Os pais podem atrasar o desenvolvimento da fala da criança?

08.04.2014 – Um dos momentos mais marcantes no processo de desenvolvimento de uma criança é quando ela começa a falar. A fala marca o início da sua comunicação com as outras pessoas, embora ela já comece a interagir com o meio ambiente bem antes disso.

O desenvolvimento da fala da criança

No início da aquisição da fala, as crianças verbalizam sons que nem sempre são parecidos com a palavra real. Por exemplo, elas podem falar “aua” para água ou “pepê” para chupeta e, como os pais compreendem o que querem falar, acabam fazendo com que a criança continue a falar errado.

Os pais podem atrasar o desenvolvimento da fala da criança?

Em algumas situações, os pais, ou começam a corrigir a criança, às vezes até na frente de outras pessoas, ou então repetem o que ela falou errado, porque ficou engraçadinho.

Se os pais corrigem sempre a palavra errada, a criança pode ficar envergonhada e até irritada por ser constantemente corrigida e pode parar de falar.

Se os pais repetem a palavra errada e acham graça, estarão incentivando a criança a continuar falando errado. O ideal é repetir a palavra corretamente sem corrigir. Se a criança diz “a pepeta” para chupeta, os pais devem responder enfatizando a palavra correta “você quer a chupeta?”.

Também não se deve trocar o nome de um objeto por um mais fácil achando que ajudará a criança. Chamar a chupeta de “pepeta” faz com que ela tenha que aprender duas palavras para um mesmo objeto, podendo prejudicar e atrasar o desenvolvimento da linguagem.

Os pais podem atrasar o desenvolvimento da fala da criança?Estimule a criança a dizer o que ela quer. Um dos meios usados por ela quando está começando a desenvolver a fala é o gesto. Aponta para a comida quando está com fome, para o copo quando está com sede. Nesse momento, os pais devem falar alguma coisa, por exemplo: “você quer comer?”, “você está com sede?”. Se a criança tentar falar algo, repita a palavra corretamente. Se os pais acharem melhor, fiquem no mesmo campo visual dela ou seja, abaixem-se e façam contato de olho, Daí, digam o que querem para a criança.

Vocês vão perceber o quanto isso ajuda no desenvolvimento da fala. Deixar a criança repetir sempre o errado por ser engraçadinho mas não ajuda no seu processo de crescimento.

Construam um ambiente em que a criança tenha confiança para se comunicar livremente, sem que ninguém fique chamando a atenção para o que ela fala “errado”, mas também ofereçam bons modelos de pessoas que falam as palavras de forma correta. De toda forma, se comuniquem com seus filhos!

 

Você pode gostar de ler:

O primeiro ano de vida do bebê

Meu filho está gaguejando, o que fazer?

A primeira consulta ao dentista

 

Cecília Lima

Escrito por: Cecília Lima

Confira os 23 posts publicados pela Cecília Lima

Veja Também