UM DIA NA MARIA FUMAÇA

[13.04.2012]

Hoje é sexta feira e dia de pensar em alguma atividade para fazer com as nossas crianças no final de semana. Vai aí uma dica… Que tal fazer um passeio de Maria Fumaça?

– Piuíííííí…!!! Apita o trem na estação de Campinas às 14:30. Era um domingo ensolarado e a fila para comprar o bilhete estava comprida. O cenário era um verdadeiro resgate ao passado. Avós e avôs comprando pipoca para seus netos no inicio da estação; pais com seus filhos no ombro mostrando cada detalhe da maquete sobre o local; mães tirando fotos e filmando cada momento, cada detalhe e cada sorriso… e crianças de todas as idades correndo de baixo para cima, com os olhos brilhando, para acompanhar as roda de ferro da Maria Fumaça que estacionava na ferrovia.

– Mamãe…mamãe… Olha! A “Malia Umaça”… Foi emocionante ver o meu pequeno imitando o apito do trem com a boca e movimentando o braço como um maquinista! Vale a pena!!! (Michelle Occiuzzi, mãe do Hector, 2 anos)

O passeio durou três horas e meia. Sai da estação de Anhumas, em Campinas. Durante o percurso, o passageiro era presenteado não apenas com o ventinho no rosto que vem da janela, mas também com uma vista que ainda era encantadora: muito verde, fazendas centenárias, cavalos, gados e muita história nos “cemitérios ferroviários”. Em alguns momentos o trem fazia uma parada para você conhecer de perto vagões antigos e que estão passando por restaurações.

E quando os olhos se voltaram para dentro dos “carros de passageiros” (pois os vagões são usados apenas para carregar animais e mercadorias; e não pessoas), a família inteira se divertia com a banda que ia de carro a carro cantando a música que o passageiro escolhia; se distraia comprando sorvete; se encantava com as explicações históricas do guia do passeio e podia, até mesmo, aproveitar para fazer compras do “Shopping da Maria Fumaça” (aceita cartão de débito). Depois de passar por Pedro Américo, Tanquinho, Desembargador Furtado e Carlos Gomes…o Trem á vapor chegou á Jaguariúna e lá as crianças podiam visitar o museu do telefone, a feirinha de artesanato e acompanhar a explicação do guia de como funciona uma locomotiva.

“A parada é rápida, mas para aqueles pais que querem tomar um chopp geladinho, é possível”

Maria Fumaca Campinas

Porém, vai aí alguns alertas:

Existem vários horários, mas o mais recomendado para fazer com as crianças é esse do Domingo, ás 14:30, pois elas provavelmente já almoçaram. Como o retorno é as 18h, as crianças vão para casa e jantam. Alguns horários invadem o almoço e não dá tempo de almoçar na estação! A não ser que você leve o almoço na malinha…

Levem água, levem as crianças para fazer xixi antes de entrarem no trem (é um pouco difícil usar o banheiro do “carro de passageiro”. As crianças não podem ficar circulando) e levem boné! O sol na volta invade os bancos.

Como o trem é movido à lenha, em alguns momentos o vento trás alguns pedacinhos de brasa para dentro da janela. Portanto, não coloquem o seu filho diretamente no vidro, deixem a janela metade fechada e usem roupas velhas… rsrs … A camiseta e o short´s do meu marido furaram quando a pequena brasa caiu na roupa dele.

De resto Mães Amigas…. É só diversão!!!!
Aproveitem o passeio!

Crianças de 5 a 12 anos, estudantes (com apresentação de carteira) e maiores de 60 anos pagam meia passagem.

Mais informações estão no site, clique aqui ou no telefone: (19) 3207-3637 ou (19) 3207-429

Michelle Occiuzzi

Escrito por: Michelle Occiuzzi

Confira os 62 posts publicados pela Michelle Occiuzzi

Veja Também