O dentinho está nascendo, o que fazer?

24.10.2013 – Em minha casa, o nascimento do primeiro dentinho da minha filha Giovana, então com cinco meses, nos trouxe muita alegria e comemoração! Que coisa fofa aquele dentinho na minha ex-banguela!!! Mas, veio acompanhado de algumas noites de sono mal dormidas, dela e da mamãe aqui. A Giovana ficou bastante irritada, mordendo todos os objetos que via pela frente e, na hora do soninho, ai ai, rolava e gemia no bercinho, acordando a noite toda…

A presença ou não de sintomas gerais relacionados à erupção (nascimento) de dentes decíduos (de leite) ainda é assunto controverso na literatura. Apesar de a erupção dentária ser um processo fisiológico normal, algumas alterações podem surgir nessa fase, podendo ou não estar relacionadas ao irrompimento dos dentes (Livro Odontopediatria, Guedes-Pinto, AC, 8ª edição, 2010).

Sintomas

Alguns sintomas gerais supostamente associados ao irrompimento dos dentes de leite são: aumento da salivação, irritabilidade, diarreia leve, febre, sono agitado, falta de apetite, coriza e outros.

O surgimento dos dentes ocorre mais ou menos aos seis meses de idade e os primeiros a aparecer são os incisivos centrais inferiores. Depois, aparecem os incisivos centrais superiores, seguidos dos laterais superiores, laterais inferiores, caninos e, por último, os segundos molares. Aos três anos, a dentição decídua ou de leite estará completa com 20 dentinhos. As mamães não devem ficar preocupadas se no primeiro aniversário do seu filho nenhum dente aparecer. É normal um atraso de até oito meses.

O dentinho está nascendo, o que fazer?

 

Os primeiros sinais de que os dentinhos estão chegando são coceira na gengiva pela pressão dos dentes, gengiva mais abaulada e esbranquiçada e aumento da salivação por conta do amadurecimento das glândulas salivares e pela incapacidade do bebê engolir toda a saliva.

Todos esses sintomas deixam o sono do bebê mais agitado.

O dentinho está nascendo, o que fazer

A erupção dos primeiros dentinhos geralmente ocorre no período em que a criança já senta e aumenta seu espaço para brincar. Essa época é também quando o bebê leva à boca tudo o que pega, principalmente para aliviar a coceira das gengivas. As impurezas são transportadas do ambiente para o organismo do bebê, podendo ocasionar estados febris, vômitos e diarreias, relacionados com o aparecimento dos primeiros dentinhos.

O que fazer?

Para aliviar o desconforto da criança, ofereça ao bebê mordedores limpos, de preferência geladinhos, para massagear a gengiva. A oferta de alimentos duros como tira de cenoura também é um ótimo recurso. Os pais também podem utilizar dedeiras para estimular a área.

Em alguns casos, pode ser utilizado analgésico para aliviar a sintomatologia.

O uso de pomadas não é indicado, pois possuem anestésicos que podem ser engolidos pelo bebê, provocando amortecimento da garganta, e consequentemente, engasgos e dificuldade de deglutir.

Um método mais natural recomendado é a Camomilina C, que apresenta ação sedativa suave sobre a irritabilidade que acompanha os bebês nessa fase da dentição. São apresentadas em cápsulas, que podem ser abertas, despejando o pó em água, leite ou sucos.

Caso ocorra persistência ou agravamento dos sintomas, os pais devem entrar em contato com o pediatra. Em geral, os sintomas do nascimento dos dentinhos são temporários e mais leves do que quando estão relacionados a alterações sistêmicas.

 

Você pode gostar de ler:

Amamentação e trabalho, é possível?

Dicas para a mãe de primeira viagem

Receita de espinafre para bebês

Como fazer a higiene bucal do bebê

 

placa-magnabosco

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1358 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também