O perigo dos acidentes no banheiro com boxes de vidro

03.04.2014 – Hoje vamos falar sobre o perigo dos acidentes no banheiro com boxes de vidro. Depois de ligar o chuveiro para começar o que seria um corriqueiro banho, vem aquele estouro, cujo som mais se parece com uma batida de carro ou um tiro. Depois do susto com o barulho, infelizmente vem a constatação de que o acidente foi ali mesmo, no banheiro de casa. O box estourado em milhares de cacos de vidro espalhados pelo chão dá um certo desespero, mas o que é pior é que a criança pode ter se machucado. Aí, a primeira preocupação deve ser checar se a criança ou quem estava no local não se machucou.

O perigo dos acidentes no banheiro com boxes de vidro

De acordo com o médico José Roberto Vasconcelos Araújo, coordenador da Pediatria do Hospital e Maternidade Celso Pierro, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC Campinas), os acidentes com box de banheiro têm se tornado frequentes e as crianças são a maioria das vítimas, principalmente com idades entre 1 e 4 anos. “O vidro pode se quebrar com impactos violentos na abertura ou fechamento da porta; por impactos com materiais rígidos, como metal, mármore, azulejos e granito; ou por elevadas temperaturas que o vidro temperado é exposto em certas épocas do ano”, afirma.

Segundo Mario Monteiro, professor do curso de Engenharia de Produção da Universidade São Francisco (USF), de Campinas, o que faz o vidro do box quebrar é uma inversão térmica, onde há calor do lado de dentro do box e frio do lado de fora. “Além disso, um esforço mecânico, como tentar abrir com força, ajuda a quebrar. Só com a inversão não quebraria”, ressalta.

Cuidados são necessários

O pediatra afirma que os olhos, o rosto e os membros, em especial as extremidades dos pés e mãos são as partes do corpo mais afetadas nesse tipo de acidente. “É fundamental manter a calma para prestar os primeiros socorros, pois no desespero, a criança pode se movimentar e se machucar ainda mais e os pais também podem se ferir”, orienta.

Mas não são apenas as crianças que se machucam. Há pouco mais de um ano, a apresentadora Regina Casé sofreu um acidente desses em sua casa e precisou levar pontos nos pés e nas mãos.

Como pode acontecer com qualquer pessoa e em diferentes situações, a dica de Alessandra Françoia, coordenadora Nacional da ONG Criança Segura Brasil, é que nunca devemos deixar as crianças sozinhas no banheiro. “A presença da mãe ou de um adulto enquanto ela toma banho pode evitar acidentes, por exemplo, causados pelo impacto ao empurrar a porta com força, mas principalmente favorece o socorro imediato”, diz.

Boxes: Prevenir é possível

– Prefira vidros temperados, que são mais resistentes a mudanças de temperatura, e tenha 8 milímetros de espessura;

– Chame um especialista para manutenção semestral ou anual dos boxes;

– Não pendurar obetos nos trilhos;

– Sempre que o vidro trincar, procurar substituí-lo imediatamente;

 

Quando remediar é preciso:

– Mantenha a calma para retirar a criança com cuidado, evitando que alguém possa se ferir ainda mais com os estilhaços de vidros espalhados pelo chão ou com a porta quebrada com risco de perfuração ou corte profundo;

– Coloque-a em um local seco, para que não escorregue;

– Limpe as partes do corpo dela com pano seco, com delicadeza, retirando os pequenos cacos de vidro. Pano molhado deve ser evitado pois fica com os cacos vidros agarrados, podendo causar mais lesões durante a sua passagem pelo corpo;

– Os olhos devem ser lavados com soro fisiológico, mas se não houver, a melhor opção é usar água corrente;

– Nunca tente tirar caco de vidro dos olhos com qualquer objeto ou com a mão. Sempre com a simples lavagem. Se não for possível, levar a vítima ao Pronto Socorro mais próximo.

– Sangramentos por corte devem ser sempre lavados com água corrente limpa, e logo em seguida deve ser feita uma compressão local de modo suave, porém firme, a fim de que seja estancado o sangramento.

– Caso não estanque de imediato, procure ajuda, chamando o SAMU pelo telefone 192, que poderá orientar as providencias necessárias até que chegue o socorro.

 

Erros mais comuns que devem ser evitados:

– Retirar a criança do box e colocá-la em área molhada ou em pé, próxima do local onde podem haver cacos de vidro;

Usar álcool puro em lesões por corte. O álcool líquido, que é proibido para uso doméstico, pode causar mais dor e provocar mais sangramento, pois ele faz o papel inverso de todo o processo de estancamento do sangramento.

Fonte das dicas: José Roberto Vasconcelos Araújo, do Hospital e Maternidade Celso Pierro e Alessandra Françoia, da ONG Criança Segura Brasil.

 

Depoimento de Mães Amigas que passaram por isso

“Agora posso dizer que meu coração está definitivamente testado. A gente só conhece o que é desespero quando uma tragédia acontece com seu filho…Estávamos almoçando na sogra, toda a família reunida, e a Nicole com o priminho brincando na banheira e, de repente, um estouro muito forte. As crianças começaram a gritar desesperadamente… O box estourou e foi um pânico só. Corremos com ela toda ensanguentada, enrolada na toalha e aos berros. Ela estava toda cortada, da barriga para baixo, muitos cortes mesmo… meu Deus, sofro só de lembrar. Entramos direto pela porta da emergência e a equipe veio atendê-la. Por fim, ela levou 5 pontos na mão, um ponto falso no quadril e outro falso no ombro… mas está com muitos (muitos mesmo) cortes pela perna e pé que não puderam suturar. Que desespero e que sentimento de impotência… foi horrível, todos da família cortados, por socorrer as crianças, e ao limpar o banheiro era caco de vidro para todo lado. Ainda estou tremendo e o corpo começa a doer, de tanta adrenalina que vivi.” – Ane Cardinali

“Aconteceu isso na minha casa no ano passado. O vidro caiu sobre meu filho, que teve cortes no ombro, na perna e precisou levar 5 pontos. Quase morri. Pra ajudar, meu marido não fechou o chuveiro e quando voltamos do Centro Médico, minha casa estava alagada!” – Karina Fusco

O perigo dos acidentes com boxes de vidro no banheiro

“O susto foi enorme, tremia muito!!! Tomem cuidado! Fui tomar banho com o Miguel e ele abriu meio forte a porta! E espatifou tudo! Foram só uns machucadinhos! Mas quase infartei!!!!” – M.F

“Em janeiro estourou em cima dos meus braços me rendeu 8 pontos nos dois braços e 15 dias depois uma cirurgia no dedão. Pois tinha um vidro minúsculo grudado no meus tendão.” – N.A

“O André tinha tomado banho com o Murilinho e uns 30 minutos depois já estávamos na sala e ouvimos um estrondo… Achamos que era a nossa cachorra (uma Labrador bem indelicado rs ) fazendo arte, fomos ver e era o box do banheiro que eles tinham tomado banho!!! INTEIRINHO moído!!!” – A. M.

“Faz alguns meses que aconteceu isso aqui em casa…estava na parte baixa da casa quando ouvi o barulho. Marido estava entrando no banho. Parecia uma explosão. Por sorte e por Deus, Laura não estava junto na hora. Porque, de vez em quand,o ela toma banho na banheirinha no chão com ele. Depois do susto, veio a parte chata da limpeza também. Foram 2 baldes cheios de cacos…” – P. F

“Infelizmente, uma amiga passou por isso e o menino machucou muito, teve inclusive que fazer cirurgia.” – F. M. C

“O meu tinha apenas 3 anos e olha o que houve, quebrou com as crianças no banho. Desespero total!!!” – C. R

“O meu já quebrou sozinho, com porta do banheiro fechada….! Um susto! só percebi porque fez maior barulhão” – C. Z

“Em casa quebrou dos dois banheiros!! Em um espaço de 6 meses!” – T. A. B

 

 

 

 

Selo Profissional-4

Karina Fusco

Jornalista há 13 anos, com passagens pela Editora Abril (Guia 4 Rodas e revistas AnaMaria, Nova Escola, Tudo e Viagem e Turismo) e Natura (responsável pela comunicação de relações Governamentais). Como freelancer: Caderno Lugares do Correio Braziliense, Seção Vida Útil da revista Época, revista Meu bebê (Editora Símbolo), revista Metrópole de Campinas e para o caderno de Turismo do Correio Popular. Atualmente escreve para as revistas Você S.A, AnaMaria e Máxima (Editora Abril) e Viva Saúde (Editora Escala) e mantém o blog Lugarzinhos Especiais de turismo. Mãe de Guilherme, de 9 anos, e de Tiago, de 5. 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1304 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também