Implante coclear infantil- para que serve?

Implante coclear infantil

Algumas crianças nascem com deficiência auditiva e quando isso ocorre em um grau muito profundo, no lugar de se indicar o aparelho auditivo, a família recorre a outro tratamento: o implante coclear infantil, um aparelho implantado cirurgicamente na orelha, capaz de estimular diretamente o nervo auditivo, causando sensações sonoras.

Implante coclear infantil

Por que meu filho (a) nasceu com deficiência auditiva?

Muito se tem estudado sobre as causas desse problema, porém não há um único fator. A criança pode nascer surda por um fator hereditário, herdado dos pais, por um problema genético ou por infecções adquiridas pela mãe durante a gravidez, como por exemplo: a rubéola (que quase não aparece entre nós em função da vacinação); sífilis, toxoplasmose, herpes e o citomegavírus. Existem outras causas também, tais como permanência em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por mais de cinco dias, prematuridade, uso de medicamentos que prejudicam as células da cóclea, meningite bacteriana, etc.

Quem pode realizar o implante coclear?

Qualquer pessoa com deficiência auditiva profunda pode receber um implante: criança ou adulto. Essa tecnologia pode ser obtida por meio de nosso Sistema Único de Saúde (SUS), ou por convênios médicos, sempre após uma avaliação criteriosa de profissionais da área da saúde tais como um médico otorrinolaringologista, um fonoaudiólogo ou um psicólogo.

Como o aparelho funciona?Implante coclear infantil

O implante coclear infantil tem uma porção interna, que fica dentro da orelha do paciente e uma porção externa, que é acoplada logo atrás da orelha e se mantem em posição por meio de um imã.

A pessoa deve usar o implante coclear durante todo o dia e somente tirá-lo para atividades tais como tomar banho ou dormir.

A cirurgia e a recuperação:

Todo o processo do implante coclear começa com uma cirurgia para a implantação dos eletrodos, que demoram alguns dias para serem ativados. Neste momento, é importante que a criança inicie a reabilitação com um fonoaudiólogo.

Se a criança realizar a cirurgia do implante antes de começar a falar, o processo cirúrgico  terá como objetivo o desenvolvimento das habilidades auditivas e comunicativas. Assim, a criança com o implante precisará aprender a relacionar o som que ela está escutando com o que ele significa (por exemplo, a criança deve reconhecer o som do latido de um cachorro, da buzina de um carro, da campainha da porta de sua casa).

Esse trabalho é de responsabilidade do fonoaudiólogo com experiência na terapia de crianças surdas implantadas. Em muitos casos, é possível que a criança aprenda a compreender a fala humana, mas é importante esclarecer que o implante não restabelece a audição normal.

 

 Implante coclear infantil

Cecília Lima

Escrito por: Cecília Lima

Confira os 23 posts publicados pela Cecília Lima

Veja Também