães Amigas que contribuíram MUITO com seus comentários no grupo de debates!

 

Você pode gostar de ler: Viajando com os pequenos para a Disney! Oba!!, matéria publicada em 2012, com depoimentos e dicas de outras Mães Amigas, confira todas as dicas da colunista Arinha Melo sobre as coisas que amamos nos EUA e Programação de férias: confira as matérias de cultura, lazer e viagens para julho/2013

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1389 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também