Minha filha sofreu bullying na infância, hoje ela desfila na SPFW

Minha filha sofreu bullying na infância, hoje ela desfila na SPFW

14.09.17 – Luísa sempre foi engraçadinha quando era criança, mas ela foi crescendo meio desengonçada. Grande demais, dentuça e o cabelo, como ela sempre dizia, “cabelo duro”, enfim, não tinha a beleza “ideal” de acordo com os padrões da sociedade. Ela estudou em escola particular e não tinha amigas do mesmo perfil. Chegaram a colar chiclete no cabelo dela! Minha filha sofreu bullying na infância, hoje ela desfila na SPFW.

Minha filha sofreu bullying na infância, hoje ela desfila na SPFW

 

Gleide Lima
Mãe da Luisa, 20 e da Ísis, 2
“Ela foi para desfilar um dia e acabou desfilando três! Pensa no orgulho que senti!”

 

Ela foi crescendo insatisfeita. Pra melhorar a situação, eu alisei o cabelo dela e levei ao dentista para colocar aparelho ortodôntico. Luísa se transformou do patinho feio ao cisne! Em sua festa de 15 anos meu sonho foi realizado, minha filha se achava linda e estava satisfeita com sua aparência.

Depois da festa eu mudei de cidade, pois me separei do pai dela. Pra ela não ficar depressiva ou magoada com isso resolvi coloca-la em um curso de dança. Ela fez ballet e dança moderna, se tornou uma bailarina linda. Foram três anos vivendo tudo isso.

Após concluir o ensino médio ela logo entrou para a faculdade. Eu como mãe orgulhosa sempre reforcei que, estudar era a única saída e investi em diversos cursos.

Dois anos atrás apareceu um dono de uma agência de modelos da Barra aqui na minha cidade, Salvador. Ele disse que minha filha iria participar de uma convenção de modelos. Eu logo avisei que não tinha dinheiro para investir, já que tudo nesse ramo é muito caro e na época eu ainda estava grávida.

Eles cuidaram de tudo. Ela participou de vários concursos com o apoio da agência e eu acompanhava sempre que possível. Vários estilistas a convidaram para desfilar, porém, não pagavam nem o transporte. Imagine a tristeza, desfilar de graça, só para ser vista.

Ano passado Luisa participou de um concurso da Joy model, ficou em 6º lugar! Com o carisma que ela tem, caiu nas graças das pessoas que trabalham na agência. Na época ela estava no 4º semestre de museologia na faculdade, já estagiava e tinha uma vida confortável, de acordo com a minha visão de mãe. Estava tudo indo bem, até que o pessoal da Joy disse que ela teria que ir morar em São Paulo.

Como assim morar? Quem vai pagar essa conta? Medo! Confesso que tive muito medo. Ela já tinha ido para o Rio de Janeiro e São Paulo pela faculdade, mas nunca foi morar longe de mim. Conversei com o pai dela, consideramos toda sua determinação e vontade de realizar esse sonho, fizemos o melhor que podíamos, compramos a passagem para que fosse.

Em fevereiro teve o primeiro São Paulo Fashion Week. Ela foi para desfilar um dia e acabou desfilando três! Pensa no orgulho que senti! De la pra cá, ela fez campanha para cravo e canela e outras marcas de loja virtual. Juntando os cachês que ganha mais a nossa ajuda ela consegue pagar as contas e se virar sozinha.

Recentemente ela veio passar uns dias comigo mas logo voltou por causa dos desfiles. Ela passou na faculdade de novo mas, dessa vez, no curso de Zootecnia e deve começar as aulas em outubro. Atualmente ela já tem um contrato internacional e acabou de fazer fotos para a revista VOGUE de outubro. Sou uma mãe orgulhosa pela filha que tenho!


Minha filha sofreu bullying na infância, hoje ela desfila na SPFW

 

Confira Também:

Empoderamento na infância: Minha filha poderá ser quem ela quiser!

Meu filho sofria bullying, disse que a escola era um inferno

Minha filha é youtuber, como lidar com a exposição?

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1494 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também