Aniversário da Laura

26.07.2013

 

Domingo foi aniversário da minha princesa! Um dia muito feliz com a família e amigos! Festa gostosa, divertida, decoração fofa feita com todo carinho do mundo pela titia, com auxílio da vovó e da titia caçula.

tal

Eu realizei um sonho de anos. Fiz um vestido “tal mãe, tal filha” bem romântico! A nossa cara!

E Laura? Ah…Laura como sempre se divertindo com as pequenas coisas da vida. Se eu soubesse que ela ia gostar tanto da mesa decorada (atracou com parte da decoração… rsss), da salinha com luzes e música (dançou a festa inteira na discoteca) e mais ainda do chapéu que um dos monitores usou na hora do “parabéns”, nem teria investido no resto… rsss.

Mas, espera aí! Quando eu digo que ela gostou “mais ainda” do chapéu, vocês não estão entendendo o nível da coisa. Resumidamente: na hora do parabéns, quando surgiram os monitores com toda aquela parafernália de Buffet, prato batendo, corneta tocando, luzes piscando, chapéu de todos os tipos e cores na cabeça, a Laura já estava atrás do bolo para começar a cantar, mas percebi quando os olhos dela brilharam ao ponto da vela acesa perder, totalmente, a graça! Um dos rapazes usava um chapéu com várias pontas e guizos dependurados, bemmm colorido, do tipo “bobo da corte” Gente! Vocês não fazem ideia do que foi essa menina gritando (só eu e o pai ouvíamos porque estávamos colados a ela, né?): Apéu, apéu, apéu!!! E se contorcia pra descer do meu colo! Assim que acabou o parabéns, a pessoa que usava o chapéu, se recolheu. A Laura, quando não o avistou mais, me olhou com uma cara de decepção tipo “ele sumiu, mamãe”. E continuava a pedir: Apéu, apéu apéu…

Fui até o gerente da festa e pedi para que me emprestasse o bendito para que ela se divertisse ainda mais. Eu queria ter fotografado a reação dela quando coloquei esse chapéu em sua cabeça! A felicidade foi algo como um adulto que ganha na mega sena… inocência pura! Olha, eu agradeço aos céus por este apetrecho ter aparecido só no final da festa porque, se não, imaginem todos as fotos com Laura trajando um lindo vestido rosa, romântico e com um chapéu a lá arlequim??? Ou seria um bobo da corte de saias?? Eu teria infartado, com toda certeza… rsssss

apeu

Pois bem, na hora de vir embora ela, como uma boa menina que é, até aceitou devolver o bendito, já que mostramos várias caixas de presente no carro. Mas, no caminho ela já começou a pedir o “apéu”. Fingi que não ouvi… rsss. Em casa, abrimos os presentes, ela viu todos, pegou, brincou e, de repente, quando pensava que ela nem lembrava mais, adivinhem o que ela começou a pedir????? E eu fingindo que não ouvia (mas, no fundo, morrendo de dó… rsss). Eu sabia onde vendia, mas a loja fechava às 20h e já era 19h40…

Em segundos, decidi que minha filha, no dia do seu aniversário, não ficaria sem o seu “apéu”. Pisei na loja e avistei um igual!! Mais colorido ainda!! Em 20 minutos eu estava de volta em casa! Quando ela me viu!! Nossa! Nunca na minha vida, nem que eu viva 100 anos, vou esquecer a carinha dela, os olhos esbugalhados, iluminados, explodindo de felicidade! Veio correndo até mim e um sonoro “o apéuuuuuuu, mamãe” soou como música aos meus ouvidos. E toda esta alegria se resumiu a R$ 15,00! Ahhh, se o mundo fosse feito somente de crianças… quanta coisa boa teríamos!

 

 

 

Placa-Patricia

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1393 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também