Era dócil, mas mordeu o rosto da minha filha

Era dócil, mas mordeu o rosto da minha filha

02.10.17 – Era segunda-feira, fomos todos jantar na casa da minha avó. Meu tio também mora lá e tem quatro filhos. Seu cachorro, um vira lata, cresceu acostumado com a presença das crianças, mas não com a Isadora. Enquanto ficamos lá, as crianças brincaram o tempo todo no quintal com o cachorro solto. Ele era dócil, mas mordeu o rosto da minha filha!

Era dócil, mas mordeu o rosto da minha filha

 

Kátia Vieira
Mãe da Isadora, 3 anos e 10 meses
♥”Quando olhei para ela, o rostinho estava coberto de sangue. Senti meu corpo gelar ao ver minha filha daquele jeito, me desesperei e comecei a chorar”

 

 

Quando decidimos ir embora, vimos que minha filha e meu sobrinho estavam brincando com o cachorro. Minha mãe disse que seria melhor eles pararem, pois ele poderia morde-los. Logo depois disso minha filha bateu o pezinho no chão, passou a mão na perninha do cachorro e disse: passa cachorrinho. Ele deve ter se assustado e reagiu, foi para cima da Isadora. Minha filha assustou e caiu no chão, foi quando o cachorro atacou o rosto dela. Tudo aconteceu em poucos segundos, mas para mim durou uma eternidade. Foi a pior dor que senti na minha vida.

Eu e meu sobrinho de 10 anos tentamos tirar o cachorro de cima dela e não conseguíamos. Eu gritava e nada. Até que, meu sobrinho pegou o cachorro por trás (quase foi mordido também) e minha mãe pegou a Isadora do chão. Seu rostinho estava coberto de sangue… senti meu corpo gelar ao ver minha filha daquele jeito, me desesperei e comecei a chorar.

Por incrível que pareça a Isadora me acalmou dizendo: “mamãe para de chorar eu vou ficar bem”. Me senti muito fraca naquele momento, mas respirei fundo e fui imediatamente para o hospital. Graças a Deus, apesar dos ferimentos nos olhos, foi apenas superficial. Com certeza o anjinho da guarda a protegeu!

Agora Isadora está bem. Ontem, quando estávamos chegando na escolinha encontramos dois cachorros, achei que ela iria ficar desesperada, mas ela só me pediu para pegá-la no colo. Acho que fiquei com mais medo que ela.

O susto passou, mas a imagem do cachorro em cima da minha filha não sai da minha cabeça. Sei que Deus vai me dar força para superar esse trauma. Acho que não foi culpa de ninguém… talvez o cachorro já estivesse estressado com as crianças. Mas, de qualquer forma, fica um alerta a todas mães! Por mais que o cachorro seja dócil, temos que ficar atentas!

 

Era dócil, mas mordeu o rosto da minha filha

Confira Também:

Toda mãe é poderosa

A importância de um pet na vida da criança

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1494 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também