Minha filha doou o cabelo para Cabelegria

09.06.2014

selo materia mae amiga 

Giuliana Parreiras

Mãe da Sofia (4 anos) e do Francisco (1 ano)

♥ “Mesmo não entendendo a doença, ela entendeu que estava ajudando e quis mostrar aquele rabinho de cabelo para todo mundo”

 

A Sophia, minha princesa de 4 anos, estava com um cabelão, lindo! E dizendo que queria deixar crescer mais, ficar igual a Rapunzel. Eu ficava com dó de cortar, e fui deixando.

Um dia uma mãe colocou no grupo de debate Mães Amigas no Face, o link da ONG Cabelegria. Fiquei encantada com o trabalho deles, entrei na página e vi um vídeo de uma menininha recebendo a doação da peruquinha (vídeo abaixo). Super emocionante!

 

Resolvi mostrar pra Sophia o vídeo, antes falei sobre a doença, que cai o cabelo das menininhas e também sobre o projeto “Cabelegria”. Ela assistiu e, mesmo sem entender o tamanho de tudo isso, achou lindo.

Expliquei então sobre a doação, e na hora ela disse que queria doar para que fizessem uma peruquinha com o seu cabelo e outra menina pudesse ter o cabelo dela.

1 - ALL_6683

Esperei uns dias para ver se a decisão se mantinha e, poucos dias antes do aniversário de 4 anos dela, fomos ao salão. Ela ficou muito orgulhosa, mesmo não entendendo a doença, entendeu que estava ajudando e quis mostrar aquele rabinho de cabelo para todo mundo… E nós… ficamos mais orgulhosos ainda, de ver a nossa filha aprendendo a ajudar, a ser solidária e a se doar!

 

Mães Amigas na TV

A Giuliana Parreiras e a Sophia também foram entrevistadas pela Michelle Occiuzzi no programa Mães Amigas na TV, que passa todo sábado às 11h, no programa Pop Station, na Band.

 

Cabelegria

Se você ainda não conhece esse projeto, vale a pena conhecer, compartilhar com seus amigos e ajudar uma criança a enfrentar uma batalha contra uma doença que é capaz de tirar o sorriso de qualquer rosto.

cabelegriaEm outubro 2013, as amigas Mylene Duarte e Mariana Robrahn começaram um projeto que tem como objetivo central ajudar crianças com câncer. As ações realizadas pelo Cabelegria são simples: basta doar um pouquinho do seu cabelo.

A ideia veio através de uma amiga que doava o cabelo para a Santa Casa de São Paulo. Após alguns dias, surgiu a ideia de criar um evento no Facebook para doação de cabelo e, em pouco tempo, o evento saltou de 700 pessoas para 1700. Diversas pessoas começaram a perguntar o que era necessário para fazer a doação. A partir deste momento, nasceu o Cabelegria.

Em menos de 6 meses, conseguiram tornar o projeto em uma ONG inscrita no CNPJ 20.000.573/0001-22.

A ONG trabalha em parceria com a Andrea Lopes Cabelos, que confecciona as peruquinhas de graça. São necessários cerca de 200 gramas de cabelo para se confeccionar uma peruca, portanto a ONG necessita de muitas doações. Ainda não há uma parceria com alguma instituição pois não existe um número grande de perucas para o fornecimento às crianças.

Qualquer tipo de cabelo pode ser doado, mesmo que contenha química ou tintura, e o comprimento mínimo para doação é de um palmo, cerca de 10 cm. Basta fazer um “rabo” com o cabelo cortado e enviar pelo correio através de um endereço fornecido pela página do Facebook. Todos os doadores recebem um certificado fornecido pelo Cabelegria como uma maneira de agradecimento. As doações podem ser financeiras também através do Facebook ou por depósito direto na conta da ONG.

Hoje o Cabelegria já conta com mais de 7.500 doações de todo o Brasil, inclusive algumas de outros países, e com 7 meses de projeto tem mais de 20 peruquinhas entregues, todas as fotos e vídeos estão disponíveis no site e no Facebook. Não existe uma idade mínima para doação, e o Cabelegria recebe doações diárias de crianças e adultos.

O objetivo futuro do Cabelegria é se tornar um banco de perucas, para ajudar tanto as crianças quanto os adultos em tratamento que necessitem de uma peruca durante este período.

cabelegria 01

Como ajudar: com cabelo, com dinheiro ou com parceria… Saiba mais

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1449 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também