Nariz escorrendo pode estar ligado à carência afetiva infantil, alerta naturóloga

14.03.2018 – Em bate-papo realizado durante encontro para mães em período pós-parto, a naturóloga e instrutora de Shantala pelo Grupo de Apoio à Maternidade Ativa (GAMA) Gabriele Cestarolli Ortega afirmou que o sintoma do Nariz escorrendo pode estar ligado à carência afetiva infantil. Segundo a doula, tal manifestação está relacionada à psicossomática.

“Se o nariz de uma criança está escorrendo quando ela não está algum problema respiratório, é provável que o fenômeno esteja ligado à carência afetiva. Isso porque a psicossomática, que é a somatização de problemas mentais e emocionais agindo sobre o corpo físico, atua sob o indivíduo que se sente sozinho”, explica a naturóloga.

De acordo com Gabriele, é comum que a ocorrência atinja crianças que vivem período de inserção escolar. O motivo é que, nesse momento, o pequeno passa a relacionar-se menos com as pessoas que constituem o seu círculo afetivo e começa a conviver com outras pessoas com maior frequência.

“Cada órgão do corpo humano está ligado a algum sentimento ou processo que estamos passando na vida. O pulmão está ligado à carência afetiva. Ou seja, a quebra de vínculo familiar, que em alguns casos faz com que a criança se sinta sozinha, afeta o emocional e o corpo do pequeno a ponto dele dar sinais disso”, justifica a doula.

 

Você também pode se interessar:

Alergia respiratória em crianças – Causas e sintomas

Sangramento do nariz: O que fazer e como previnir?

10 respostas centrais sobre as infecções das vias aéreas superiores

 

Questionada sobre o tratamento adequado à situação, a instrutora conta que muitas pessoas procuram médicos e hospitais  e não encontram o resultado esperado. Tal fato ocorre porque os tratamentos a serem feitos são o mental e o psicológico.

“É necessário tratar a raíz do problema. Para minimizar os efeitos causados pela quebra de vínculos, pode-se recorrer ao tratamento com Shantala, bem como aos procedimentos florais, fitoterápicos, aromaterápicos, entre outros. Esses acompanhamentos são meios não-farmacológicos e proporcionam ao bebê uma transição de relacionamentos mais confortável, diminuindo, assim, as chances dele ficar doente”, conclui Gabriele.

 

Nariz escorrendo pode estar ligado à carência afetiva infantil

Causa: Está relacionada à psicossomática (somatização de problemas mentais e emocionais agindo sobre o corpo físico do indivíduo)
Tratamentos recomendados: Os que trabalham aspectos mentais e psicológicos (Shantala, tratamentos florais, fitoterápicos e aromaterápicos, entre outros).

Bárbara Brambila

Escrito por: Bárbara Brambila

Confira os 51 posts publicados pela Bárbara Brambila

Veja Também