Riscos de fumar durante a gravidez

03.11.2015 – Todo mundo já sabe que fumar na gravidez faz mal para o bebê, não é mesmo? Estudos mostram que, o consumo frequente, aumenta as chances da mulher dar à luz a um bebê com má formação, como deficiência nos membros, fissura labial ou baixo peso. Além de todos esses problemas, os pesquisadores da University College London, informam que o tabagismo aumenta o risco de aborto na gestação. Para entender mais sobre o assunto, conversamos com o nosso colunista que é pediatra e especialista em Pneumologia e Alergia Pediátrica, Dr. Alfonso Alvarez. Confira abaixo

Riscos de fumar durante a gravidez por

1. Acima citamos algumas consequências para o bebê caso a mãe fume durante a gravidez. Você pode falar um pouco mais a respeito?

Pesquisas recentes demonstraram que se a mãe fumar na gravidez o bebê já nasce com alterações importantes na anatomia pulmonar, principalmente em relação aos brônquios. Ficou evidenciado que esses bebes possuem a função pulmonar diminuída, e com uma obstrução brônquica quando comparados aos bebes de mães que não fumaram na gestação.

Como os brônquios já nascem com obstrução, qualquer quadro pulmonar nesses bebes será mais grave. Se ele tiver, por exemplo, bronquiolite, que é comum nas crianças abaixo de 1 ano, a evolução do quadro será muito pior. As pesquisas demonstraram que os bebês, filhos de mães que fumaram na gravidez, quando comparado aos filhos de mães que não fumaram, se tiverem uma bronquiolite, tem muito mais chance de serem internados, de internações mais prolongadas, de necessitarem de Unidade de Terapia Intensiva e Ventilação Mecânica e maior chance de evoluir a óbito!

As chances de ter asma e infecções pulmonares de maneira geral também aumentam. Está claro, então, que o tabagismo na gravidez traz consequências sérias para o bebê, devendo ser evitado de qualquer maneira.

 

2. Caso a mãe não saiba que está grávida e fume por um tempo, ela deve tomar alguma medida?

Não há nada que possa ser feito para diminuir o mal que já foi causado, mas o fundamental é interromper o tabagismo assim que descobrir a gravidez.

Qualquer quantidade de cigarros é prejudicial, mesmo um cigarro por dia. Como esperado, quanto maior a quantidade de cigarros por dia, maior o dano aos brônquios do bebê

 

3. O fumo é proibido até quando? 

O fumo deve ser evitado desde o momento em que se descobre a gravidez.

Após o nascimento, fumar também deve ser evitado, pois há diversas pesquisas demonstrando que o tabagismo passivo na criança aumenta muito a probabilidade dela ter problemas respiratórios. Foi demonstrado que os filhos de mães ou pais que fumam em casa apresentam maior chance de ter infecções respiratórias, asma, internações e evolução a óbito.

Desta forma está claro que não só na gravidez, mas após a criança nascer, o tabagismo materno e paterno tem que ser evitado, pois sabe-se, com certeza, que isto estará prejudicando a saúde do filho de maneira importante.

O tabagismo passivo pela gestante também é prejudicial. Se o companheiro da gestante fuma ele deve fumar fora de casa, longe da gestante, ou seja, sair para fumar no quintal, ou se foi apartamento, deve descer até a área comum externa para fumar.

 

4. A criança pode carregar algum mal por toda a vida decorrente disso?

Os estudos demonstraram que as consequências para os pulmões das crianças, cujas mães fumaram na gravidez, perduram por muitos anos, levando a problemas respiratórios durante toda a infância e adolescência, e mantendo alterações na função pulmonar muitas vezes até a vida adulta.

 

5. Existe alguma alternativa para as mães que dificilmente conseguem se manter longe do cigarro, ainda mais em momentos delicados como a gravidez?

Hoje em dia, felizmente, existem medicamentos extremamente eficazes para ajudar a pessoa a parar de fumar. As medicações modernas, quando usadas de forma correta e com orientação de um médico, são altamente eficazes em ajudar as pessoas a parar de fumar, desde que a pessoa esteja determinada e convencida a fazer isso.

 

6. Caso a mãe planeje a gravidez, é indicado parar de fumar algum tempo antes?

Assim que a gravidez for planejada e forem suspensos os métodos anticoncepcionais, a futura mãe deve parar de fumar, para não correr nenhum risco de ainda estar fumando quando já estiver grávida.

 

Leia também:

Alergia respiratória em criança – Causas e Sintomas

18 cuidados com o ambiente para pessoas alérgicas

Vacina contra gripe para crianças

 

Riscos de fumar durante a gravidez

Alfonso Eduardo Alvarez

Escrito por: Alfonso Eduardo Alvarez

Confira os 6 posts publicados pela Alfonso Eduardo Alvarez

Veja Também