Doei meu cabelo, doei esperança!

21.02.17 – A ideia de doar meu cabelo surgiu há bastante tempo…Eu confesso que imaginei ouvir muitos “Ai, que dó do seu cabelo”, “Ah! Ele estava tão lindo!”, mas me enganei! Eu recebi muitos elogios, e não estou falando somente da aparência, e sim, da minha atitude! Foi bom esperar o momento certo, e cá entre nós, não havia momento mais oportuno para eu ter feito isso. A sensação de doar é maravilhosa!

Doei meu cabelo, doei esperança!

Faz quase um ano que pensei pela primeira vez em doar meu cabelo mas, acabei adiando por dois motivos: Primeiro pelas pessoas que me diziam pra eu não cortar nunca e segundo pelo medo de não gostar do resultado.

Eu sempre gostei de luzes, pois, minha mãe fazia e eu achava demais. Mas acabou que, com o passar do tempo, as tão amadas luzes enfraqueceu meu cabelo, e por fim, perdi o cabelão e passei a ter um cabelo médio e ressecado.

Decidi parar com a tinta e deixar meu cabelo crescer novamente e esse processo demorou muuuuuito. E foi essa demora que me fez adiar a doação de cabelo. “Poxa, demorou tanto pra crescer e agora você vai cortar?” Eu realmente tinha muita dúvida!!!

Mas, chega um momento em que a gente clama por mudança. Eu amava meu cabelo, seu comprimento, mas queria fazer algo diferente, mudar. Tenho tantas ideias loucas na cabeça, o de querer trançar, fazer dread, cortar estilo joãozinho… e ter dó do meu cabelo nunca me permitirá a nada disso, e mudar é essencial.

Foi quando eu comecei a ter esse tipo de pensamento que voltei com a ideia de doar…por que não?

Com o início desse novo ano, 2017, me dei conta que existem outras coisas que também precisam passar por mudanças na minha vida, as minhas atitudes. Sabe quando você reconhece alguns erros seus que pode muito bem evitar? Então… Eu costumava magoar as pessoas que mais amo na vida, mesmo sem querer, e quando percebi isso decidi mudar. Na verdade ainda estou nesse processo. Mas ter consciência dele é o único de tudo!

Pensei então, por que não começar mudando de fora pra dentro? Do cabelo pra alma! E foi assim! No mesmo dia que decidi, eu liguei no cabeleireiro para marcar o corte. Marquei para duas semanas depois da semana do meu aniversário, ou seja, seria tudo um super combo: o desejo de ser uma pessoa melhor, de fazer o bem doando algo meu, e bem na semana em que inicio meu novo ciclo, o meu aniversário!

Doei meu cabelo, doei esperançaFiquei super ansiosa, todos os dias, até chegar o momento do corte. Minha mãe me acompanhou e filmou tudo (a reação das pessoas no salão foi sensacional haha). Foi bem engraçado porque eu não parava de rir, acho que pela ansiedade… mas mesmo pós corte tive umas crises de riso no meio do shopping (cortei o cabelo lá).

“Para de rir filha”, dizia a minha mãe, mas eu simplesmente não conseguia, estava me sentindo demais com o cabelo novo que eu andava balançando, tipo criança.

Achei que daria uns 20cm, mas quando medi após o corte, tinha dado 40cm!!!! Fiquei muito feliz, afinal, quanto mais cabelo melhor!

Doei para a ONG Tesoura Sem Ponta, que conheci por meio da internet há muito tempo e passei a acompanhar o projeto. Eles atualmente recebem os cabelos pelo correio. Eu enviei o meu no dia 13/02/17 e ele chegou no destino em apenas dois dias <3.

O site do Tesoura Sem Ponta, acolhe tanto aquele que deseja ser um doador como quem deseja receber a peruca, acho que isso é um diferencial muito legal. Há momentos do ano em que eles só recebem as doações de cabelo e momentos só para a confecção das perucas, então eles não recolhem cabelo o ano todo, é preciso ficar atento a esse detalhe.

Agora, sobre como estou me sentindo: Muito Feliz! A verdade é que o cabelo não trás a felicidade em sí, mas trás esperança, a esperança de que logo tudo vai passar e ficar bem..

A sensação é muito boa e é mesmo igual aquele ditado “Fazer o bem sem olhar a quem”. Mas, a verdade é que eu gostaria muito de conhecer a pessoa que irá receber a peruca com o cabelo que doei. Não sei bem se isso é possível, mas, de qualquer forma, já me sinto muito feliz pois sei que além de doar meu cabelo, eu doei esperança. E isso é gratificante!

E ah, uma coisinha gente, cabelo cresce!!!!! E doar não dói!!!! Vamos fazer o bem?

Grande beijo, Isa.


Doei meu cabelo, doei esperança!

 

Isabella Lima

Escrito por: Isabella Lima

Confira os 2 posts publicados pela Isabella Lima

Veja Também