Cuidados essenciais com as crianças no Carnaval

13.02.2015 – O Carnaval está aí, recheado de matinês, fantasias, marchinhas, mas para que a diversão seja completa é preciso garantir que as crianças estejam bem à vontade com as fantasias, com os sapatos e que o local escolhido para a curtição seja adequado,  fresco e confortável. Portanto fique atento aos cuidados essenciais com as crianças no Carnaval.

Cuidados essenciais com as crianças no Carnaval

Para a pedagoga, Giseli Pegoraro, é importante que as crianças estejam sempre acompanhadas dos adultos durante as festas carnavalescas. “Os bailes devem ser escolhidos de acordo com a faixa etária e, de preferência, o local deve ser seguro”, explica.

Veja algumas dicas:

– Hidrate-se:

No salão do clube ou na rua, o clima quente e abafado está por toda parte! Por isso é fundamental estar com uma garrafinha d’agua e hidratar as crianças de uma em uma hora.

– Escolha alimentos leves:

As festas costumam estar recheadas de tentações para as crianças que, sem exageros, podem ser liberadas: salgadinhos, pipoca, lanches industrializados, doces… Porém dê preferência para as frutas e lanches feitos em casa.

Cuidado com locais lotados:  

É importante ter um plano B. Converse com a criança e combine um ponto de encontro caso ela se perca. Outra ideia legal é colocar uma pulseira de identificação.

Cuidados essenciais com as crianças no Carnaval

– Opte por fantasias frescas: 

Não adianta nada a fantasia ser linda se a criança não está se sentindo confortável com ela não é mesmo? Por isso tente evitar trajes de pelúcia ou de manga comprida e escolha tecidos leves e arejados.

– Escolha sapatos confortáveis:

Dê preferencia para os tênis ou sandálias antiderrapantes, pois eles evitam que a criança escorregue, caia e se machuque.

– Fique de olho nas pinturas e máscaras:

Para os pequenos escolha uma  máscara que não contenha peças que possam ser engolidas e atente-se para as pinturas: as tintas devem ser antialergicas e atóxicas. É legal sempre fazer um teste no antebraço, por exemplo, antes de aplicá-la na criança.

– Espumas, confetes e serpentinas são muito bem vindos, mas com cuidado:

Como são artifícios pequenos e chamativos podem ser facilmente engolidos. Garanta que as crianças não os coloquem na boca ou nos olhos.

Giseli Pegoraro explica ainda que o mais recomendável é que os pais e familiares não levem seus filhos para os bailes e festas muito novos, principalmente enquanto são bebês. O ideal é que completem dois anos e meio antes de caírem na folia.

Já as comemorações familiares são ideais para qualquer idade, pois geralmente os ambientes são mais propícios. “A partir dos 15 anos já é possível começar a deixar os jovens frequentarem festas, desde que sejam muito bem orientados. Também é valido se certificar de que o ambiente não oferece bebidas alcoólicas para menores.”, conclui Giseli.

Fonte: Lucky Assessoria de comunicação/ Colégio Itatiaia

 

Veja também:

Programação Infantil Campinas Carnaval 2015

Fantasias Infantis Customizadas para o Carnaval 

Chá de Bebê com tema Carnaval

Máscaras feitas com saco de papel

Como fazer uma luva de pé de sapo 

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1446 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também