Dia da Consciência Negra

O que é o Dia da Consciência Negra? Celebrado hoje, 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra homenageia e resgata as raízes negras do povo brasileiro. Escolhido por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, ele é dedicado à reflexão sobre a presença do negro na sociedade brasileira.

Devemos ensinar nossos filhos desde cedo que somos iguais e que temos que respeitar isso, convivendo de maneira harmoniosa com a diversidade. A leitura ajuda a criança a entender melhor o mundo que a rodeia, e as diferenças que fazem parte do dia-a-dia de cada um de nós.

 

Para as crianças:

menina bonita

Menina bonita do laço de fita – de Ana Maria Machado – Editora Ática

Menina Bonita do Laço de Fita traz uma linda história, onde um coelho branquinho queria casar-se e ter uma filha bem pretinha. Durante a obra, o coelho tenta descobrir o segredo para conquistar o seu tão sonhado desejo. Leia o livro e acompanhe a busca do coelhinho!

 

 

 

intole

Intolerância e racismo, NÃO! – de Florence Dutheil – Editora Escala

Marcelo, um garoto ruivo que usa óculos, aprende junto com o leitor como é bom sermos diferentes, sermos únicos e, principalmente, que essas diferenças devem ser respeitadas. Afinal, além de todos terem o direito de serem respeitados, o racismo é proibido por lei. Com Intolerância e Racismo, NÃO! Este pequeno guia para dizer não, o pequeno leitor irá aproximar-se desses temas, e agora e no futuro fazer deste mundo um lugar mais justo.

A Coleção Sim X Não, indicada para crianças entre 9 e 12 anos, coloca em pauta temas polêmicos e importantes para o pensamento crítico do jovem leitor. Com cenas em quadrinhos e ilustrações bem-humoradas, cada livro traz um suplemento de atividades que ajudarão o leitor a entender melhor os conceitos apresentados no livro e se aprofundar neles.

cabelo ruim

 

Cabelo ruim? – de Neusa Baptista Pinto – Editora Tanta Tinta

A descoberta da beleza própria e a auto-aceitação são o assunto central deste livro.
A história da amizade entre três meninas negras e pobres, que enfrentam as manifestações preconceituosas com relação ao seu cabelo crespo e vão, aos poucos, aprendendo a aceitá-lo, a brincar com ele e amá-lo do jeito que é.
Surgem novos penteados e, com eles, também novas formas de ver a si e ao outro, coragem e ousadia para fazer e ser diferente.

 

 

todo mundo

Todo mundo é igual: conversando sobre o racismo – de Ivan Alcântara – Editora Oxford do Brasil

Para falar de um assunto complicado, mas fundamental como o racismo, nada melhor do que a linguagem leve e instigante, capaz de fazer com que a criança reflita sobre a igualdade dos seres humanos e o absurdo que é a prática, mesmo velada, do racismo.

 

 

parecida

Uma história mais ou menos parecida – de Márcia Paschoallin

O livro infantil “Uma história mais ou menos parecida” foi pensado a partir da preocupação dos autores em relação ao racismo entre as crianças, principalmente nas escolas. Esse projeto valoriza essas características através da personagem principal: uma princesa linda e negra.

Apesar da história ser uma releitura do clássico Branca de Neve e os 7 anões, a narrativa é totalmente adaptada ao contexto da proposta em volta da princesa Pérola Negra, com passagens totalmente inusitadas.

A trama começa com a chegada de Malva da Mata, a madrasta que bolou um plano terrível para destruir a graça e a beleza de Pérola Negra, e se desenrola com momentos e personagens muito divertidos.

*Se você tiver interesse em adquirir esse livro ele é vendido através da fanpage: https://www.facebook.com/umahistoriamaisoumenosparecida/app_206803572685797

 

Para os Pais:

racismo

 

Racismo, Preconceito e Intolerância – de Jacques D’Adesky – Atual Editora

A intolerância, o racismo e o preconceito são problemas do nosso tempo, que desafiam a sociedade e colocam em questão nossa capacidade de tratá-los racionalmente. A necessidade, cada dia mais premente, de reconhecermos a igual dignidade de todos os seres humanos, traz à tona uma pergunta fundamental: Por que as pessoas manifestam intolerância e preconceito diante daqueles que julgam diferentes?

Discutindo três casos de racismo e discriminação amplamente divulgados pela imprensa brasileira nos últimos anos, o livro também mostra que é possível promover maior respeito e tolerância em relação ao outro por meio do apelo à justiça. Racismo, preconceito e intolerância é um livro fundamental para todas as pessoas interessadas em contribuir para a construção de um mundo de paz, no qual as diferenças culturais, étnicas ou religiosas sejam vistas como riquezas, e não mais como elementos ameaçadores.

 

Você pode gostar de ler:

Livros para conhecer o Folclore Brasileiro

Como contar uma história

 

placa-simone

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1484 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também