Piquenique gratuito estimula convivência entre crianças com deficiências ou não

21.06.2018 – Um piquenique pensado para estimular o convívio entre os pequenos com deficiências ou não e incentivar as crianças com deficiências e suas famílias a frequentarem os espaços públicos realizará a sua 5ª edição nacional na Pedreira do Chapadão, em Campinas, no próximo domingo (24). O evento, chamado Pupanique, é gratuito e acontecerá das 10h00 às 15h00.

As atividades do piquenique, como circuito funcional, contação de histórias, brincadeiras nos brinquedos adaptados do parque, fantoches e super-heróis fantasiados serão comandadas por recreadores, contadores de histórias e intérpretes de libras. No evento, cada um é responsável pelo seu lanche e pelo seu lixo, mas todos são cuidadores de todas as crianças.

“A gente tem que perceber

que lugar de criança

é lugar de criança com deficiência”

Segundo a jornalista, escritora, ativista pela inclusão e idealizadora do Pupanique Andréa Werner, o evento foi criado para incentivar as mães a vencerem o receio de levar os seus filhos com deficiências para os espaços públicos.

“Muitas vezes, os familiares têm medo do preconceito, do olhar dos outros para os seus filhos. A gente tem que perceber que lugar de criança é lugar de criança com deficiência: autista, com Down, paralisia cerebral, deficiência motora…”, disse Andréa em entrevista concedida ao portal de notícias A Cidade On.

O evento é aberto à toda a comunidade e será realizado na Pedreira do Chapadão em decorrência do playground inclusivo que o parque possui desde fevereiro deste ano. Para participar, basta preencher previamente um cadastro clicando aqui.

 

Saiba mais sobre o Pupanique

Em 2012, a jornalista, escritora e ativista pela inclusão, Andréa Werner, criou o blog Lagarta Vira Pupa depois que o seu filho, o Theo (9), foi diagnosticado com Transtorno do Espectro Autista (TEA). O intuito do canal de comunicação era construir uma rede de apoio para mães e pais com filhos autistas de todo o Brasil e reunir pessoas dispostas a lutar por uma sociedade menos restritiva.

Atualmente, o Lagarta Vira Pupa recebe mais de 250 mil usuários únicos por mês e tem 115 mil fãs na página do Facebook. Do sucesso virtual, nasceu o Pupanique, um encontro nacional entre os pais e crianças visitantes do blog que visa incluir a presença de crianças autistas ou com deficiências em espaços públicos.

Para acompanhar o projeto e outras atividades, siga o Lagarta Vira Pupa nas redes sociais: BlogFacebook l Instagram.

 

Confira também:

Do diagnóstico à inclusão: por que falar do autismo é tão importante?

A Síndrome de Down é só um detalhe, criança tem que viver como criança

 

Bárbara Brambila

Escrito por: Bárbara Brambila

Confira os 55 posts publicados pela Bárbara Brambila

Veja Também