Alice nasceu prematura e sem os dedinhos, só descobrimos no parto

selo materia mae amiga

 

Renata Silva Pinho
Mãe do Arthur e da Alice
“Sei que minha princesa vai fazer tudo, em seu tempo, da sua maneira.”

 

 

Alice nasceu prematura e sem os dedinhos, só descobrimos no parto

Descobri no final de Outubro de 2015 que estava grávida,  foi um susto! Mas amamos a ideia pois, o Arthur sempre quis ter um irmão (ã), ele ficou todo feliz. Muitos podem achar que não tem nada a ver, mas eu sei que sim, desde o começo da gravidez eu senti que Deus falava comigo, estava insegura e com medo.

Fiz o pré-natal certinho, sempre fazendo os exames de rotina e os resultados sempre foram bons. Eu sempre falava “A Alice não está bem, a Alice está esperando fazer o chá de bebê para nascer”, e foi basicamente isso que aconteceu. No dia 27/05, uma sexta-feira, por volta das 22:00, quando eu sai do banho sentei na cama percebi um liquido estranho achei que era xixi, chamei uma amiga enfermeira e ela me disse para ir ao hospital pois o meu tampão havia saído.

Fui para o PS, e a médica comentou que apesar do tampão ter saido a bolsa não havia estourado. Ainda não estava na hora da Alice nascer, se isso acontecesse seria uma bebê prematura. A médica me pediu um exame de urina pra descartar a hipótese de que poderia ter uma infecção de urina. O exame deu normal. O médico me liberou para ir pra casa mas teria que voltar as 9h para fazer um ultrassom para saber a quantidade do líquido, assim fiz.

nasceu prematura e sem os dedinhosVoltei, realizei o ultrassom e para minha surpresa, o médico disse que ela estava com peso baixo para as semanas que eu estava, 35 semanas, 2.160 kg. Fiquei desesperada e ali mesmo na sala de espera, fiquei perguntado para todas as mães o peso de seus bebês.

O final de semana passou, mas a minha preocupação com o peso da minha filha não. Eu sabia que essa tinha sido a última forma que Deus usara para falar comigo. No dia 31/05, acordei com uma dor de cabeça chata, mas não fiquei muito preocupada pois teria consulta do pré-natal naquele dia então, tomei um banho e fiquei a espera do meu marido que iria comigo nessas últimas consultas.

Nesse intervalo, perdi mais líquido. Na consulta, o médico me mandou para o PS para que fosse medicada, e lá fui eu. Contei o que aconteceu desde sexta-feira e a médica que me atendeu, ao saber de quantas semanas eu estava, resolveu que iria refazer todos os meus exames.

Após isso, o médico me disse que ia induzir o parto normal, pois Alice realmente estava com baixo peso, e se ela não tinha engordado até agora não engordaria mais na gestação, segundo ele seria mais fácil Alice ganhar peso fora da barriga. Achei que isso seria até melhor pra mim pois já estava sofrendo com todos os exames, indo e voltando do hospital.

Foram 12 horas em trabalho de parto, sofri muito pois, sabia que não conseguiria tê-la pelo parto que eu sonhava, o normal. Minha princesa veio ao mundo através às 22h30 e descobrimos que minha boneca tinha uma deficiência. Sim, na hora do parto, dentro do centro cirúrgico!

A médica veio falar comigo e com meu esposo e disse que Alice tinha nascido de 36 semanas, 44,5 cm e com 2,230 kg, ou seja, era considerada um bebê prematuro. Perguntou se eu tinha feito pré-natal e ultrassom e respondemos que sim. Eu logo perguntei Alice tinha todos os dedinhos, e a médica me disse que ela havia nascido com uma pequena deficiência na mão, mas nada que atrapalharia no seu desenvolvimento. Além disso, durante o parto a Alice teve a cabecinha cortada pelo bisturi.

Eu olhei para meu esposo e ele ficou com medo da minha reação, pois tive depressão pós parto do Arthur. Para a surpresa dele, e de toda a equipe médica, minha reação foi de agradecimento a Deus pelo presente que me deu. As minhas palavras foram, “Mamãe te ama, se Papai do Céu mandou você pra mim assim é porque ele sabe que a mamãe e o papai tem condições de cuidar de você. Mamãe e papai te amam, seu irmão está desesperado para te conhecer e seu quarto está pronto te esperando.”

Eu estava com máscara de oxigênio, pois fiquei muito ansiosa e tive falta de ar. Eu disse para minha filha que só não iria beija-la pois estava usando a máscara, o anestesista ouvindo tudo, e com o olho cheio de lágrimas disse “eu tiro”.

Agora estou aqui, ansiosa para ver o desenvolvimento dela! Com 1 mês de vida Alice já virava e com 4 meses já segurava sua mamadeira. Agora ela vai começar a fazer fisioterapia para poder ajudar no desenvolvimento da sua coordenação motora.

Alice é bem independente, segura tudo com a mão direita e com a mãozinha esquerda ela faz carinho, aperta e até da uns beliscões, do jeitinho dela. Sei que minha princesa vai fazer tudo, em seu tempo, da sua maneira.

 

Alice nasceu prematura e sem os dedinhos, só descobrimos no parto

Confira Também:

O nascimento de Pedro me mostrou o quanto podemos ser fortes

Meu sonho era amamentar

Meu filho é autista

 

 

 

@ Mães Amigas

Escrito por: @ Mães Amigas

Confira os 1254 posts publicados pela @ Mães Amigas

Veja Também