Minha filha nasceu com dois hemangiomas

Minha filha nasceu com dois hemangiomas

 

Cristiane A. Gomes
Mãe da Isa

“Não satisfeita procurei outro pediatra. Mas ouvi a mesma coisa, que estava tudo certo e era só esperar ela crescer”

 

Minha filha nasceu com dois hemangiomas

14.08.17 – Minha filha nasceu com dois hemangiomas, um grande no bumbum e uma bolinha na cabeça. Fui então, a procura de um pediatra de confiança. Passei por alguns e todos disseram que não precisava me preocupar pois, com o tempo o hemangioma iria diminuir.

Quando ela tinha quatro meses a bolinha da cabeça estourou e saiu muito sangue. Cuidei e tentei entrar em contato com a pediatra, que não quis me atender pessoalmente e nem por telefone, me disse para ir ao pronto socorro e foi o que eu fiz. Lá, eles a examinaram, e como não estava mais sangrando, disseram que estava tudo bem e que seria normal sangrar as vezes pois pele era muito fina.

Claro que, não satisfeita procurei outro pediatra. Mas ouvi a mesma coisa, que estava tudo certo e era só esperar ela crescer. Depois de uns dias, apareceu uma feridinha no hemangioma do bumbum. A pediatra passou uma pomada e falou que era para procurar uma dermatologista.

Tentei leva-la ao dermato mas continuavam a insistir que não era nada e que tinha que esperar um mês por uma consulta.
Até que Graças a Deus uma secretária me ouviu, me encaminhou para a médica e logo marcamos uma consulta.

Essa médica foi a primeira a me falar que existiam vários tipos e lugares em que os hemangiomas podem aparecer e que cada caso deve ser avaliado corretamente. No caso da minha filha, era preciso de um tratamento especifico. Descobri através da médica que a pomada que eu usava não era indicada para o tipo de ferida da minha pequena, me receitou outra e me encaminhou a dois especialistas no caso.

Mais uma vez a consulta demoraria mais de um mês, porém, a secretária pediu para que enviássemos uma foto do hemangioma e assim que receberam me ligaram e marcaram a consulta para o dia seguinte.

Fomos muito bem atendidos e enfim começamos o devido tratamento. Como já havia aparecido uma ferida, alem do remédio para o hemangioma foi necessário também utilizar antibiótico e cortisona. Fui orientada a lavar a minha filha a toda troca de fralda e fui proibida de usar lenço umedecido.

A medica já havia avisado que, ate estabilizar a ferida iria aumentar, e foi o que aconteceu. A cada troca de fralda minha filha chorava muito, principalmente quando ela fazia cocô. Toda troca precisávamos lavar a ferida com água e sabão. Após algumas semanas pudemos começar a usar um curativo chamado duoderme para proteger a ferida, não contaminar com o cocô e o xixi e não doer tanto.

Para acelerar a cicatrização ela indicou um tratamento com a Câmara Hiperbárica… Imagina ficar trancada uma hora em uma capsula que aumenta a pressão com um bebê, super tranquilo rs. Para ajudar, comecei a sentir muita dor no ouvido e descobri que estava infeccionado por causa do câmara. (Caso alguém precise fazer esse tipo de tratamento é preciso passar pelo otorrino para avaliação).

Precisei parar o tratamento dela para fazer o meu. Meu médico disse que não poderia entrar novamente na câmara mas, é claro que continuamos o tratamento dela.

Deu muito resultado, era visível como a ferida melhorava. Três meses depois a ferida fechou e suspenderam o antibiótico e a cortisona. Somente depois de um ano e meio que a Isa parou de tomar o remédio. O Hemangioma ainda esta no bumbum dela, reduziu de tamanho, mas só quando ela crescer vamos saber como vai ficar.

* Nesta época minha filha não estava estava crescendo e engordando, levei ela ao endócrino e descobrimos que a cortisona, nas dosagens que a minha filha tomava, paravam o crescimento. Somente apos o organismo dela se desintoxicar que ela voltou a crescer e engordar.


Minha filha nasceu com dois hemangiomas

Confira Também:

Meu filho é portador de alergias múltiplas

Estomatite, o que fazer?

18 cuidados com o ambiente para pessoas alérgicas

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1496 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também