O que fazer quando a criança perde o dente num trauma

15.10.2013 – No post anterior, falamos de trauma dental, quando a criança bate a boca e pode causar diferentes tipos de traumatismos. Esses traumas assustam, principalmente quando há sangramento, e em alguns casos, a pancada pode ser tão forte que provoca a saída do dente do osso alveolar, chamada de avulsão dentária.

Avulsão de dente de leite

A avulsão em dentes decíduos é um acidente comum na primeira infância, sendo a fase de maior ocorrência quando a criança começa a andar. A perda de dentes decíduos ocasionada por traumas constitui uma experiência dramática para a criança com grande impacto físico e emocional.

O que fazer quando a criança perde o dente

Em primeiro lugar, mamãe ou papai, tente manter a calma, dar segurança à criança e acalmá-la para poder mexer no local.

Em segundo lugar, já tente entrar em contato com o dentista de seu filho e tenha em mente se o dente avulsionado é “de leite” ou permanente. Se for dente decíduo (de leite), este dente não pode ser reimplantado. A chance de anquilose (raiz unir-se ao osso definitivamente) é imensa e isto causará um defeito no nível ósseo durante o crescimento. Além disso, fará uma barreira à erupção (nascimento) do dente permanente. Apenas limpe o local com uma gaze embebida em água filtrada (vale a pena ter sempre em casa ou na escola, pacotes de gaze estéril, na caixinha de primeiros socorros) e leve seu filho ao dentista, para checar se houve dano a algum outro dente.

Portanto, como DENTES DE LEITE NÃO PODEM SER REIMPLANTADOS, a criança ficará com o espaço até erupcionar o permanente. Que pena, a criança assim que entender isso ficará chateada com essa “janelinha”, principalmente se for em arcada superior que fica mais evidente. Conforme a idade da criança, o dentista poderá providenciar um aparelhinho removível (móvel) com um dentinho provisório, mas muito bem feito e estudado.

O que fazer quando a criança perde o dente

 

Avulsão de dente permanente

Por outro lado, se for um dente permanente, o ideal é que seja reimplantado o mais rápido possível, preferencialmente dentro de meia hora. Quanto mais tempo se passar com o dente fora da boca, menores as chances de sucesso do reimplante. Se você acha que não conseguirá um atendimento profissional (dentista) dentro desse intervalo de tempo, a melhor alternativa é você mesmo fazer o procedimento.

Siga os passos:

1 – Lave o dente em água corrente, para remover as sujeiras mais grosseiras, segurando-o pela coroa (não encoste na raiz).

2 – Não esfregue qualquer tipo de pano ou papel sobre a raiz do dente, na intenção de deixá-lo ainda mais limpo. Nessa superfície há fibras que garantem a fixação do dente no osso, e que se removidas causarão o insucesso do reimplante.

3 – Se conseguir atendimento profissional rápido, coloque o dente em água, leite, soro fisiológico, ou até dentro da própria boca (se não houver risco de ser deglutido), e leve seu filho ao consultório odontológico. O dente precisa se manter úmido para o reimplante.

4 – Se optar por você mesmo reimplantar (se você tiver calma para isso, veja o lado certo do dente e não espere!), logo após a lavagem do dente em água corrente (passo 1), recoloque-o no osso, tentando realinhá-lo com o dente vizinho, e deixar a boca fechada. A seguir, leve seu filho ao dentista, para que ele faça uma contenção do dente (uma espécie de fixação aos dentes vizinhos, por um período de 7 a 14 dias, o que aumentará as chances de sucesso do reimplante.

O dentista, odontopediatra, irá iniciar conduta adequada para cada caso, radiografar, medicar e dar as orientações de manter o dente em repouso e controlar a higiene, e verificar as condições de sucesso do reimplante. (Guedes-Pinto, Odontopediatria, 2010).

Lembre-se: quanto mais rápido o reimplante for realizado, maior a chance de sucesso!

 

Você pode gostar de ler:

Caiu da cama e bateu a cabeça, o que fazer?

 

17 dicas de casa segura para crianças 

Acidentes que podem acontecer com a criança na fase escolar

 

placa-magnabosco

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1278 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também