Doutor, por que meu filho tosse tanto?

27.06.2016 – O frio veio de verdade esse ano!!! E junto com ele veio a tosse, o chiado, o nariz escorrendo e muitas vezes um febrão que nos deixa de cabelo em pé!

Doutor, por que meu filho tosse tanto?

É uma pergunta que ouvimos muitas mães fazendo! Convidamos então o Dr. Alfonso Alvarez, nosso colunista e pneumologista pediátrico, para explicar melhor sobre um dos motivos da tosse crônica na infância, junto a um diagnóstico muito comum: a asma!

 

1) Qual a diferença entre asma, bronquite e síndrome do bebê chiador?

Uma das causas mais frequentes da tosse crônica na infância, é a asma. Hoje em dia a literatura médica considera os termos “asma”, “asma brônquica”, “bronquite”, “bronquite alérgica” e “síndrome do bebê chiador” como termos para uma única doença, “asma”. Simplesmente, asma! O que existe são diferentes tipos de asma, cada qual com um prognóstico diferente.

2) Quais os sintomas da asma?

A Asma é uma doença crônica que se caracteriza por crises de tosse, chiado no peito e falta de ar, que revertem espontaneamente ou após uso de medicações. É importante saber que nem sempre esses 3 sintomas estão presentes, sendo que muitas vezes as crises apresentam-se apenas com tosse.

Os sintomas ocorrem devido a uma constrição e inflamação dos brônquios.
 Muitas vezes as crises são causadas por alérgenos como poeira, ácaros, pêlos de animais domésticos ou fumaça de cigarros, ou podem também ser desencadeadas por mudanças bruscas de temperatura e/ou tempo seco.

Além disso, nas crianças menores, é extremamente frequente que as crises sejam desencadeadas por quadros virais, ou seja, a criança adquire um simples resfriado e evolui com uma crise de asma. 
As crises muitas vezes pioram com o exercício físico, e em geral, os sintomas agravam-se à noite.

3) A asma pode melhorar com o tempo?

Na criança o prognóstico, na maioria das vezes, é excelente: 60% deixa de apresentar os sintomas até os 3 anos de idade e outros 20% até os 6 anos. Apenas 20% das crianças com asma permanecem com os sintomas na adolescência e na vida adulta.

4) Qual a melhor maneira de prevenir a asma?

Hoje existem tratamentos extremamente eficientes para o controle da asma. As medicações são utilizadas de maneira preventiva por alguns meses e reduzem de forma intensa a frequência e gravidade das crises, muitas vezes deixando a criança completamente sem sintomas. Ou seja, não existe ainda uma medicação que “cure” a asma, mas existem medicações que previnem as crises, e com o tempo, a maioria das crianças deixam de ter sintomas e não precisam mais de nenhuma medicação.

Atualmente não podemos mais aceitar que uma criança fique tendo crises repetidas de asma, passando noites sem dormir, faltando a escola, procurando o pronto-socorro com frequência para tratar apenas as crises, sem fazer um tratamento preventivo.
 Felizmente, hoje em dia, as medicações para o controle da asma são extremamente eficientes e seguras e, quando bem indicadas, podem ser utilizadas com total tranquilidade.

CRISE DE ASMA

Alfonso Eduardo Alvarez

Escrito por: Alfonso Eduardo Alvarez

Confira os 6 posts publicados pela Alfonso Eduardo Alvarez

Veja Também