Na mídia: Doação de Medula Óssea

A ação de hoje, na Lagoa do Taquaral em Campinas/SP, em prol da Duda, foi um sucesso!

Queremos agradecer MUITO a todas que estiveram presentes e nos ajudaram do compartilhamento a distribuição de panfletos na Lagoa. As que estiveram para dar força, para caminhar lado a lado, para tocar o coração de todos! Agradecer aquelas que não puderam estar presentes, mas que torceram e vibraram muito por nós! As que continuam se empenhando e mostrando para as pessoas que a doação é MUITO mais fácil do que se imagina.

Agradecemos também às mídias que estiveram presentes para registrar essa ação e passar adiante o nosso recado. Esperamos que essa pequena reportagem  toque o coração das pessoas e as motivem à se cadastrarem no banco de medula óssea!

Para continuar lendo a matéria clique sobre a imagem.
Polyana Pinheiro sendo entrevistada.

Para assistir a reportagem da TV Correio: clique aqui

Para ler a reportagem do Correio Popular: clique aqui.

Para assistir a reportagem da Duda e os pais dela: clique aqui.

Para ler a reportagem no G1 – Portal EPTV: clique aqui

Para ler a reportagem no Jornal de Valinhos: clique aqui.

Matéria na capa do site do G1!

SOBRE O CADASTRO DE MEDULA OSSÉA E O TRANSPLANTE:

Para ser um doador de Medula Óssea você precisa primeiro QUERER SER UM DOADOR! Não somente para a Duda, mas para qualquer pessoa que possa estar precisando desse transplante.

É importante realçar que no Brasil todo existem diversos postos de cadastramentos. Quando você faz o cadastro, o mesmo é enviado ao Banco Nacional de doadores de medula óssea, e com isso, você pode a qualquer momento ser chamado para salvar uma vida. E será que existe missão mais bonita do que essa?!?

Para fazer este cadastro você realizará o preenchimento de alguns dados e colherá uma amostra de sangue de 4ml. O processo dura em torno de 30 minutos. E pronto!

Pessoas que tiveram Hepatite B e C e HIV não podem fazer o cadastro.

Pessoas de 18 à 55 anos que estão gripadas, resfriadas, menstruadas, grávidas, amamentando ou que tiveram hepatite A podem SIM fazer o cadastro e colher a amostra de sangue! Não é necessário doar sangue, você pode ir apenas para se cadastrar no banco de medula.

Não é necessário estar em jejum!

Se algum dia o Banco Nacional entrar em contato, dizendo que você é compatível e pode salvar uma vida, existem dois modos de fazer a doação: Pelo osso da bacia (é necessário internação de 1 dia). O doador fará de 3 a 5 punções na região da bacia. Ou o transplante também pode ser pela veia (não interna, mas toma um remédio para aumentar a produção das células). Ambas são simples e nada comparado a esse gesto lindo e importante!

A mãe amiga FEFA MORETTO já fez doação de medula e relata como foi:

Para saber mais detalhes sobre doações no Hemocentro, clique aqui ou ligue no 0800.7228432 ou (19) 3521.8606. Para saber onde existem postos de arrecadações em sua cidade, basta procurar no Google.

Flyer da Duda e Instuções sobre locais de cadastramento.

Lembre-se: Um pouco de você pode salvar a vida da Duda e de muitas outras pessoas que dependem de um transplante para sobreviver. Contamos com a sua ajuda para dar apenas o primeiro passo: colocar na sua agenda para ainda esta semana se cadastrar no banco de medula!

 
Galeria de Fotos
Fotos da ação social tiradas pela mãe amiga e parceira Maria Isabel Frazão.
@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1304 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também