Quando deixar a chupeta e a mamadeira?

20.02.2014 – O primeiro aspecto que deve ser considerado para responder a esta pergunta, “quando deixar a chupeta e a mamadeira?”, diz respeito à função de cada um destes objetos. A sucção é um reflexo inato, presente desde a 17ª. semana de vida intrauterina. Através dela, a criança entra em contato com o meio externo, satisfazendo tanto suas necessidades nutricionais quanto afetivas. A sucção do seio, quando oferecida de forma irrestrita, demanda força e satisfaz tanto a fome quanto as necessidades emocionais da criança.

Por isso, em geral, crianças amamentadas no seio não pegam a chupeta.

Já as que estão em uso de fórmula, ao sugarem a mamadeira, que demanda menos força que o seio, rapidamente saciam sua fome, mas não suas necessidades emocionais, sendo mais frequente aceitarem a introdução da chupeta.

A chupeta

quando deixar a chupeta e a mamadeira

Com frequência vemos crianças com a chupeta presa à roupa. Isso facilita a aquisição de um hábito automático de sugar. A chupeta deve ser dada para confortar a criança, quando está chorando por sono ou dor. Quando um bebê chora de fome, a chupeta não deve ser dada no lugar do seio.

Os prejuízos para a arcada dentária dependem da força, do número de horas e por quanto tempo a criança usa a chupeta. Os dentistas orientam que a criança não deve prolongar o hábito além dos 3 anos.

Existem prós e contras para o uso de chupeta (mais contras do que prós) e os interessados podem acessar um artigo que escrevi sobre o tema no meu site.

A mamadeira

Naturalmente, na medida em que a criança começa a comer e a encontrar prazer em outras atividades, a necessidade de sucção vai diminuindo. Assim, poderíamos dizer que esse aspecto é muito importante no primeiro ano de vida e se prolonga até o final do segundo ano de vida.

quando deixar a chupeta e a mamadeiraO que prejudica, muitas vezes, esse caminho natural é as mães acharem que a criança precisa do leite. Eu perguntaria: Qual o animal que depois que desmama toma leite? Na natureza, nenhum. Assim, é importante entender que a criança precisa de leite tanto quanto dos outros alimentos, mas o leite não substitui esses outros alimentos.

No consultório, muitas vezes ouço: “ele não comeu, então dei a mamadeira…”. O que está por trás disso? Do que as mães têm medo? Que a criança morra de fome? Só morre de fome, quem não tem o que comer. Se cedermos, a criança aprende que consegue nos manipular. Se a criança não comeu é porque não está com fome ou porque está tentando medir forças com a mãe, e essa substituição não deve ser feita.

Existem 5 coisas que as crianças TÊM que fazer:

1. Obedecer aos pais

2. Tomar banho

3. Escovar os dentes

4. Tomar remédio quando precisa

5. Comer

Isso tem que ser feito, independente da vontade da criança. Não é escolha, pois são pontos importantes para sua vida. Quando uma criança me ouve, no consultório, falando isso para a mãe e retruca dizendo que não vai comer “porque não gosta”, eu digo que ela pode não querer e não gostar, mas vai comer porque precisa!

Então, afinal, quando deixar a chupeta e a mamadeira?

quando deixar a chupeta e a mamadeira

Após os dois anos, a criança deve deixar os hábitos de sucção (fase oral) e caminhar para uma nova fase (anal). Por isso, devemos trabalhar a retirada tanto da chupeta como da mamadeira após completarem dois anos.  

 

Como fazer seu filho ter uma alimentação saudável

 

Você pode gostar de ler:

A chupeta realmente entorta os dentes?

Baixa produção de leite materno, por quê?

Forma correta de amamentar

Quando tirar a chupeta?

Mamadeira x amamentação

 

Silvia Castilho

Escrito por: Silvia Castilho

Confira os 54 posts publicados pela Silvia Castilho

Veja Também