Um passeio na famosa Lagoa do Taquaral!

17.08.2012 – Dia de sol, vontade de sair de casa com a criançada, mas sem muito dim dim no bolso. Você com certeza passa muitas vezes na frente, mas nem se da conta que pode ser uma opção de diversão em um belo domingo de manhã. Então que tal uma voltinha no Parque Portugal, mais conhecido como Lagoa do Taquaral? Rs

Lagoa do Taquaral Campinas

Famosa Lagoa do Taquaral

Parece simples, mas vocês não imaginam quanta coisa tem para fazer e como a criançada se diverte. O suficiente para cansarem e dormirem um bom tempo –  enquanto mamãe e papai preparam o almoço de domingo (rs). Como a Michelle está atolada resolvi eu mesma contar essa experiência para vocês e motiva-los a sair de casa logo cedo. Quem sabe não conseguimos um encontro Mães Amigas em pleno domingão?!

Acordamos domingo cedo e tomamos um café da manhã. Ao chegar à Lagoa fomos direto ver o “piu-piu” que o Miguel tanto ama. Ficou encantando com todos e não parava de imitá-los.  A Lagoa conta com umas 5 gaiolas grandes e é possível ver periquitos, pavões e outras aves. Nada de muito lindo, mas encantador para quem está entrando no mundo dos animais.

Por falar em animais tem duas estátuas de elefantes (um está caolho) que a molecada adora escalar….rs….e para não deixar para trás, deixamos os nossos filhos brincarem de domadores de elefante.

O “pece” também é atração para o Miguel. Depois que aprendeu a falar, nunca mais esqueceu. Compramos um saquinho de ração e fomos jogar para os peixinhos na beira da Lagoa. O lugar é sujo e não tem um cantinho especial onde é possível fazer isso com clareza, mas foi divertido ver aqueles peixes gigantes se amontoarem na lagoa e a carinha de felicidade do Miguel em alimentá-los não teve preço. Os patos também passam às vezes.

A Ni quis andar no bonde. E por 2,00 é possível dar uma volta na Lagoa e apreciar o verde, além de relaxar. Na verdade não tem nada demais, mas os pequenos acham o máximo e essa alegria é que faz “juz” (existe isso? rs) ao passeio.

Paramos para tomar um sorvete e também brincar no parquinho. Descobri que lá tem uma cama elástica, mas é preciso desembolsar 4,00 para pular por algumas horinhas.

Também existe o passeio de pedalinho, mas confesso que fiquei com preguiça de pedalar, e também com medo de acontecer alguma coisa. Amigos (sem filhos) foram e disseram ser difícil pedalar o tempo todo, então só apreciamos a paisagem, que não deixa de ser bonita.

 

 

– Vi muitas crianças com bicicletas, mas como o Miguel não anda ainda, só fiquei me imaginando chegar nessa fase…rs

– Para quem tem cachorro a visita se restringe ao lado de fora, uma vez que é proibida a entrada de animais, com isso, decida antes se o seu amigo peludo irá ou não desfrutar do delicioso passeio. (Barthozinho ficou de fora dessa vez.)

– Mas, como a maioria deve saber, do lado de fora não deixa de ser gostoso. É possível tomar um delicioso suco natural (com as mais variáveis combinações) e degustar milho com manteiga e crepe de queijo após caminhar pela rua apreciando a paisagem e desfrutando de um passeio saudável.

– Vi na frente do parquinho um fraldário. Mas é um mármore duro, portanto leve algo que sirva de apoio (e maciez) caso precise trocar o bebê.

– Não visitei o banheiro, então não sei as condições que se encontra.

– A famosa caravela ainda está em construção (aliás, faz tempoooo).

– O parque possui áreas de pic nic, mas estão muito abandonadas….mas, mesmo assim, é possível encontrar um cantinho para um rápido lanchinho em família.

– A área de esportes é um lado bem bacana da lagoa. A meninada que curte skate, bicicleta e bola com certeza irão aproveitar.

 

 

 

 Reportagem: Polyana Pinheiro

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1449 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também