Minha filha engasga mais de 30 vezes por mês

Minha filha engasga mais de 30 vezes por mês

30.11.17 – A Bruna tem 13 anos e tem síndrome perisylviana. Uma das características dessa síndrome é a disfagia, dificuldade de deglutição, temos que ter um cuidado enorme com a alimentação dela. Ela também tem dificuldade motora, devido a isso precisamos cortar tudo em pedaços bem pequenos, além de incluir alimentos que facilitem sua alimentação como feijão, purê ou molho, pois ela não consegue mastigar muito bem. Minha filha engasga mais de 30 vezes por mês.

Minha filha engasga mais de 30 vezes por mês

 

Daniela Herrera
Mãe do Pedro 18, Giovanna 15 e Bruna 13
♥ “A Bruna nunca chegou a engasgar ao ponto em que precisássemos fazer alguma manobra, acho que se acontecesse algo assim eu poderia ficar meio perdida sobre como agir”

 

Como a Bruna não tem muita sensibilidade na boca, ela acaba colocando muita comida enquanto come, por isso ela precisa de acompanhamento nesses momentos de refeição. Algumas coisas como pipoca, amendoim, bala, chiclete, ela não pode comer mas, como nunca foi acostumada, não sente falta.

Na escola, a Bruna tem esse acompanhamento na hora do lanche e como já é uma adolescente briga por mais independência. Ela quer fazer tudo sozinha e fica brava, pois a gente fica em cima dela na alimentação. Nós conversamos com ela sobre um caso recente que aconteceu em Campinas, pra mostrar pra ela porque nós cuidamos tanto.

Pensa em uma mocinha que adora marshmallow! O problema é que os grandes são um perigo. Um dia ela engasgou em uma festa pois havia engolido um marshmallow inteiro sem a gente ver. Foi um susto! Mas, como ela gosta muito nós não deixamos de comprar uns que são menorzinhos, para evitar esse risco. Ela fica super feliz.

A Buna engasga muitas vezes com a comida mas com a água é sempre. Toda vez que ela bebe da uma afogadinha, mas passa. Geralmente quando isso acontece ela mesmo acaba se desengasgando sozinha, mas sempre tem alguém por perto observando, quando é preciso eu tiro com a mão o alimento da boca dela.

Nunca fiz nenhum curso de primeiros socorros, mas acredito que preciso muito. A Bruna nunca chegou a engasgar ao ponto em que precisássemos fazer alguma manobra, acho que se acontecesse algo assim eu poderia ficar um pouco perdida sobre como agir. Nós vivemos em pânico por não poder acompanhá-la o tempo todo. Quando tenho que deixa-la com alguém deixo toda a alimentação pronta, mas sempre fica aquele receio de não estar por perto.

 

Minha filha engasga mais de 30 vezes por mês

 

Confira Também:

O que fazer em casos de engasgamento

Piscina, mar, rios… todo cuidado é pouco

O perigo dos acidentes no banheiro com boxes de vidro

Não agrade minha filha só por que tem Síndrome de Down!

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1559 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também