Estou grávida no coração e pronta para adotar meu quarto filho

selo materia mae amiga

 

Ana Karina Scaloppe Nunes

Mãe do Luiz Guilherme, Ana Luiza, Ana Clara e Luiz Felipe

♥ “Muita gente não entende, não aceita e acha loucura, mas se sou louca é somente de amor.”

 

25.05.2016 – Já tinha dois filhos adotivos, Luiz Guilherme e Ana Luiza, quando o telefone tocou e decidimos adotar a nossa terceira, Ana Clara (já contei essa história aqui no site).

Estou grávida no coração e pronta para adotar meu quarto filho!

gravida no coracao (13)Quando a Ana Clara chegou de surpresa, mantivemos o nosso nome no Cadastro Nacional de Adoção, e restringimos na ficha o sexo para menino, mesmo imaginando que não iríamos querer mais filhos. Optamos por isso pois sabíamos o quanto que o processo de adoção é lento.

Por dois anos, mais ou menos, eu me sentia muito completa com os três, mas eles sempre pediam mais irmãos. O mais velho queria um irmão, um menino, que para ele seria seu melhor amigo… E a ideia foi amadurecendo.

“O mais velho sempre pedia um irmão, um menino, que para ele seria seu meu melhor amigo”

Fui conversando com meu marido, mas ele dizia que não dava e que se fôssemos chamados iríamos recusar, mas nunca aconteceu Graças a Deus.

No Dia dos Pais de 2015, o Luiz Guilherme escreveu uma carta ao meu esposo, que nos emocionou demais, principalmente ele, o pai.

Minha mãe, que é nosso anjo, conseguiu filmar o papai lendo o cartão e foi uma emoção indescritível, ver que estamos no caminho certo com eles, sentir essa gratidão. Nessa época, o desejo do 4° filho já estava muito forte em mim, já havia até escolhido o nome junto com as crianças, Luiz Felipe.

gravida no coracao (3)

Neste mesmo Dia dos Pais, à noite, meu esposo estava dirigindo com todos nós no carro, quando a Ana Luiza perguntou se ele gostaria de adotar mais um filho. Ele sem titubear disse o sim mais convicto e lindo de sua vida.

“Desde lá começamos a gerar o Luiz Felipe em nossos corações e preparar a nossa casa, com fé, de que um dia ele chegará.”

Ele já tem nome, enxoval, quarto, música que cantaremos para ele, fizemos um ensaio família para registrar essa espera e até ganhei um Chá de Bebê surpresa, que foi um dos dias mais lindos da minha vida.

gravida no coracao (11)

Os três esperam, curtem e sofrem juntos, mas tentamos deixar tudo leve. Eu sempre digo que o Papai do Céu traz o filho certo, para a família certa, na hora certa, e eles pedem e rezam muito pelo irmão. É como se ele já existisse e fizesse parte de nossas vidas, pois sempre falamos dele, nos cartões que eles fazem tem o nome do irmão e nos desenhos lá está ele.

“É um amor que transborda e me emociono ao falar, nem consigo explicar, mas amamos loucamente esse bebê.”

E essa é a nossa maneira de esperar. Dizer que é fácil não é, dizer se é certo ou errado, eu não sei, mas para nós é assim que funciona e nos dá muita força. Sinto que cabe a mim curtir essa gravidez que não tem data para acabar. E sim, estou grávida, muito grávida no meu coração. Muita gente não entende, não aceita e acha loucura, mas se sou louca é somente de amor. Essa é uma decisão que cabe só a mim, meu esposo e meus 3 filhos. E que venha o Luiz Felipe!

Leia também

Gestação do coração e nosso ensaio fotográfico

Fui adotada aos 7 anos

O desejo de um casal homossexual: adotar um filho

Já tinha 2 adotivos quando o telefone tocou…

Foram quase 3 anos de gestação…

Livros abordam adoção na visão da criança

25 de maio, Dia Nacional da Adoção

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1468 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também