Minha filha se queimou no forno da cozinha

selo materia mae amiga

 

Claudia Rovaris – Enfermeira
Mãe da Laura, 5 anos

“Meu coração doía, que culpa, que sofrimento em ver a minha pequena tão machucada”

 

 

Minha filha se queimou no forno da cozinha

20.02.17 – Laura, com 1 ano e 1 mês, estava aprendendo a andar. Naquele dia eu havia colocado pão de queijo para assar e a bebê estava na sala brincando. Aproveitei para estender uma camisa no varal, que fica ao lado da cozinha. Em uma fração de segundos, enquanto eu pegava a camisa, olhei e a Laura estava chegando perto do forno, com aquele andar de quem está aprendendo, meio desequilibrado. Larguei tudo e fui até ela, que a essa altura já estava com a mão na porta do forno. Ela só deu um grito e eu puxei a mãozinha dela o mais rápido que eu consegui.

Minha filha se queimou no forno da cozinhaFoi desesperador, como ela chorava. Eu coloquei a mão dela em água corrente e foi o que diminuiu um pouquinho o choro dela. Dei um analgésico e voei para o pronto socorro com ela aos berros, tadinha. Meu coração doía, que culpa, que sofrimento em ver a minha pequena tão machucada.

Chegamos ao hospital e a mão dela já estava horrível, tinha bolhas ao redor da palma da mão e em todos os dedinhos, a Laura gritou por horas seguidas de tanta dor que sentiu. Tivemos muita sorte pois fomos atendidas por um pediatra, e lá mesmo tinha um cirurgião plástico de plantão, ele avaliou, prescreveu a pomada sulfadiazina de prata e fomos orientadas a ir ao PS todos os dias para trocar o curativo e para acompanhar o processo de recuperação, além de ir uma vez por semana ao consultório do cirurgião. Depois de uma semana tivemos alta dos curativos realizados no hospital e passei a fazê-los em casa. Após 15 dias tivemos alta do cirurgião plástico sem nenhuma complicação. Ela não ficou com marcas da queimadura e hoje com 5 anos e 5 meses não lembra do ocorrido.

Acho que 15 dias após a Laura ter se queimado, aconteceu também com a filha da Mãe Amiga Bernadeti. Lembro que quando eu li imediatamente passou um filme na minha cabeça, chorei de novo e me deu uma dor. Esses acidentes são muito mais comuns do que imaginamos, muito perigoso e coloca a vida dos nossos pequenos em risco, por isso atenção redobrada ainda é pouco.

Dicas da Claudia:

– Quando houver queimaduras com bolhas o ideal é colocar na água corrente por pelo menos cinco minutos, a água resfria a pele e alivia a dor.

– Usem portão de segurança na cozinha e nos cômodos que possam oferecer perigo, acreditem, tudo acontece muito rápido em um piscar de olhos.

– Nunca usem pomadas sem orientação médica, e também não feche o ferimento sem umedecer a queimadura, pode grudar no ferimento e piorar a situação.

– Não utilizar gelo, creme antibiótico, manteiga, clara de ovo ou pasta de dente.

– Não estoure as bolhas pois pode entrar em contato com bactérias, procure um médico.


Minha filha se queimou no forno da cozinha

 

Confira Também:

Como prevenir e lidar com queimaduras

Queimaduras na infância, saiba o que fazer

Evento incentiva casa segura para criança

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1254 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também