? Mães Amigas - Quando descobri a obesidade infantil no meu filho

Quando descobri a obesidade infantil no meu filho

selo materia mae amiga

 

Andrezza Ferrari

Mãe do Pedro (7 anos)

♥ “Mas quando ela usou o termo ‘ele está com obesidade infantil’, saí da consulta aos prantos… chorei muito!!!”

 

04.12.2015 – Confesso que fiquei um pouco tensa com o convite de relatar a luta contra o peso do meu filho aqui para vocês, afinal ainda estamos em um processo e sei que será por um bom tempo, mas vamos lá…

A pediatra do meu filho sempre abordou a questão do peso dele, em todas as consultas sempre falava que estava acima do peso. Eu saía da consulta, dava uma segurada, garantia que ia mudar os hábitos e não durava nem duas semanas e já relaxava, mas quando ela usou o termo “ele está com obesidade infantil”, saí da consulta aos prantos. Chorei muito!!! Ele tinha apenas 5 anos.

“Mas quando ela usou o termo ‘ele está com obesidade infantil’, saí da consulta aos prantos”

Quando descobri a obesidade infantil no meu filho

obesidade infantil 2Comentei com a família e todos diziam: ele não está, ele vai crescer, olha o tamanho do pai dele (1,91m)… A única pessoa que disse: ELE ESTÁ SIM, foi minha mãe!! Pasmem… Mas essa avó é aquela que não dá porcaria, que não deixa comer fora de hora, e quando viajei e fiquei 12 dias fora, ele ficou com ela e emagreceu 1 quilo!

E foi ai que começamos a observar mais os nossos hábitos alimentares e a controlar mais o Pedro. Ele é uma criança que come de tudo: frutas, verduras, legumes, doces, salgados, suco, enfim, tudo mesmo! Se sairmos para comer em outros lugares, eu pergunto o que ele quer comer, e ele responde: você escolhe!!!

“Foi ai que começamos a observar mais os nossos hábitos alimentares e a controlar mais o Pedro”

Percebo um prazer muito grande em comer, mas aqui em casa somos todos assim!! Amamos comer e vejo que o Pedro se parece muito comigo, é claro!!

Não é difícil controlá-lo, porém já cheguei a arrancar coisas da mão dele por querer comer demais! Tipo aquilo, enquanto não ver o fim, não para!(rsrsrs)

obesidade infantilBuscamos ajuda com uma nutricionista infantil (inclusive por indicação de uma mãe amiga) e recebemos algumas orientações para a alimentação dele, nada muito radical e sim, algumas dicas de quantidade, onde acho que é o nosso maior erro! Fizemos também alguns combinados como um dia sim e um dia não de sobremesa.

“Fizemos também alguns combinados como um dia sim e um dia não de sobremesa.”

Pedro sempre fez natação, porém a pediatra sempre disse que era muito pouco, que tinha que fazer mais atividade e que o futebol era excelente. Como fazer futebol se em casa o pai não gosta e nem eu? Até que o pai descia no condomínio para jogar uma bola com ele, mas logo ele pedia para subir.

Tivemos uma mudança grande quando Pedro foi para o ensino fundamental (1º ano), mudou de escola onde o lanche seria individual… Aaahhh quanto sofrimento!!!! O que enviar de lanche? O que ele vai comer? Até que aprendi que quanto mais simples e menos calórico, seria melhor. Às vezes mando água, e ele fala: Mãe, você esqueceu de mandar meu suco!! (Mentirinha, mando de propósito mesmo!!)

“Pede para ir a Lagoa do Taquaral todo domingo para jogar futebol!!!”

obesidade infantilPedro foi se enturmando e logo fez o “melhor amigo” e esse melhor amigo AMA futebol, conclusão: Pedro me pediu para fazer futsal! Corremos para fazer sua matrícula, achei que seria só foguinho, mas ele AMA, pegou gosto pela atividade, adora campeonatos e pede para ir a Lagoa do Taquaral todo domingo para jogar futebol!!!

Hoje Pedro mantem seu peso, sem dietas radicais, já tem a noção da sua quantidade e realmente não o privei de comer nada, apenas fomos orientados em optar pelo mais saudável e menos quantidade, pois sei que, logo logo isso sairá do nosso controle de pais e só dependerá dele quando for mais velho!!

“Hoje Pedro mantem seu peso, sem dietas radicais, já tem a noção da sua quantidade”

Pedro é uma criança que ama vídeo game, ipad, celular, assim como ama andar de bicicleta, patins, futebol, brincar no condomínio, etc.

É uma criança muito feliz e sabe que terá que controlar sua alimentação pelo resto da vida, afinal quem não tem que fazer isso. Mas vamos seguindo sem neuras e com muito amor!!!

Esse é o meu “pretinho” como costumo chamá-lo…

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1650 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também