Intolerância à lactose X alergia ao leite

21.08.2013Intolerância à lactose X alergia ao leite de vaca, você sabe a diferença? Alguns sintomas relacionados a intolerâncias e alergias alimentares são bem parecidos e geralmente causam confusão no diagnóstico e tratamento destas doenças.

Vou explicar aqui algumas diferenças entre intolerância à lactose e alergia à proteína do leite de vaca (ALPV).

INTOLERÂNCIA À LACTOSE

O que é?

É uma dificuldade na digestão da lactose, que é um açúcar presente no leite e derivados, por deficiência na produção da enzima lactase (que está presente no intestino). Acomete com mais frequência as crianças maiores e os adultos. Em bebês, pode ocorrer durante uma infecção intestinal ou raramente por uma doença genética.

Sintomas:

Náuseas, diarreia, distensão e dores abdominais após ingestão de leite e derivados.

Tratamento:

Reduzir a ingestão de alimentos com lactose (leite, derivados e preparações com leite). Pode substituir por leites com baixo teor de lactose ou leite de soja. Hoje, já existe no mercado até iogurte com baixa lactose! Os sintomas costumam variar conforme a quantidade de lactose ingerida no dia. Pequenas quantidades às vezes são bem toleradas.

 

ALPV ou ALERGIA À PROTEÍNA DO LEITE DE VACA

O que é?

É uma reação alérgica à proteína do leite de vaca. Os anticorpos desencadeiam diversas reações no organismo ao entrar em contato com esta proteína. Estas reações podem ser imediatas (logo após a ingestão) ou tardias (ocorrem após horas ou até dias da ingestão de leite, derivados ou preparações com leite). Acomete com mais frequência bebês e crianças até três anos.

Sintomas:

São bem variáveis: diarreia, sangue nas fezes, cólicas, refluxo gastroesofágico, constipação intestinal, anemia, dermatites, sintomas respiratórios crônicos e até parada do crescimento.

Tratamento:

Exclusão total de leite e derivados da alimentação da criança. Se a mãe estiver amamentando, também deve fazer dieta de exclusão. Ler sempre os rótulos das embalagens de alimentos industrializados, pois alguns ingredientes são derivados de leite, como: caseinato, lactoalbumina, soro de leite, proteína do soro.

Atenção! O leite de cabra também produz reações como o leite de vaca! A soja pode desencadear reações alérgicas também, principalmente gastrointestinais. Leites sem lactose possuem a proteína em sua composição, portanto podem provocar reações também!

Existem fórmulas infantis especiais para o tratamento da alergia ao leite de vaca e devem ser prescritas com orientação médica. Nunca faça uma restrição alimentar sem supervisão do médico ou nutricionista, pois pode levar a deficiências nutricionais graves.

DICA: Veja no site do Instituto Girassol dicas e livros de receitas para crianças alérgicas.

 

Você pode gostar de ler: Leite, queijo, iogurte… qual a quantidade de cálcio que uma criança deve ingerirA golfada do bebê, o que fazer? e DHA: você dá este nutriente ao seu filho?

Priscila Panzarella

Escrito por: Priscila Panzarella

Confira os 17 posts publicados pela Priscila Panzarella

Veja Também