Batizado Real: os Mandriões estão de volta

31.10.2013 – O Batizado real do príncipe George, filho de William e Kate, sem dúvida foi o acontecimento que mais deu “pano pra manga” no mês de Outubro.

E falando em panos e tecidos, o pequeno usou um mandrião durante a cerimônia, que foi, inclusive, confundido com um vestido por muitos sites.

Batizado Real

Batizado Real

{Getty Images}

O mandrião é a vestimenta mais clássica para ocasiões como batismo ou cerimônias de apresentação do bebê em algumas religiões e culturas. No caso da realeza inglesa, essa tradição já perdura por décadas.

O pequeno George usou uma réplica, especialmente confeccionada para ele por ordem da rainha Elizabeth, é reprodução em cetim e renda do modelo usado pela filha mais velha da rainha Victória em 1841. O mesmo também foi usado pelo avô Charles e pelo pai William.

Em geral, os mandriões são unissex, mas podem existir modelos com pequenos adornos como fitas e babados para as meninas e linhas mais retas e clássicas para os meninos, não existe uma regra, a não ser uma saia beeeem longa para dar o charme!

A tradição dos mandriões ficou sumida por anos, mas felizmente, venho notando muitas famílias resgatando o seu uso, tornando as cerimônias muito mais bonitas.

Nem eu, nem minha irmã fomos batizadas de maneira tão formal, mas quando Babi nasceu, corri para escolher um mandrião para ela, assim que comecei a fazer seu enxoval e, aos três meses, ela foi batizada com o traje dos meus sonhos.

Batizado Real

Babi aos 3 meses, batizada em São Manuel/SP

Kate e o pequeno George usaram o mesmo tom, um off-white ou bege, que tem seu valor litúrgico, mas a grande maioria dá preferência ao uso do branco que, claro, nos ritos da igreja católica representam a nova vida adquirida pelo batismo, um banho para vestir uma nova vida.

Mas a escolha do branco vai além das simbologia religiosa, já é uma questão de tradição. E como muitos optam por uma comemoração, as crianças são batizadas na igreja com as vestes brancas e trocam de roupa para as comemorações, com cores liberadas, até estampas são bem-vindas.

Nosso clima quente é um dos fatores que deixa dúvidas sobre investir ou não em um mandrião. Mas existem boas opções para temperaturas mais altas, como substituir rendas e cetim, babados e fitas por cambraia, um tecido leve e singelo, simples.

Batizado Real Batizado Real

{D.Tonetti / Flor de Liz}

 

Batizado Real Batizado Real

{Nana Branco}

Quer saber onde encontrar mandriões lindos??

D. Tonetti

Nana Branco

Flor de Liz

Luiza Bebê

A Mãe Amiga Fernanda Castro usou em sua filhinha Rafaela o mandrião que é da família há gerações, confira na matéria Batizado em branco e azul, muito delicado.

E eu quero saber: quem batizou ou irá batizar os filhos usando mandrião, qual foi a opção escolhida? Um modelito estilo relíquia de família, ou começou a tradição adquirindo um modelo novinho e exclusivo??

XoXo… meu beijo beijo para vocês!

 

Placa-colunista-Marina

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1358 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também