Era uma vez… a história em quadrinhos!

31.05.2013

 

Você sabia que os quadrinhos são recomendados e reconhecidos como uma ferramenta de alfabetização? As histórias em quadrinhos são ótimos recursos para desenvolver a leitura e a escrita, pois é fácil que as crianças se identifiquem com a linguagem dos quadrinhos e podem, inclusive, estabelecer uma relação afetiva com os personagens.

As revistas são facilmente encontradas nas bancas de jornal, em algumas livrarias e seu custo, comparado aos livros, é mais acessível. As crianças menores, que ainda não leem, podem gostar de folhear a revista e se divertir com os desenhos sempre bem coloridos. E se, por ventura, rasgar algum exemplar, será menos “doloroso” do que rasgar um livro.

Chico e Rosinha

Como estamos entrando no mês de junho, mês das festas juninas, vou falar do personagem mais caipira das histórias em quadrinhos: o Chico Bento!

Chico Bento foi criado em 1961, baseado em um tio-avô de Mauricio de Sousa, sobre quem ele ouvia muitas histórias contadas pela sua avó.

Em agosto de 1982, foi lançada a primeira revista, onde Rosinha (namorada do Chico Bento), Zé Lelé, a professora Dona Marocas, Nhô Lau e vários outros personagens vivem divertidas histórias num ambiente gostoso e pacato do interior. Chico tem até um primo que mora na cidade grande, o Zeca, e quando se encontram é diversão na certa.

Chico Bento personifica a simplicidade do homem do campo e ler suas histórias faz com que a gente resgate um passado de mais tranquilidade e menos preocupações. O seu jeito inocente de ser conquista tanto as crianças quanto os adultos.

Um assunto importante que é abordado nas histórias do Chico Bento é o folclore brasileiro e é muito comum encontrar o Saci, a Mula sem Cabeça, o Boitatá, Curupira nas páginas do gibi.

Volte a ser criança, vá até a banca mais próxima e traga o Chico Bento para comemorar as festas juninas com seu filho!

 

placa-simone

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1388 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também