Outubro Rosa em Campinas

 01.10.2013 Outubro Rosa em Campinas

Mulher, Mãe, Esposa, Profissional,
Companheira, Amiga e Guerreira

MULHER que, em sua história, queimou sutiãs
em praça pública para garantir liberdade

Sutiã que segurava e segura até hoje
o SEIO dessa mãe que amamenta

Dessa profissional que batalha diariamente
para manter não apenas o PEITO, mas o rosto erguido

Dessa esposa que precisa ter PEITO
para saber dividir e administrar todas as atenções

Dessa companheira que está sempre de PEITO aberto
para acolher, proteger e cuidar

Dessa amiga que te aperta forte contra o PEITO
e te faz sorrir, rir, gargalhar…

Dessa guerreira que tem PEITO,
não apenas em formato de SEIO, mas também em garra!

 Michelle Occiuzzi

Hoje, vamos estufar o peito e dar as mãos mais uma vez para iniciar uma corrente! Cada uma de nós carrega uma história diferente, porém temos algo em comum: somos mulheres, mães, profissionais, companheiras, amigas, guerreiras e, TODAS NÓS, precisamos nos cuidar do mesmo jeito!

Hoje começa o movimento na luta contra o câncer de mama. Conhecido internacionalmente como Outubro Rosa, a iniciativa busca incentivar a prevenção, o diagnóstico precoce da doença e diminuir o alto índice de mortes causadas pelo tratamento tardio e pela falta de conscientização. Apesar de a incidência de câncer de mama aumentar em mulheres acima dos 40 anos, é importante que as jovens também façam consultas regulares ao ginecologista, além de outros tipos de prevenção, como o conhecido exame de toque, que é simples e pode ser feito pela própria mulher. Por esse motivo, esse ano a cantora Sandy foi escolhida como a madrinha do movimento aqui na Região Metropolitana de Campinas, para reforçar a importância de uma prevenção ativa também para mulheres mais jovens.

“Os exames de acompanhamento são importantes, independente da idade. Me sinto honrada em ser madrinha de um movimento tão significativo para a conscientização sobre a doença. É importante que todas as mulheres saibam que a informação sobre os riscos pode diminuir o índice da doença e salvar muitas vidas”, afirma Sandy

Em Campinas, o período entre o diagnóstico e o tratamento do câncer de mama é o mais rápido do Brasil. Enquanto a lei determina que as mulheres sejam examinadas e tratadas em um intervalo de, no máximo, 60 dias, Campinas realiza os processos em um mês.

Segundo Everardo de Carvalho Cordeiro Filho, médico da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), professor de medicina da PUC e articulador do movimento Outubro Rosa em Campinas, esse tipo de câncer é um dos que atingem estágios avançados mais rapidamente.

“Em questão de um ano, o câncer pode atingir toda a região da mama da mulher e gerar metástases, por isso, é a segunda causa de morte entre as mulheres do Brasil. Já o câncer de colo do útero, por exemplo, pode demorar entre 10 e 15 anos para apresentar uma evolução significante”, afirma Everardo.

Outubro Rosa em CampinasO movimento, em Campinas, é uma iniciativa da PUC-Campinas com apoio da Sociedade de Medicina de Campinas que, juntas, buscam chamar a atenção da população para a realidade atual do câncer de mama. A campanha tem capacidade para atingir, inicialmente, cerca de 200 mil mulheres (Região Metropolitana de Campinas) com mensagens sobre o câncer de mama e informações que englobam desde o diagnóstico precoce e opções de tratamento até os direitos previdenciários e tributários das pacientes. Os parceiros e familiares das mulheres afetadas pela doença também terão informações direcionadas.

Toda a mobilização é desenvolvida com base em dados que preocupam os profissionais da saúde e as militantes da causa: o câncer de mama é a segunda causa mais frequente de morte de mulheres no mundo e no Brasil, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares. Em 2012, foram diagnosticados aproximadamente 53 mil novos casos da doença no Brasil, onde morreram cerca de 13 mil mulheres. As mortes, segundo os médicos, são causadas pelo atraso no diagnóstico, já que a chance de cura é de 95% quando a doença é descoberta na fase inicial.

A chave para a redução desses índices é o acesso à informação, por isso, o movimento visa promover ações e eventos que chamem a atenção da população.

Outubro Rosa Internacional

O movimento, internacionalmente conhecido como Outubro Rosa, é realizado no mundo todo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Esse movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referentes ao câncer de mama no mês de outubro. Tempos depois, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de Outubro se tornou o mês nacional de prevenção do câncer de mama.

No Brasil, o movimento começou no dia 2 de outubro de 2002, com a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista, conhecido como Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo.

Nos anos seguintes, outros pontos turísticos foram iluminados de rosa, como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, a Pinacoteca de Santos, Palácio do Planalto, Congresso Nacional, entre outros. Hoje, diversas ações e eventos marcam o mês de outubro.

Outubro Rosa em Campinas

Ações e eventos 

Os voluntários do Outubro Rosa vão atuar em diversos pontos da cidade de Campinas. Eles farão visitas domiciliares e vistas a escolas e instituições. Serão ministradas palestras em empresas, arrastões em Shoppings Centers e atuação em locais de grande circulação de pessoas, como o Aeroporto Internacional de Viracopos e a Rodoviária da cidade.

Confira a programação:

– Revoada de balões na Praça Carlos Gomes com o prefeito e a primeira dama;

– Iluminação rosa nos campi da PUCCAMP, Aeroporto Internacional de Viracopos e nos prédios públicos e monumentos de Campinas;

– Feira das Profissões Iguatemi;

– Palestra para funcionários da Receita Federal em Campinas;

– Caminhada na Lagoa do Taquaral nos dias 05 e 27/10;

– Intensificação das Visitas Domiciliares por Agentes Comunitários de Saúde em toda a cidade, visando identificar e encaminhar para mamografia TODAS as mulheres acima de 50 anos que não realizaram ainda o exame;

– Intervenção Aeroporto de Viracopos;

– Intervenção Terminal Campo Grande;

– Intervenção Terminal Central;

– Intervenção Terminal Barão Geraldo;

– Intervenção Terminal Ouro Verde;

– Intervenção Rodoviária de Campinas;

– Palestras abertas ao público – todas as terças e quintas-feiras do mês de outubro, em dois horários: às 12h e às 17h – na Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas, acompanhadas de exame médico das mamas de todas as interessadas (exames serão realizados no local).

Mães amigas (e pais amigos) apoiam esta causa!

 

Saiba mais sobre o câncer de mama no site do Instituto Nacional de Câncer (INCA) e conheça a FEMAMA (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama)

 

Você pode gostar de ler: Happy Hour Outubro Rosa Mães Amigas e Amamentação e o desenvolvimento da face (amamentar diminui o risco de câncer de mama)

 

 

Michelle-Occiuzzi-Outubro-R

Michelle Occiuzzi

Escrito por: Michelle Occiuzzi

Confira os 66 posts publicados pela Michelle Occiuzzi

Veja Também