Não obrigo minha filha a dar beijo e abraço nas pessoas

Ana Paula Gallo

Mãe da Sofia

♥ “Devo continuar educando a Sofia para dizer oi, tchau, obrigada, de nada. Mas resolvi não invadir mais seu “templinho” insistindo que ela beije e abrace quem eu queira.”

 

meu filho nao e obrigado a dar beijo em todo mundo

04.03.2016 – Sabe aquele momento que sua filha te coloca para refletir?

Semana passada fui buscar minha filha na escola (não busco sempre, pois trabalho o dia todo e ela sai meio dia), então sabem como é, aquela correria na porta, monitoras, mães, crianças etc… Quando peguei a Sofia, ela olhou para mim e disse:

“Mamãe fala tchau para o Bernardo!!! Mamãe dá um beijo na Nat!!!”

Naquele momento que eu imediatamente falei: “Tchauuuu Bernando!!!”

Não obrigo minha filha a dar beijo e abraço nas pessoas

Depois, parei e pensei: “ops, não tenho intimidade com a Nat para dar um beijo nela!!!” Mas para a Sofia isso seria natural, já que elas convivem todos os dias. (Nat é uma professora da escola que me entregou a Sofia)

Foi aí que iniciou minha reflexão: a Sofia comportou-se exatamente como eu quando tem uma amiga MINHA em casa, ou minha vizinha de frente, ou a mãe de um amiguinho dela, e tantas outras pessoas que eu já pedi que ela beijasse, no entanto, são pessoas de MEU relacionamento e não do dela.

“Será que eu não estou invadindo o espaço dela?”

Ou pior, sabe aquele templo sagrado que é nosso corpo? Pois é…

Sim, acho que devo continuar educando a Sofia para dizer oi, tchau, obrigada, de nada, mas depois disso, resolvi não invadir mais seu “templinho” insistindo que ela dê beijo e abraço em quem eu queira.

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1447 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também