E se a criança não mastigar certo?

29.01.2014 – No início de dezembro, escrevi uma matéria sobre o bom desenvolvimento dos órgãos fonoarticulatórios, ou seja, na situação em que as estruturas (lábios, língua, bochechas e céu da boca) e os músculos que utilizamos para falar estão funcionando de forma adequada. Hoje iremos abordar o que acontece se a criança não mastigar certo os alimentos.

Nesse texto, vamos falar das alterações que ocorrem na motricidade oral em crianças pequenas e porque elas ocorrem. As alterações na motricidade podem interferir no desenvolvimento da fala e no crescimento global da criança. Quais seriam algumas dessas alterações?

1.Alterações na mastigação:

Observe se a criança mastiga de um lado só, pois esse fato pode levá-la a apresentar um lado da face mais desenvolvido do que o outro. Outra alteração seria a criança comer com os lábios entreabertos, pois isso pode indicar que ela está respirando pela boca, o que não é correto. Além disso, se a criança prefere comer alimentos pastosos e não sólidos, fique atenta (o) pois o ato de mastigar é fundamental para o crescimento dos ossos e para o equilíbrio dos músculos da face.

2.Alterações da deglutição (engolir o alimento):

E se a criança não mastigar certo?

Observe se, ao comer, a criança deixa muito alimento dentro da boca, sem conseguir engolir. O correto é mastigar várias vezes o alimento, triturá-lo bem, dos dois lados da boca, e engolir o bolo alimentar, sem deixar muito resto de comida dentro dela. Outro problema frequente é quando a criança, ao tentar engolir, precisar colocar a língua para fora da boca, entre os dentes. O correto é a criança engolir com os lábios fechados, sem a necessidade de abrir a boca para tal.

3. Alterações na respiração:

No caso da criança ter hipertrofia de adenoides (aumento das adenoides) ou das tonsilas (amígdalas), desvio de septo ou alergias, é comum o aparecimento de um padrão de respiração pela boca e não pelo nariz. Esse problema é muito comum. É importante lembrarmos que uma alteração assim, pode causar grandes prejuízos para a criança, na postura corporal e dos órgãos da face, trazendo problemas de várias ordens, tais como: de olfato, no apetite, no crescimento da arcada dentária e, com o decorrer do tempo, problemas de sono, da atenção, da concentração e de aprendizagem.

Portanto, fiquem atentas (os) a esses fatores descritos acima. Qualquer alteração, procure um especialista para uma avaliação.

 

Você poderá gostar de ler

A importância de introduzir alimentos sólidos para o bebê

A comunicação do bebê

Meu filho dorme de boca aberta

Cecília Lima

Escrito por: Cecília Lima

Confira os 23 posts publicados pela Cecília Lima

Veja Também