Raspei meu Cabelo e me Redescobri Confiante

Raspei meu cabelo e me redescobri

16.10.17 – Quando criança eu era aquela menininha linda de olhos verdes e cachinhos dourados, sempre muito vaidosa com o cabelo. Na adolescência estava sempre buscando o loiro perfeito, fazia banho leite, chá de casca de cebola, ia longe buscar babosa. Se me falassem que bosta de vaca era bom para o cabelo eu passava! Perdia horas dos finais de semana cuidando da cabeleira. Mal sabia nessa época que raspar o cabelo me tornaria mais forte!

Raspei meu Cabelo e me Redescobri Confiante

Daniela Finotti
Mãe da Carolina, Isabela, João Pedro, José Luiz e Gabriel
♥ “Foi uma experiência incrível, esse movimento esta me trazendo muitas revelações, autoconhecimento, parece que agora eu sou realmente eu!”

 

Na época dos vestibulares, meu cabelo caiu devido ao stress. Na faculdade passei a cuidar menos e com o trabalho passei a deixar o cabelo de lado. Com a chegada da maternidade então, nem se fala, ai desandou tudo! A prioridade eram os três bebês para cuidar, eu vivia de coque, até que resolvi cortar e nunca mais deixei crescer.

Sempre pensei em raspar a cabeça e recomeçar do zero. Conheci algumas pessoas que rasparam por diferentes motivos e isso sempre me chamou atenção. No meu íntimo pensava que um dia faria isso, mas sempre me faltou coragem. Já tive cabelos de diferentes cores e cortes, mas nunca o meu cabelo puro, natural. Com tantos anos de química, eu não sabia mais como era o meu verdadeiro cabelo.

Depois de acompanhar durante sete dias meu avô com câncer e vê-lo morrer, criei coragem. A nossa vida é muito curta, temos que fazer o que sentimos vontade, ter coragem de mudar, seja para raspar o cabelo, mudar de profissão ou parar de fumar, pois, depois pode ser tarde de mais.

Foi um momento muito intenso, e eu tive o total apoio do meu marido! Foi ele que raspou minha cabeça com o seu barbeador. Eu brinco que ele já me deu varias provas de amor, estamos sempre fazendo algumas loucuras juntos, como ter 5 filhos, voar de asa delta, visitar a Africa, ou raspar o cabelo. Parceria total.

Não foi fácil, foi muito difícil! É uma vida com cabelo, uma vida com coque. Acho que meu subconsciente ainda é cabeludo. Teve momentos em que peguei o pente para pentear ou tentei tirar a chiquinha do cabelo antes de dormir.

Sobre as crianças, eles tiveram reações diferentes. Teve o que chorou, o que ficou emburrado, o que ficou do meu lado e a que pegou o celular e mandou mensagem para meus pais. Na primeira semana eles ficaram com vergonha da mãe careca, agora eles gostam e ficam passando a mão.

Sobre as outras pessoas, o choque maior mesmo foi a primeira semana, as pessoas me olhavam com dó, me desejavam boa sorte e outras perguntavam se estava fazendo quimioterapia. É difícil ver uma mulher careca e não associar com o câncer. Estou gostando muito do novo visual, me sinto mais forte, confiante e livre. Sempre estou pronta! Foi uma experiência incrível, esse movimento esta me trazendo muitas revelações, autoconhecimento, parece que agora eu sou realmente eu!

Albert Espinosa, no livro “O Mundo Amarelo”, diz que: “O que você mais esconde é o que mais mostra de você”. Ele fala da importância de mostrar nossos segredos, mostrar aos outros o que nos faz especial, o que nos faz diferente. Talvez seja por isso tão difícil, para a mulher se desfazer do cabelo, ele esconde partes do seu corpo que você não conhece e temos medo do desconhecido. Brinco que meu nome agora é “pronta”! Sempre estou pronta! Você é escravo de tudo aquilo que não consegue viver sem, pode ser o cabelo, o cigarro, a bebida, internet e, quando conseguimos viver sem, quando desapegamos, é maravilhoso! Eu não poderia deixar de compartilhar todo esse crescimento que vivo ao lado dos meus filhos no sertão de Pernambuco. Além da memória, no Mamãe de Muitos posso eternizar essas etapas e conquistas que estou vivendo a cada dia!

 

@Mamãe de Muitos
Raspei meu Cabelo e me Redescobri Confiante

 

Confira Também:

O nascimento de Pedro me mostrou o quanto podemos ser fortes

Empoderamento na infância: Minha filha poderá ser quem ela quiser!

Nasce uma mãe e uma mulher leoa-borboleta

Raspei meu cabelo e me redescobri Raspei meu cabelo e me redescobri Raspei meu cabelo e me redescobri 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1494 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também